Homem de 70 anos morre em jogo de “futebol a andar” em Miranda do Corvo

Um homem com cerca de 70 anos morreu hoje em Miranda do Corvo, distrito de Coimbra, quando praticava desporto num torneio de “futebol a andar” para seniores.

A vítima disputava um jogo, cerca das 11h40, num torneio promovido pela Universidade Sénior da Fundação ADFP.

O homem foi assistido por uma equipa dos bombeiros voluntários presentes no local e ainda por equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), que atestou o óbito no local.

A vítima integrava a equipa da Universidade Sénior de Rio de Mouro, Sintra.




Linha da Beira Alta cortada entre Guarda e Vilar Formoso devido a incêndio

A circulação ferroviária na linha da Beira Alta, entre a Guarda e Vilar Formoso, está cortada, não se conseguindo prever ainda quando poderá ser normalizada. Em causa está um incêndio que provocou danos estruturais. 

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, estava agendada uma intervenção na linha, no apeadeiro de Gata, para a manhã desta quinta-feira. Porém, um equipamento da empresa que realizava as obras de manutenção incendiou-se.

As chamas acabaram por se alastrar à catenária – sistema de distribuição e alimentação elétrica aérea – e, apesar de o fogo já estar extinto, há danos estruturais que têm de ser reparados pelas Infraestruturas de Portugal.

Do incidente não há feridos a registar.




Administração Regional de Saúde garante dois novos médicos para Mortágua

A Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) garantiu hoje que, na próxima semana, dois novos médicos…

… começarão a trabalhar no Centro de Saúde de Mortágua.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a ARSC refere que “o Centro de Saúde de Mortágua regista atualmente a falta de três médicos de Medicina Geral e Familiar”, dois dos quais por baixa e um por licença de paternidade.

“No sentido de garantir a assistência aos seus utentes, a ARSC está a contratar dois novos médicos que iniciarão funções já na próxima semana, aguardando-se, entretanto, o regresso do clínico de licença de paternidade em março”, acrescenta.

Hoje, os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Viseu mostraram-se preocupados com a falta de médicos no centro de saúde de Mortágua.




Deputados do PSD preocupados com falta de médicos em Mortágua

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Viseu mostraram-se hoje preocupados com a falta de médicos no centro de saúde de Mortágua,…

… que tem levado ao cancelamento de consultas.

Numa pergunta dirigida ao Ministério da Saúde, os deputados contam que, numa reunião realizada recentemente com profissionais do centro de saúde, constataram que “existe um grave problema no acesso às consultas de medicina familiar por falta de médicos”, desde novembro de 2019.

“Dos seis médicos existentes no quadro, apenas três se encontram em serviço e, mesmo esses, encontram-se com redução de horário de trabalho”, explicam em comunicado enviado à Rádio Boa Nova.

No seu entender, “esta falta de médicos e a incapacidade da direção do ACES (Agrupamento de Centros de Saúde) do Baixo Mondego para solucionar esta insuficiência levaram ao cancelamento de todas as consultas programadas, exceto para mulheres grávidas e crianças com menos de dois anos”.

Segundo os deputados Pedro Alves, Fernando Ruas, Carla Borges e António Lima Costa, verificou-se também o encerramento da extensão de saúde de Espinho e a redução do horário de funcionamento.

“Trata-se, portanto, de uma situação intolerável que coloca em causa a prestação de cuidados de saúde primários a uma população de mais de dez mil utentes”, sublinham

Por considerarem que se trata de um “problema muito grave que exige uma rápida resolução”, os deputados perguntam à ministra da Saúde “que medidas pretende tomar para resolver de imediato esta situação”.




Grupos de Ação Local da Região Centro manifestam apreensão com dinâmicas regionais

A Comissão Regional do Centro dos GAL – Grupos de Ação Local, criada no âmbito da Federação Minha Terra, reuniu em Cantanhede no passado dia 14 de fevereiro, com o objetivo de reforçar o trabalho conjunto,…

…efetuar o ponto de situação da implementação do DLBC e perspetivar as intervenções futuras no sentido de dar expressão a esta iniciativa de apoio ao desenvolvimento dos territórios rurais da Região Centro.

