CIM investe um milhão de Euros para afirmar região de Coimbra como destino turístico

CIM investe um milhão de Euros para afirmar região de Coimbra como destino turístico

A Comunidade Intermunicipal da Região (CIM) de Coimbra vai avançar com um plano de afirmação turística da região. A medida foi anunciada ontem,…

… na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, onde decorreu uma reunião de análise a uma primeira proposta de valorização integrada do produto turístico dos 19 municípios.

No novo programa – a proposta ainda vai ser analisada em Conselho Intermunicipal –  a CIM da região de Coimbra conta investir cerca de um milhão de Euros, apoiados por fundos comunitários, num período de dois anos. João Ataíde, presidente da CIM e autarca da Figueira da Foz explicou que o caminho passa por identificar os produtos turísticos que “são relevantes” e que “podem agregar e integrar a região”, com particular enfoque para o “turismo cultural, gastronomia, náutico, património e romanização”. O objetivo é de afirmar a região de Coimbra “enquanto destino turístico”  e potenciar uma “maximização homogénea de toda a região”. “No fundo é criar território”, especificou.

José Carlos Alexandrino, presidente da Câmara de Oliveira do Hospital e vice-presidente da CIM notou o facto de atualmente os grandes centros urbanos, como Coimbra, terem “um número muito elevado de visitantes”, para verificar que o que se pretende, “em termos de coesão territorial”, é atrair os turistas aos restantes municípios. No âmbito do programa, ontem, apresentado deverá ser criado um “plano de mobilidade” que possibilite a circulação dos turistas por toda a região. “Somos uma região importante. Precisamos de ter um plano”, referiu José Carlos Alexandrino que espera que “este dinheiro seja rentabilizado e alavanque a nossa parte turística”.

Na hora de apresentar um novo programa destinado a afirmar a região como destino turístico, o presidente da CIM voltou a defender a construção do IC6 até à Zona Industrial de Oliveira do hospital. “São escassas dezenas de quilómetros que valorizam muito a região e em particular a Oliveira do Hospital”, referiu João Ataíde.

Previous Eptoliva festejou 25 anos de ensino profissional
Next Detido com sete armas diferentes após queixa de violência doméstica na Figueira da Foz

Artigos Relacionados

Informação

Seia: Feira do Queijo Serra da Estrela com inscrições abertas

A Câmara Municipal de Seia realiza, na altura do Carnaval, mais uma edição da Feira do Queijo. A 42ª Feira do Queijo decorre, como vem sendo habitual, ao longo de

Informação

Abril com vento, descida da temperatura e neve

As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) indicam que a precipitação está de regresso um pouco por todo o país e o vento vai soprar com

Informação

Ensino Superior Público em Coimbra com mais vagas

O Ensino Superior de Coimbra apresenta, este ano, 5 675 vagas, mais 199 do que em 2017, aumento que está relacionado com o despacho governamental…

Desporto

Calendário desportivo de fim-de-semana

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) vai receber, este domingo, dia 28 de janeiro, o Ançã. O jogo, a contar para a 16ª jornada do Campeonato da Divisão

Última Hora

Aveiro : Mulher morre ao cair em poço

Uma mulher cuja idade ainda não foi possível apurar morreu, na manhã desta sexta-feira, depois de cair no interior de um poço localizado no Lugar da Limeira em Oliveira do

Última Hora

Ministro da Administração Interna diz que IP3 é “uma grande prioridade”

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, admitiu ontem, no XVI Congresso da Associação Nacional de Freguesias, que é “uma grande prioridade” resolver o problema do Itinerário Principal (IP) 3,