Consumos de álcool, tabaco e droga aumentaram nos últimos cinco anos

Consumos de álcool, tabaco e droga aumentaram nos últimos cinco anos

Os consumos de álcool e tabaco e de substâncias psicoativas ilícitas, principalmente ‘cannabis’, aumentaram nos últimos cinco anos em Portugal, …

… segundo um estudo do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD) hoje divulgado.

“Verificamos uma subida das prevalências dos consumos de álcool e tabaco e de uma qualquer substância psicoativa ilícita (marcada, essencialmente, pelo peso do consumo da cannabis na população entre os 15 e os 74 anos, entre 2012 e 2016/17, revela o “IV Inquérito Nacional ao Consumo de Substâncias Psicoativas na População Geral, Portugal 2016/17”.

O estudo visou estimar as prevalências dos consumos de substâncias psicoativas lícitas (álcool, tabaco, medicamentos – sedativos, tranquilizantes e/ou hipnóticos, e esteroides anabolizantes), e ilícitas (cannabis, ecstasy, anfetaminas, cocaína, heroína, LSD, cogumelos mágicos e de novas substâncias psicoativas), bem como das práticas de jogo a dinheiro.

Segundo o estudo, o consumo de álcool apresenta subidas das prevalências ao longo da vida, quer entre a população total (15-74 anos) quer entre a população jovem adulta (15-34 anos), e entre homens e mulheres.

O consumo do tabaco apresenta uma ligeira subida da prevalência ao longo da vida, que, segundo o relatório, “se deve sobretudo ao aumento do consumo entre as mulheres”.

Nos medicamentos, terceira substância mais consumida na população total, as prevalências descem, refere o inquérito, que foi iniciado em 2001, tendo sido replicado em 2007, 2012, e em 2016/2017, que envolveu uma amostra de 12 mil inquiridos, representativa da população geral entre os 15 e os 74 anos.

O estudo verificou também uma subida de 8,3% em 2012, para 10,2% em 2016/17, nas prevalências do consumo de substâncias psicoativas ilícita

Registaram-se subidas em ambos os géneros quando considerada a população total, uma descida entre os homens e uma subida entre as mulheres jovens adultas.

“Estas são as tendências que se verificam na ‘cannabis'”, a substância ilícita com maior peso, observam os resultados provisórios do estudo.

Os dados apontam também uma subida ligeira do consumo de cocaína na população total, embora desça entre a população jovem adulta.

As anfetaminas apresentam uma prevalência de consumo ao longo da vida igual à registada em 2012 na população total, tendo descido nos homens e aumentado nas mulheres.

Este consumo desce na população jovem adulta, embora tenha subido de 0,2% para 0,4% entre as mulheres.

O consumo de heroína também se manteve face a 2012, enquanto nas restantes substâncias consideradas há uma descida das prevalências de consumo ao longo da vida.

 

Sobre a idade média de início do consumo, verificou-se que o consumo do primeiro cigarro e da primeira bebida alcoólica é o que apresenta uma média de idades mais baixa (17 anos).

O consumo regular de tabaco e de ‘cannabis’ surge, em média, aos 18 anos, enquanto o dos medicamentos e dos esteroides anabolizantes aos 40 e 33 anos, respetivamente.

Comparativamente a 2012, verifica-se uma idade média de início de consumo mais tardia para o álcool, tabaco, medicamentos, anfetaminas, heroína, LSD e cogumelos alucinogénios.

Relativamente às durações dos consumos, observa-se que o álcool é a que apresenta uma maior duração média (25/26 anos), seguindo-se o tabaco, acima dos 20 anos.

Entre as substâncias ilícitas, a duração média dos consumos atuais é superior na ‘cannabis’ e na cocaína, em torno dos 15 anos.

lusa.pt

Previous Município de Oliveira do Hospital apoia alunos no regresso às aulas
Next Região: Colisão entre pesado e ligeiro provocou um morto

Artigos Relacionados

Última Hora

 Suspeito de atear fogo em Oliveira do Hospital ficou em prisão preventiva

  A Polícia Judiciária através da Diretoria do Centro, com a colaboração da Proteção Civil da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e da GNR, deteve um homem pela presumível

Informação

Polícia previne atentados terroristas na Feira de S. Mateus

A 624ª edição da Feira de S. Mateus vai ter, este ano, a presença de agentes da GNR e PSP com armamento anti-terrorismo. De acordo com o Jornal do Centro,

Última Hora

Helena Correia, investigadora na área das microalgas, é convidada do Espaço BLC3- Ciência no Interior

Em mais um Espaço BLC3 – Ciência no Interior, a conversa hoje acontece com Helena Correia, investigadora ligada ao projeto das microalgas.

Região

Centro de Saúde de Canas de Senhorim assaltado

O Centro de Saúde de Canas de Senhorim, em Nelas, foi assaltado na madrugada desta quinta-feira, 30 de agosto, onde foi roubado um cofre.

Informação

Bombeiros de Lagares da Beira comemoram 72º aniversário

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira comemora, no próximo dia 3 de junho, o seu 72º aniversário.

Informação

Abril com vento, descida da temperatura e neve

As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) indicam que a precipitação está de regresso um pouco por todo o país e o vento vai soprar com

Informação

Câmara de Seia angaria 18 mil euros em conta solidária de apoio às vítimas dos incêndios

A Câmara Municipal de Seia anunciou hoje que angariou cerca de 18 mil euros numa conta bancária criada para apoiar as vítimas do concelho que foram atingidas pelos incêndios dos

Última Hora

Reconstrução de casas é a prioridade em São Gião, Oliveira do Hospital

A recuperação das quase 30 habitações que arderam na freguesia de São Gião, Oliveira do Hospital, é a prioridade da Junta de Freguesia,…

Informação

Pena suspensa para ex-bombeiro de Condeixa-a-Nova acusado de atear fogos

O Tribunal de Coimbra condenou ontem um ex-bombeiro de Condeixa-a-Nova acusado de atear vários fogos entre março e maio de 2015 a quatro anos de prisão com pena suspensa na

Região

Proteção Civil prevê um “dia de muito trabalho” no combate aos fogos

No primeiro ponto de situação realizado, esta manhã, pela Proteção Civil, Patrícia Gaspar, adjunta de operações da Proteção Civil, revela que há seis incêndios ativos que causam as “maiores preocupações”.

Informação

Inscrições abertas para o concurso 3R_NATAL_Ambiental 2017

Estão abertas até 30 de novembro, as inscrições para o concurso de decoração de natal, “3R_NATAL_Ambiental 2017”, promovido pelo Município de Oliveira do Hospital.

Região

Mosteiro de Lorvão na Rota das Abadias Cistercienses

O Presidente da Câmara Municipal de Penacova, Humberto Oliveira e a representante da Carta Europeia de Sítios e Abadias Cistercienses, Irene Bien, descerraram, no passado dia 1 de junho,…