Manifestando extrema preocupação pelos atrasos verificados ao nível da execução das medidas de apoio ao desenvolvimento local, em particular os incentivos ao tecido empresarial da Região Centro, no que respeita aos pagamentos aos promotores com projetos aprovados, os GAL assumiram total empenho em trabalhar, conjuntamente com os parceiros locais, no sentido de ser alcançado, até ao final de 2020, um compromisso de 100% dos recursos financeiros alocados às respetivas estratégias e destinados à modernização do tecido económico e empresarial e a apoiar pequenos investimentos nas explorações agrícolas, na transformação e comercialização e na diversificação de actividades

Para tal, é fundamental que as Autoridades de Gestão, nomeadamente a CCDRC, autorizem a abertura dos Avisos de Concurso, promovam a simplificação e agilizem os procedimentos inerentes aos processos de aprovação e contratualização dos projetos, bem como sejam céleres no pagamento das ajudas aos Promotores, de forma a ultrapassar as dificuldades existentes, devolvendo assim a confiança e a expressão a uma intervenção de proximidade e de forte ligação aos territórios.

Os GAL reconhecem ainda a importância das novas intervenções territorializadas apresentadas recentemente pelo Governo, nomeadamente o Programa + CO3SO Emprego, o qual irá conferir uma nova dinâmica na aplicação dos apoios públicos, sobretudo nos territórios de baixa densidade.

Não obstante esta perspectiva, expressam a sua profunda apreensão quanto ao facto de alguns territórios – que não se localizam em baixa densidade- ficarem à margem de qualquer apoio no âmbito destas novas intervenções, situação que deverá ser corrigida sob pena de não existirem condições para a implementação das estratégias destes GAL.

Salientando a relevância de criação de uma medida especifica de apoio à empreendedorismo social que permitirá estimular o emprego e o pequeno investimento nas Instituições da Economia Social, e que há muito vem sendo reivindicada pelos GAL, demonstram a sua total disponibilidade para dinamizar a implementação da medida junto das IPSS dos respectivos territórios, apoiando os Beneficiários no sentido de promover o sucesso destas ajudas no reforço da efectiva coesão social da Região Centro.

Os 24 GAL rurais assumem-se como Organizações de proximidade, representativas de centenas de parceiros locais dos territórios, com larga experiência de cooperação na implementação das abordagens LEADER e das respectivas estratégias de desenvolvimento territorial.




Tondela: Incêndio desaloja mãe e filho

Um incêndio numa habitação na última madrugada fez dois desalojados em Carvalhal, no concelho de Tondela.

Segundo informações do Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu, o fogo ocorreu na sala da casa, que ficou sem condições de ser habitada por ter ficado cheia de fumo.

O alerta para o incêndio foi dado às 2h46 da manhã. Os dois habitantes da moradia são uma mulher, de 75 anos, e o filho, de 46.

Para o combate às chamas, foram mobilizados 17 operacionais dos Bombeiros de Tondela, apoiados por quatro carros.

Fonte: Jornal do Centro




Coimbra: GNR registou 589 infrações e 85 acidentes na última semana

Na semana de 11 a 17 de fevereiro, o Comando Territorial de Coimbra da GNR registou 589 infrações e procedeu a 22 detenções em flagrante delito no âmbito…

… de um conjunto de  operações, que visaram a prevenção  e o  combate à criminalidade violenta, bem como a fiscalização rodoviária. A GNR registou 85 acidentes nas estradas do distrito.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a GNR destaca entre as 589 infrações detetadas, 44 por falta de inspeção periódica obrigatória, 24 relacionadas com tacógrafos, 11 por excesso de velocidade, 32 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 17 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças,  15 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e igual número por falta de seguro de responsabilidade civil.

Dos 85 acidentes registados, a GNR adianta que resultaram dois feridos graves e 27 feridos leves.

Na mesma semana de operação, de 11 a 17 de fevereiro, as autoridades procederam a 22 detenções em flagrante delito, destacando 11 por condução sob o efeito do álcool, cinco por furto, duas por condução sem habilitação legal e uma por tráfico de estupefacientes.

Foram apreendidas oito doses de cocaína, três doses de canábis, duas doses de heroína, uma dose de haxixe, dois gramas de liamba e um veículo.

No âmbito da fiscalização geral, a GNR emitiu 35 autos de contraordenação: 23 na área da legislação da proteção da natureza e do ambiente e 12 no âmbito da legislação policial.

