Centro de Interpretação das Ruínas Romanas da Bobadela recebeu oito mil visitas em apenas um ano
18 Abril, 2019 1259 Views

Centro de Interpretação das Ruínas Romanas da Bobadela recebeu oito mil visitas em apenas um ano

image_pdfimage_print

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que hoje se assinala, está a ser comemorado no Centro de Interpretação das Ruínas Romanas da Bobadela, …

… no concelho de Oliveira do Hospital. O espaço que hoje celebra o primeiro aniversário já ultrapassou as oito mil visitas, afirmando-se como importante referência cultural do concelho.

O Centro de Interpretação das Ruínas Romanas da Bobadela construído em 2007 nunca chegou a cumprir a sua missão, acabando pelo contrário por apresentar sinais de grande degradação que obrigaram à recuperação do espaço, a que se sucedeu o trabalho de musealização e interpretação do legado romano na Bobadela, conhecida como “Splendidissima civitas”. O investimento rondou os 250 mil euros.

Esta  manhã, a participar na sessão de abertura do I Colóquio Terras de Ulvária, o presidente do Município de Oliveira do Hospital referiu que, desde que chegou à liderança da autarquia, “houve sempre uma grande preocupação” com a Bobadela. “Todos percebemos que a Bobadela é uma jóia da coroa que Oliveira do Hospital tem, mas era uma jóia adormecida. A jóia só por si própria não se vende”, afirmou José Carlos Alexandrino, notando que foi preciso “dar-lhe uma dimensão diferente”. Segundo o autarca houve a oportunidade de aceder a “a algumas verbas do Centro 2020” e desde a abertura do Centro de Interpretação, há um ano, o espaço já atingiu as oito mil visitas, que era um objetivo da candidatura.

Para o autarca oliveirense a cultura é “muito importante” e reconhece a que a sua equipa “tem feito um trabalho fantástico”.

Sobre o estado em que herdou o Centro Interpretativo, José Carlos Alexandrino não deixou de considerar que “o mais fácil é fazermos casas e deixá-las abandonadas”. “Foi preciso recuperá-la”, afirmou, destacando o trabalho da Arquehoje.

Agora o Centro Interpretativo tem condições de musealização das peças recolhidas por ocasião de escavações, mas algumas delas encontram-se no Museu Machado de Castro. “Já fizemos reuniões para recuperar aquilo que é nosso. As peças são da Bobadela e devem regressar”, referiu, notando que agora esse assunto não é o mais importante. Entre os objetivos do município está uma melhoria do Museu Municipal Dr. António Simões Saraiva.


“Há aqui ainda um caminho para andarmos”, partilhou o autarca, aludindo às obras “que não estão a correr bem” da casa Amarela, localizada junto ao Arco Romano e que pretende converter numa espécie de residencial para acolher especialistas ligados à área de romanização e para realização de novas escavações, no âmbito de protocolo com universidades portuguesas e estrangeiras. Entre os objetivos do autarca está também a criação de um museu do Queijo Serra da Estrela  num trabalho de complementaridade com o  Museu do Azeite na Bobadela , sempre com a preocupação de interligar os importantes espaços históricos e culturais do concelho, como sendo a Igreja Moçárabe de Lourosa e a Capela dos Ferreiros. O objetivo é usar a cultura como “promotora do turismo no concelho de Oliveira do Hospital”, referiu.

Presente no colóquio onde foi recriada a figura de Júlia Modesta, sacerdotisa da Splendidissima Civitas de Bobadela, a diretora regional da Cultura do Centro, Suzana Menezes, Partilhou a “grande alegria” por marcar presença num espaço “onde a Direção Regional de Cultura investiu muito do seu saber e do seu apoio técnico”, num processo liderado pelo Município oliveirense. Na opinião da responsável, a este património “que era relevante, faltava-lhe esta dimensão de interpretação do território e de proximidade às histórias que estas pedras guardam”. Para Suzana Menezes, “o dia de hoje assinala o trabalho muito intenso de todos os organismos e muitos investigadores”. “Na prática representa o culminar de anos de processo de investigação, que é agora devolvido à comunidade científica e público em geral”.

Fruto da musealização e interpretação das peças “há agora uma proximidade e ligação afetiva às histórias que aqui são guardadas”, referiu a responsável, apreciando o “empenhamento” do município oliveirense, que “fez um investimento bastante significativo”.

Previous Centro de Portugal com milhares de turistas no fim de semana da Páscoa
Next 'Guitarra Chillout' ecoa 45 anos de Liberdade na Pampilhosa da Serra

Artigos Relacionados

Informação

Luis Cruz, uma nova voz no panorama musical nacional

Luís Cruz este na Boa Nova e falou dos seus trabalhos,dos espectáculos e concertos e as expectativas que tem para o futuro Tudo para ouvir em entrevista com Albino José,

Nacional

Temperatura vai subir já amanhã

Nos próximos dias e já a partir de amanhã, sexta-feira, é esperada uma pequena subida de temperatura. Doze distritos vão estar sob “aviso amarelo”.

Última Hora

Montemor-o-Velho: GNR apreende arma de fogo

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Montemor-o-Velho, apreendeu ontem, dia 21 de novembro, uma arma de fogo, na localidade de Catarruchos,

Sociedade

Neve coloca cinco distritos sob Aviso Amarelo

Cinco distritos do continente estão hoje sob ‘Aviso Amarelo’ devido à previsão de queda de neve acima dos mil metros de altitude.

Última Hora

PSD acusa presidente da Câmara de “falsear” os oliveirenses sobre o IC6

O PSD de Oliveira do Hospital não poupa o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, e o seu executivo sobre a “festa” em volta da

Região

GNR apreendeu armas, munições e cannabis em Celavisa, Arganil

O Comando Territorial de Coimbra da GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal da Lousã e do Posto Territorial de Arganil,…

Informação

Região: PJ desmantelou unidade de produção artesanal de estupefacientes

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Centro, deteve um homem, desempregado, presumível autor da prática de um crime de tráfico de estupefacientes.

Sociedade

Trabalhadores de ‘call center’ da EDP de Seia em greve

Os trabalhadores do ‘call center’ da EDP de Seia, distrito da Guarda, estão hoje em greve para reclamar aumentos salariais à empresa de trabalho temporário que os contratou.

Região

Irmãos espancaram jovem em Coimbra

Um jovem de 24 anos foi, ontem de manhã, brutalmente agredido com pontapés na cabeça por dois homens, em Coimbra,…

Última Hora

Líder de rede internacional de pedofilia em Águeda começa a ser julgado

Um homem acusado de 583 crimes de abuso sexual de crianças e de 73.577 de pornografia de menores, e que, desde Águeda, liderava uma alegada rede internacional de pedofilia, começa

Última Hora

Região: PJ deteve um homem suspeito de tentar matar o irmão

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e deteve um homem com 47 anos de idade, …

Última Hora

Detido com sete armas diferentes após queixa de violência doméstica na Figueira da Foz

A PSP deteve esta segunda-feira, na Figueira da Foz, um homem de 41 anos pela posse de várias armas proibidas.