Contribuintes têm até 15 de março para limpar terrenos

Contribuintes têm até 15 de março para limpar terrenos

O Fisco está a avisar os contribuintes de que têm até 15 de março para limpar o mato e cortar árvores nas proximidades de casas e aldeias, podendo vir a ser multados se não o fizerem.

Em colaboração com o Ministério da Administração Interna e o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) está a enviar um e-mail a todos os contribuintes – mesmo os que não detêm terrenos confinantes a edifícios inseridos em espaços rurais – sobre a “importância da limpeza de terrenos e árvores na prevenção de incêndios”.

Na comunicação, o Fisco afirma que até 15 de março “é obrigatório” limpar o mato e cortar árvores 50 metros à volta das casas, armazéns, oficinas, fábricas ou estaleiros e 100 metros nos terrenos à volta das aldeias, parques de campismo, parques industriais, plataformas de logística e aterros sanitários.

É obrigatório também limpar as copas das árvores quatro metros acima do solo e mantê-las afastadas pelo menos quatro metros umas das outras e cortar todas as árvores e arbustos a menos de 5 metros das casas e impedir que os ramos cresçam sobre o telhado.

“Se não o fizer até 15 de março, pode ser sujeito a processo de contraordenação. As coimas podem variar entre 140 a 5.000 euros, no caso de pessoa singular, e de 1.500 a 60.000 euros, no caso de pessoas coletivas. E este ano são a dobrar”, lê-se na nota.

Recorde-se que com o Orçamento do Estado para 2018 (OE2018) foi aprovado o regime excecional das redes secundárias de faixas de gestão de combustível, que define que este ano a limpeza deve ocorrer até 15 de março e que as multas serão o dobro, ou seja: até 10 mil euros no caso de pessoa singular e 120.000 euros no caso de pessoas coletivas.

O decreto-lei 124/2006, de 28 de junho, que estabelece as medidas e ações a desenvolver no âmbito do Sistema Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndios, define que os “proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edifícios inseridos em espaços rurais, são obrigados a proceder à gestão de combustível”.

Este ano, e até 31 de maio, as Câmaras Municipais podem substituir-se aos proprietários na limpeza do mato, sendo que os proprietários são obrigados a permitir o acesso aos seus terrenos e a ressarcir a Câmara do valor gasto na limpeza, recorda o Fisco na comunicação de hoje.

Na mesma comunicação divulgada, os contribuintes são aconselhados a manter-se informados sobre o risco de incêndio na área de residência, a verificar se o sistema de rega e mangueiras funciona, a limpar telhados e a colocar redes de retenção de fagulhas na chaminé.

com:lusa.pt

Previous PJ deteve grupo suspeito de assaltos a caixas multibanco
Next GNR identificou suspeito de burla em Tondela

Artigos Relacionados

Nacional

Proteção Civil registou 255 ocorrências no país devido ao mau tempo

A Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) registou, desde as 00h00 até às 20h00 de quinta-feira, 255 ocorrências em todo o país devido ao mau tempo, sendo que 106 foram

Região

Oliveira do Hospital vai ter um local de abrigo contra ondas de calor

Cinco concelhos do Interior do distrito de Coimbra vão ter locais de abrigo contra ondas de calor. Os abrigos terão capacidade para receber cerca de 2 mil pessoas em situações

Informação

Hyundai testa carro de rali em Góis

De 15 a 17 de Março a Hyundai MotorSport  encontra-se a testar uma viatura de rali  em vários percursos do concelho de Góis. A equipa vai dividir-se entre os troços do

Desporto

Desporto de fim de semana

No desporto de fim de semana os destaques são: No Basquetebol a deslocação do Sampaense ao Eléctrico FC, procurando aqui trazer a sua primeira vitória na LPB. No futebol o

Informação

Município de Seia associa-se a ações contra o Tráfico de Seres Humanos

Parceiro da Rede Regional do Centro de Apoio e Proteção a Vítimas de Tráfico de Seres Humanos desde 2013, o Município de Seia associa-se agora à organização não-governamental “Saúde em

Última Hora

Viseu: Tribunal arquiva processo da morte de criança que caiu em claraboia

O Tribunal decidiu arquivar o processo da morte da criança de 13 anos que, em setembro de 2017, caiu numa claraboia no Bairro de Santa Eugénia, em Viseu.

Última Hora

Empresa NN Motos retoma laboração depois do grande incêndio do ano passado

A empresa NN Motos, destruída pelo grande incêndio de outubro de 2017, retomou a laboração um ano após a catástrofe.

Informação

Onze distritos em alerta amarelo devido ao mau tempo

Onze distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes, granizo e trovoada.

Nacional

Cristiano Ronaldo eleito melhor do Mundo em 2016

Cristiano Ronaldo, que já ganhou a Bola de Ouro da revista France Football, recebeu ontem o seu quarto troféu de melhor jogador do mundo, num ano em que conquistou …

Região

Um ano depois da morte de cinco peregrinos, ainda não há despacho final

Um ano depois do acidente em Coimbra que provocou a morte de cinco peregrinos, ainda não há despacho final do Ministério Público no processo em que o condutor está indiciado

Última Hora

“Festival Forte 2018”: 9 detenções e 729 doses de droga apreendidas

O Comando Territorial de Coimbra, através do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, entre o dia 30 de agosto e 2 de setembro,…

Última Hora

Monchique: Proteção Civil admite “outras causas que não negligência”

O comandante operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil admite que, na origem do incêndio que deflagrou no início do mês em Monchique, haja “outras causas que não a negligência