Na última semana, as autoridades realizaram ações de sensibilização de âmbito florestal, “Internet Segura”, Operação Pirotecnia, “Violência não é opção”, “Violência no namoro”, “Guarda por um Dia”, “Idosos em Segurança” e “Violência no meio escolar”.




IEFP e Turismo Centro de Portugal lançam curso formativo de Técnico de Comunicação e Marketing Digital em Turismo

O IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional e o TCP – Turismo Centro de Portugal apresentaram ontem, numa conferência de imprensa, em Aveiro, um novo percurso formativo em Técnico de Comunicação e Marketing Digital em Turismo (Centro de Portugal).

Segundo comunicado enviado à Rádio Boa Nova, este percurso formativo do IEFP decorrerá em várias localidades da Região Centro e resulta do trabalho de colaboração entre as duas instituições, na sequência da celebração de um Protocolo de Colaboração, em março de 2018.

A conferência de imprensa teve lugar no Centro de Formação de Aveiro do IEFP e contou com as presenças de António Alberto Costa, delegado regional do IEFP, e Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

Na ocasião, António Alberto Costa realçou a importância do protocolo. “Numa altura em que o Turismo se constitui como uma das principais atividades económicas do país, assumem importância acrescida a qualificação e competências de quem trabalha nesta atividade. Com este curso, pretende-se tornar a atividade turística cada vez mais aliciante para os jovens licenciados, ou com o 12.º ano”, sublinhou. “No IEFP, queremos continuar a criar novas oportunidades, antecipando novas profissões e novos negócios, e apostar na aprendizagem ao longo da vida, possibilitando múltiplos trajetos para os profissionais”, acrescentou.
Pedro Machado destacou os números recentes do INE, que comprovam que em 2019 se ultrapassou, pela primeira vez, a barreira de 7 milhões de dormidas no Centro de Portugal. “Este processo de crescimento consolidado da região coloca novos desafios. O aumento da procura traz novos viajantes, que têm preocupações diferentes, como diminuir a sua pegada ecológica ou imergir nas culturas locais. Procuram também produtos turísticos diferentes, como o enoturismo, o turismo espiritual ou o turismo LGBT. Para dar resposta a estas novas solicitações, precisamos de profissionais disponíveis para esta procura, que sejam qualificados e que tenham um mix de competências”, defendeu Pedro Machado. “Este novo curso formativo responde a esta necessidade e vem, por outro lado, ao encontro de outro desafio, que é o da valorização das profissões associadas ao Turismo. É exigência do Turismo Centro de Portugal que se pague um valor justo a quem trabalha nesta área”, disse ainda Pedro Machado.

A duração total do percurso formativo em Técnico de Comunicação e Marketing Digital em Turismo (Centro de Portugal) é de 600 horas: 300 horas de Formação em Sala e 300 horas de Formação Prática em Contexto de Trabalho.A Formação em Sala decorrerá em instalações identificadas pelos Centros de Emprego e Formação Profissional de Aveiro, Leiria, Viseu e Centro de Emprego da Covilhã. A formação decorre em regime laboral (8h00 às 20h00), a tempo parcial, com uma carga horária semanal máxima de 28 horas.
O plano de estudos é composto por quatro módulos, a saber: “O Turismo em Portugal” (25 horas), “Comunicação em Língua Estrangeira” (100 horas), “Atendimento e Serviço ao Cliente” (100 horas) e “Comunicação e Marketing Digital” (75 horas).

A Formação Prática em Contexto de Trabalho será assegurada através de parcerias que permitam e potenciem o reforço da capacitação dos formandos, mobilizando as entidades empregadoras neste projeto, que tem como fim último a empregabilidade dos formandos. Esta componente terá uma carga horária semanal máxima de 35 horas. As entidades que recebam os formandos em contexto laboral podem beneficiar posteriormente de programas de apoio ao emprego do IEFP, nomeadamente Estágios Profissionais e Contrato Emprego.




Moimenta da Beira: Criança de 12 anos morre de doença súbita na escola

Uma menina de 12 anos morreu na manhã de terça-feira, no início de uma aula de educação física, no pavilhão da Escola Secundária de Moimenta da Beira, vítima de “uma paragem cardiorrespiratória”.

