CDS-PP vai estar ausente da cerimónia do feriado municipal de Oliveira do Hospital

CDS-PP vai estar ausente da cerimónia do feriado municipal de Oliveira do Hospital

A Comissão Política concelhia do CPS-PP de Oliveira do Hospital informou, hoje, que o partido não se vai fazer representar na cerimónia comemorativa do feriado municipal,…

… no dia 7 de outubro, vincando assim a sua oposição à atribuição da medalha de Ouro à presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa.

Em comunicado, a concelhia do partido que é presidida por Nuno Alves, recorda a “posição de rejeição incondicional à atribuição do título” que foi demonstrada pelo deputado Rafael Dias em reunião da Assembleia Municipal, considerando que “tamanha ofensa à dignidade dos Oliveirenses não pode merecer outra resposta que não o boicote a tal ode à inoperância e incompetência”.

A estrutura concelhia do CDS-PP diz que é “do conhecimento público a mácula com que está marcado o processo de reconstrução anómalo liderado pela CCDRC dada a redundância grotesca dos seus resultados práticos: zero casas reconstruídas”. “Pautando-se pela exclusão das empresas de construção oliveirenses do processo que viram ser-lhes passado um autêntico atestado de incompetência, e que ainda ganham o epíteto de ignorantes pelo Presidente do Município, como se pode pois renascer se importamos serviços de empresas longínquas que agora acabam a sub-contratar os serviços das nossas empresas, ao invés de auxiliar os nossos empresários injetando dinheiro na economia local, criando postos de trabalho”, sustenta em comunicado.

Entende o CDS-PP que “se esperava” mais do presidente da Câmara, no sentido de reivindicar estas adjudicações para as nossas empresas, não podia ter aceitado menos, pois menos é lesar o interesse oliveirense”. “Não houve qualquer tipo de pressão pública, não houve nenhum processo reivindicativo, nem um simples comunicado escrito de condenação e discordância e, sobretudo, demarcação dos atos incompetentes perpetrados por esta CCDRC que tem zero casas reconstruídas a seu cargo no nosso concelho. Pelo contrário, parece haver uma cumplicidade imaculada entre o Sr. Presidente do Município e a Sra. Presidente daquela instituição que culminam, pasme-se, numa atribuição da medalha de ouro do nosso concelho à referida senhora”, defende em comunicado.

Conclui o CDS-PP que o presidente do Município “prefere a defesa do interesse do Partido Socialista, que é como quem diz da presidente da CCDRC, bem como do governo socialista em detrimento dos oliveirenses que o elegeram”.

No mesmo comunicado, o CDS-PP refere que “reconstrução total não é reabilitação ou requalificação, reconstrução total implica a destruição total de determinada habitação, tendo portanto valores sempre superiores a 25.000”. “Podemos portanto constatar que até data, e volvido quase um ano, não houve efetivamente qualquer tipo de obra concluída, ao contrário das 48 casas requalificadas apontadas pelo Sr. Presidente da Câmara, tendo inclusive publicamente reconhecido, que não há possibilidade de cumprimento do prazo de 31 de Dezembro de 2018 avançado pela CCDRC”, refere.

“Em coerência com os seus princípios, e em solidariedade com os ainda desalojados”, o CDS-PP entende que não pode estar presente em tão “despropositada homenagem”.

Previous Oliveira do Hospital comemora Feriado Municipal no dia 7 de outubro
Next Aveiro: Homem detido por “Card Sharing”

Artigos Relacionados

Informação

Vários concelhos da Guarda e Viseu com falhas de energia elétrica

Os concelhos de Figueira de Castelo Rodrigo e Aguiar da Beira, na Guarda, e Tarouca, Lamego, Tabuaço, São João da Pesqueira e Sernancelhe, em Viseu, …

Última Hora

Município de Oliveira do Hospital vai requalificar Bairro Social João Rodrigues Lagos

O Município de Oliveira do Hospital já aprovou os procedimentos concursais para a reabilitação do Bairro Social João Rodrigues Lagos.

Destaque

Feira do Porco e do Enchido volta a animar Meruge

Foi dado o pontapé de saída para a 14ª edição da Feira do Porco e do Enchido de Meruge, que decorre dia 13 de Novembro no emblemático cenário da Laje

Informação

Duas pessoas afogadas numa barragem e num poço na região Centro

Dois homens morreram ontem afogados num poço e numa barragem, nos concelhos da Meda e de Abrantes.

Destaque

Agricultores afetados pelos fogos de outubro só recebem vales postais na quarta-feira

Afinal, os agricultores afetados pelos incêndios de outubro só recebem os vales postais com as devidas indemnizações até cinco mil Euros na quarta-feira, dia 10 de janeiro.

Informação

Colisão com camião faz três feridos na Covilhã

Ao início da tarde de hoje, três pessoas ficaram feridas na sequência de uma colisão entre um veículo pesado de mercadorias e um ligeiro de passageiros na Covilhã.

Destaque

Oliveira do Hospital é o terceiro município do distrito de Coimbra com melhor desempenho financeiro

Oliveira do Hospital é o terceiro município do distrito de Coimbra com melhor desempenho financeiro, revelou em novembro a Ordem dos…

Última Hora

Coimbra: Alojamento estudantil com 349 quartos aprovado

A Câmara Municipal de Coimbra aprovou ontem um empreendimento privado com 349 quartos para estudantes, na Baixa, que em outubro tinha sido chumbado por toda a oposição.

Informação

Acidente no IP3 provocou seis feridos

Seis pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um acidente que ocorreu no IP3, no concelho de Tondela, obrigando ao corte da via nos dois sentidos, disse o Centro Distrital

Região

EPTOLIVA novamente distinguida na 12ª Mostra Nacional de Ciência

Com o projeto “NATURALMENTE – Etnobotânica da Beira Serra e Empreendedorismo” na área científica de Bioeconomia, desenvolvido pelos alunos: Rute Pegado, Andreia Dias e…

Informação

Leiria: Casal encontrado morto com ferimentos de bala

Um homem e uma mulher, que se presume serem marido e mulher, foram encontrados sem vida em casa, em Monte Real, em Leiria.

Sociedade

Luís Lagos, deputado do CDS na Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, denunciou hoje uma “inversão” do clima democrático no concelho

Luís Lagos, deputado do CDS na Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, denunciou hoje uma “inversão” do clima democrático no concelho, conseguido há 8 anos com a eleição de José