Segundo o comandante dos Bombeiros, José Alberto Requeijo, os bombeiros voluntários foram acionados para um episódio de epilepsia, que era histórico da jovem. “Já tinha acontecido outras vezes e a menina andava inclusivamente a ser acompanhada pela especialidade”, adiantou o comandante.

José Alberto Requeijo conta que a equipa de emergência que chegou “viu as funcionárias e professora em pânico, já a tentarem fazer as manobras de suporte básico”.

A adolescente entrou em paragem cardiorrespiratória que ainda chegou a ser revertida com a ajuda da SIV quando se aplicou a DAE.

A menina foi ainda transportada para as urgências de Moimenta da Beira enquanto se esperava pelo helicóptero de Viseu.

Já na urgência uma repetição de paragem cardiorrespiratória fez com que o óbito fosse ali declarado.

O comandante dos bombeiros afirmou ainda que “hoje todos os meios foram acionados rapidamente”.

Estiveram no local quatro operacionais acompanhados por duas ambulâncias, INEM e um helicóptero.




Mêda: Homem de 80 anos morre em acidente com trator agrícola

Um homem com 80 anos morreu ontem na sequência do despiste de um trator agrícola no concelho de Mêda, no distrito da Guarda.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, o acidente ocorreu pelas 18h40, num terreno agrícola do lugar da Cornalheira, situado próximo da aldeia de Fontelonga, no concelho de Mêda.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Mêda, José Lemos, referiu à Lusa que o trator “caiu de um patamar com cerca de 20 metros de altura e o condutor ficou debaixo dele”.

O homem foi transportado para o Serviço de Urgência Básica do Centro de Saúde de Vila Nova de Foz Côa, onde o óbito foi confirmado.

José Lemos referiu ainda que as causas do acidente estão a ser investigadas pelo Núcleo de Investigação de Crimes em Acidentes de Viação (NICAV) do Comando Territorial da GNR da Guarda.

Nas operações de socorro estiveram envolvidos sete veículos e 26 elementos, dos Bombeiros Voluntários de Mêda, da GNR e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), indicou o CDOS da Guarda.




GNR  deteve mulher de 41 anos suspeita de tráfico de estupefacientes em Seia

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Seia, deteve no dia 16 de fevereiro, uma mulher com 41 anos,…

… por tráfico de estupefacientes, no concelho de Seia.

Segundo adianta a GNR, “no decorrer de uma ação de fiscalização rodoviária, a suspeita demonstrou nervosismo na abordagem feita pelos militares, pelo que lhe foi efetuada uma busca, tendo sido detetado e apreendido na sua posse: 21 doses de canábis, três doses de liamba, dois telemóveis, 30 euros em numerário, utensílios de corte e acondicionamento de produto”.

A detida foi constituída arguida e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Seia, informa a GNR.




Leiria candidata-se a Cidade Europeia do Desporto em 2022

Leiria vai candidatar-se a Cidade Europeia do Desporto em 2022 porque “respira desporto”, diz o vereador com este pelouro no município, realçando os níveis de atividade física e desportiva no concelho, “ímpares na realidade nacional”.

Na quarta-feira, a cidade lança a candidatura, sob o lema “Leiria é de todos e para todos”, suportada na ideia de que “a atividade física é um eixo prioritário da intervenção municipal desde há largos anos”, explica à agência Lusa Carlos Palheira.

“O desporto tem hoje uma grande expressão no nosso território. Leiria acredita nos valores intrínsecos do desporto e que estes ajudam a criar uma sociedade cada vez melhor. Enfim, Leiria respira desporto”, realça o vereador.

Ser Capital Europeia do Desporto ajudará Leiria a aumentar a “notoriedade e visibilidade em termos nacionais e internacionais” e “projetará tudo o que de bom faz na área do desporto”.

“Estamos a capacitar o concelho com um conjunto de infraestruturas que vão melhorar e aumentar as possibilidades de prática desportiva formal e informal”, frisa Carlos Palheira.

A nível associativo, a atribuição do título em 2022 pode configurar “uma grande oportunidade para mostrar tudo o que de bom se faz cá”.

Segundo o vereador, os principais argumentos da candidatura de Leiria são “o aumento dos níveis de prática da atividade física e desportiva”, sobretudo nas áreas do “desporto para todos e desporto informal”.

“Os níveis de atividade física e desportiva na cidade de Leiria são ímpares, na realidade nacional”, garante Carlos Palheira.

A par disso, assiste-se a um “crescimento em termos absolutos do número de praticantes, do número de clubes, do número de eventos, da diversidade da prática em Leiria, do número de instalações desportivas, da inclusividade da prática”.

Para o responsável municipal, destaca-se “o desporto informal com a sua força, a aptidão natural que Leiria tem denotado para a prática desportiva, em que são reflexo os seus campeões nacionais”.

Na quarta-feira, a cidade lança publicamente a candidatura a Cidade Europeia do Desporto 2022, com o lançamento do questionário de candidatura, que será apresentada posteriormente.

A cerimónia inclui uma festa envolvendo o associativismo desportivo da cidade, simbolicamente incluída na corrida e caminhada semanal “Brisas do Lis Night Run”, que arrancou em 2013.

lusa.pt




Pulseira electrónica para suspeito de violência doméstica

O Comando Territorial de Coimbra, através do Posto Territorial de Souselas, no dia 13 de fevereiro, deteve um homem de 49 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Coimbra.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a GNR refere que “na sequência de uma investigação por violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito agredia a sua companheira, uma mulher de 45 anos e o seu filho menor de 13 anos, intimidando-a com a sua presença”.

Adianta a GNR que “o detido foi presente, no dia 14 de fevereiro, a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal Judicial de Coimbra, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de obrigação de não contactar, por qualquer meio, com a vítima, devendo manter um afastamento num raio não inferior a 500 metros e obrigação de não se aproximar da residência habitada pela ofendida, ambas as medidas monitorizadas através de pulseira eletrónica”.




Município de Seia espera por António Costa na inauguração da Feira do Queijo

O Município de Seia inaugura no próximo sábado, dia 22 de fevereiro, a Feira do Queijo Serra da Estrela, pelas 10h00, com a presença do Primeiro Ministro, António Costa (ainda sujeita a confirmação).

A informação foi avançada pela autarquia senense à Rádio Boa Nova, segundo a qual, às 09h45 acontece a receção na Câmara Municipal, seguindo-se às 10h00, a cerimónia de abertura e visita à Feira do Queijo pelas entidades oficiais.  Às 12h30h, ocorrerá o almoço no conjunto turístico da Quinta do Crestelo, em Seia.

A Feira do Queijo de Seia decorre de 22 a 25 de fevereiro, onde o convite é para degustar o afamado queijo da serra e os produtos locais, conhecer as tradições genuínas e viver o ambiente festivo proporcionado pelo folclore e música tradicional.

O certame, um dos mais antigos da região, conta com a sua 43ª edição e aposta na valorização dos produtos regionais, onde o Queijo Serra da Estrela assume maior protagonismo, mas de que são indissociáveis produtos como o pão, o vinho do Dão sub-região Serra da Estrela, os enchidos, o mel e o azeite.

Aos sabores de montanha, associam-se os valores tradicionais da pastorícia, uma vez mais representados na Quinta do Pastor, mas também na mostra do Cão Serra da Estrela, assegurada pela LICRASE. Na quinta, além da mostra de ovinos, de animais da quinta e da horta com culturas hortícolas e aromáticas, será possível assistir à ordenha da ovelha e realizar-se-á, pela primeira vez, um concurso de ovinos Serra da Estrela do concelho de Seia, promovido em parceria Ancose – Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela.

Numa aliança entre a tradição secular, a criatividade e a inovação, a Feira do Queijo contempla ainda duas masterclass de queijo da serra com vinho, com Cláudio Martins e Tiago Macena, uma prova de azeite comentada pelo azeitólogo Francisco Ataíde Pavão e diversos momentos de cozinha ao vivo, promovidas pelos restaurantes locais.

Paralelamente, num impulso que se pretende incutir na afirmação do setor do Queijo Serra da Estrela, a INOVCLUSTER procederá no decorrer da feira à apresentação do Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro.

Num ambiente de festa e muita animação, onde não faltará a música tradicional, a feira proporciona igualmente oportunidades de degustação, nas tasquinhas, e de compras num leque diversificado de expositores de artesanato e de produtos da terra. Do vasto programa, destaque ainda para o desfile de moda com expositores presentes na feira, com primazia para as capas de burel, acessórios tradicionais e calçado artesanal. As produções ao vivo do Maior Queijo de Ovelha de Seia e do Enchido de Seia são outras das sugestões do programa delineado para os quatro dias.

A Feira do Queijo é promovida pelo Município de Seia, em colaboração com a Associação de Artesãos da Serra da Estrela, a Liga dos Criadores e Amigos do Cão Serra da Estrela (Licrase), a Ancose, a Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede de Aldeias de Montanha (ADIRAM), contando com o apoio do Turismo Centro de Portugal e o patrocínio do Crédito Agrícola Serra da Estrela e do Continente.

O certame abre todos os dias às 10h e termina às 20h, à exceção da 3ª-feira de Carnaval, cujo encerramento será antecipado para as 16h.




PJ deteve suspeito de abusar sexualmente de raparigas em Viseu

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 47 anos suspeito de abusar sexualmente de raparigas com idades entre os 12 e 16 anos, em São João da Pesqueira, Viseu.

Em comunicado, a PJ explica que “os factos suscetíveis de enquadrar os crimes de abuso sexual de crianças e importunação sexual ocorreram ao longo do ano de 2019, nas imediações de estabelecimentos de ensino”, e “visaram essencialmente raparigas menores” que tinham entre 12 e 16 anos.

O homem, que não tem ocupação laboral, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

O suspeito foi identificado e detido pelo Departamento de Investigação Criminal de Vila Real da PJ.

lusa.pt




Nelas: Colisão seguida de capotamento fez um morto

Um homem de 63 anos morreu, esta tarde, na sequência de uma colisão rodoviária na localidade de Algeraz, no concelho de Nelas.

A vítima ficou encarcerada, num primeiro momento, depois da colisão entre um veículo pesado e um ligeiro de mercadorias, que resultou num capotamento.

O acidente aconteceu na Estrada Nacional 231, que se encontra cortada nos dois sentidos, de acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

Cerca das 17h00, o CDOS indicou à agência Lusa que a estrada continuaria interrompida “por tempo indeterminado”.

O alerta para o acidente foi dado às 14h59 e no local estiveram 23 operacionais apoiados por oito viaturas, incluindo elementos das corporações de bombeiros de Nelas e Canas de Senhorim e elementos da GNR.

com lusa.pt




Região: GNR deteve dois homens e uma mulher por vários furtos

O Comando Territorial de Coimbra, através do Posto Territorial de Mira, deteve, ontem dia 16 de fevereiro, dois homens e uma mulher, com idades entre os 17 e os 62 anos, …

… por furtos, na localidade de Mira.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a GNR refere que “a detenção ocorreu após um furto numa residência, presenciado por um vizinho que alertou os militares para a existência de movimentos estranhos no interior daquela habitação”.

“A patrulha foi ao local e abordou três suspeitos que circulavam numa viatura, nas imediações da residência visada, tendo a fiscalização permitido detetar objetos furtados e 80 litros de gasóleo, distribuídos por três recipientes. Foi possível apurar que alguns objetos tinham sido furtados numa residência próxima do local, e que o gasóleo teria sido retirado de dois veículos pesados que se encontravam no interior de uma empresa na zona industrial de Mira. Foi apreendida a viatura e os bens furtados foram entregues aos proprietários”, informa a GNR.

O homem de 62 anos já tinha antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime. Os detidos foram hoje presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo sido aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência.




Pombal: ASAE apreende 50 mil ovos por irregularidades na rotulagem 

 A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), através da Brigada Especializada das Indústrias da Unidade Regional do Centro, realizou, uma operação de fiscalização dirigida a um Centro de Embalamento e de Classificação de Ovos, no concelho de Pombal.

Como resultado da ação foram apreendidos 49.680 ovos, no valor total de 6.056,00 Euros, por irregularidades na rotulagem uma vez que apresentavam na rotulagem a indicação de serem “ovos provenientes de galinhas criadas ao ar livre”, quando, através da rastreabilidade, se veio a apurar que o Modo de Criação dos mesmos tinha sido: “ovos provenientes de galinhas criadas em gaiolas melhoradas”.

Em nota enviada à Rádio Boa Nova, a ASAE refere que foi ainda constatada a alteração da data de postura para aumento do período referente à sua data de durabilidade dos ovos tendo sido instaurado um processo-crime, por fraude sobre mercadorias, em concurso com a infração de natureza contraordenacional de concorrência desleal. Após perícia foi considerado que o produto apresentava qualidade, frescura e valor inferior ao que se encontrava marcado no ovo, não podendo entrar no circuito comercial para consumo.

A ASAE, no âmbito das suas competências, continuará a desenvolver ações de forma a verificar o cumprimento das obrigações legais e a assegurar a segurança alimentar e a saúde pública.




Câmara de Seia promove sessões de esclarecimento sobre limpeza de terrenos e uso do fogo

A Câmara Municipal de Seia, através do Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC), e o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da Guarda Nacional Republicana (GNR)…

…vão realizar sessões de sensibilização nas freguesias do concelho no âmbito da operação “Floresta Segura 2020”.

Segundo nota enviada à Rádio Boa Nova, as ações iniciam-se já na próxima terça-feira, dia 18 de fevereiro, nas aldeias de Vide (14h), Teixeira (15h30), Teixeira de Baixo (16h30) e Alvoco da Serra (18h), e decorrem até 4 de março, totalizando a realização de 30 sessões pelas aldeias do concelho.

No dia 19, as sessões realizam-se em Loriga (14h), Cabeça (15h30) e Sabugueiro (17h30), a 20 de fevereiro em Sazes da Beira (15h), Valezim (16h30), Vila Cova à Coelheira (18h) e Sandomil (19h30), no dia 21 em Folhadosa (19h), Várzea de Meruge (19h), Torroselo (20h30) e Carragozela (20h30), a 26 de fevereiro em Travancinha (19h), Santa Eulália (19h), Sameice (20h30) e Vales (20h30) e, a 27, em Paranhos da Beira (19h), Tourais (19h), Lajes (20h30) e Girabolhos (20h30). Em março, as sessões decorrerão na Lapa dos Dinheiros (19h), Santiago (19h), São Romão (20h30) e Santa Comba (20h30), no dia 3, e em Pinhanços (20h30), São Martinho (19h) e Santa Marinha (20h30), no dia 4.

A operação “Floresta Segura 2020” levada a cabo pela GNR, que se encontra neste momento a iniciar, procura esclarecer e alertar a população para a adoção de preventivas para que se evitem os incêndios florestais, nomeadamente sobre a obrigação de execução das redes secundárias de faixas de gestão de combustível, previstas na lei nº 124/2006, de 28 de junho.

Nestas sessões a população é também esclarecida sobre o uso do fogo em queimas e queimadas, a limpeza e remoção de matos, a manutenção das faixas de gestão de combustível e a adoção de medidas de proteção dos aglomerados e de autoproteção.

Paralelamente, o Município de Seia irá implementar o Programa Aldeias Seguras Pessoas Seguras, em algumas freguesias coincidentes com o horário das ações de sensibilização “Floresta Segura 2020”. O programa tem como objetivo aumentar a proteção das pessoas e seus bens relativamente aos incêndios florestais.

O SMPC tem vindo a realizar ações de sensibilização nas freguesias prioritárias do concelho e é do interesse do Município prosseguir com a realização destas reuniões em todas as freguesias com a presença da GNR, Bombeiros Voluntários, Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e a Juntas e Uniões de Freguesia.




Homem suspeito de agredir companheira ficou com pulseira eletrónica

O Comando Territorial de Coimbra da GNR, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas deteve, no dia 11 de fevereiro,…

… um homem de 49 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Coimbra.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a GNR refere que “na sequência de uma investigação por violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito agredia a sua companheira, uma mulher de 34 anos, permanecendo indevidamente na residência da vítima, intimidando-a com a sua presença. Assim, foi dado cumprimento a um mandado que culminou na detenção do agressor”

“O detido foi presente no dia 12 de fevereiro, a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal Judicial de Coimbra, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de obrigação de não contactar, por qualquer meio, a vítima, devendo manter um afastamento num raio não inferior a 200 metros, obrigação de não se aproximar da residência habitada pela ofendida, devendo manter um afastamento num raio não inferior a 500 metros, ambas as medidas a monitorizar através de pulseira eletrónica”, informa a GNR.

A ação contou com o reforço do Posto Territorial de Vila Nova de Poiares.




Prisão preventiva para suspeito de violência doméstica na Covilhã

Um homem de 40 anos, suspeito de agredir e ameaçar a companheira reiteradamente, foi detido no concelho da Covilhã e vai ficar a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Em comunicado, o Comando Territorial da GNR de Castelo Branco especifica que a detenção foi realizada na quarta-feira, através do Posto Territorial de Tortosendo, e que o suspeito já era reincidente na prática deste crime.

“Após uma denúncia de agressões entre um casal, os militares foram de imediato ao local, tendo encontrado a vítima, sua companheira de 34 anos, com ferimentos”, é referido.

A GNR explica ainda que a vítima teve de ser transportada para uma unidade hospitalar onde ficou internada e recebeu tratamento médico.

“Na sequência das diligências de investigação, os militares apuraram que o suspeito, nos últimos cinco anos, agredia fisicamente, ameaçava de morte e controlava social e economicamente a vítima, verificando-se, nos últimos meses, uma escalada do comportamento violento, devido ao consumo abusivo de álcool, tendo sido dado cumprimento a um mandado de detenção”, acrescenta a informação.

O detido, reincidente no mesmo tipo de crime, foi presente ao Tribunal Judicial da Covilhã, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

com lusa.pt




Centro de Portugal ultrapassou os 7 milhões de dormidas de turistas em 2019

O ano passado foi o melhor ano de sempre para a atividade turística na região, adianta a Turismo Centro de Portugal em comunicado…

… enviado à Rádio Boa Nova, tomando por base os números hoje revelados pelo INE a propósito dos indicadores: dormidas, hóspedes e proveitos.

“No indicador do número total de hóspedes, entre janeiro e dezembro de 2019, o Centro de Portugal recebeu 4.124.057 hóspedes, que tinham sido 3.895.612 no mesmo período de 2018. Ou seja, num ano a região foi visitada por mais 228.445 hóspedes – uma subida de 5,9%”, refere em comunicado.

Adianta a TCP que ao “comparar o número de hóspedes num período de cinco anos, entre 2015 e 2019, verifica-se um crescimento de 43,2%, de 2.879.206 para 4.124.057, o que demonstra o grande interesse que a região despertou nos anos mais recentes”. “Acresce que os números hoje revelados pecam por defeito, uma vez que os dados preliminares do INE são, normalmente, revistos em alta numa fase posterior”, lê-se.

Os números positivos da região comprovam-se igualmente no indicador de dormidas. Segundo a TCP, no total, as dormidas de visitantes somaram 7.102.061, segundo estes resultados preliminares. “Um resultado nunca antes alcançado pela região e que suplanta em 4,8% as 6.777.827 dormidas de 2018. Em cinco anos, o total de dormidas subiu 40,4%: em 2015 tinham sido 5.058.446”.

“Este grande acréscimo de dormidas em 2019 na região deve-se, na maioria, ao aumento das dormidas dos visitantes de dentro do país. Estas subiram de forma expressiva: tinham sido 3.776.969 dormidas de residentes em 2018; os números preliminares de 2019 apontam para 4.000.496 – pela primeira vez, os visitantes nacionais foram responsáveis por mais de 4 milhões de dormidas. Uma subida de 5,9%, que mostra que o território do Centro de Portugal atrai cada vez mais visitantes de outras regiões do país. Analisando um período de cinco anos, verifica-se que em 2015 tinham sido 2.966.945 dormidas: um aumento de 34,8% em apenas cinco anos”, explica.

Paralelamente, “as dormidas de visitantes de fora do país continuaram também a subir. Em 2018, tinha-se registado um total de 3.000.858 dormidas de visitantes oriundos de fora de Portugal; em 2019, os números preliminares são de 3.101.565: mais 3,4%. Em cinco anos, este total subiu 48,3%, uma vez que em 2015 as dormidas de estrangeiros tinham somado 2.091.501.”
Um indicador também importante é o que se refere aos proveitos totais nos estabelecimentos de alojamento turístico, que foram extremamente positivos para os empresários. “Em 2018, o Centro de Portugal tinha registado proveitos globais de 332,8 milhões de euros; em 2019, estes valores (ainda preliminares) subiram para 355,1 milhões, num crescimento de 6,7%. O rendimento médio por quarto ocupado também subiu, de 63,1 para 64,1 euros”
Para se ter uma ideia mais clara da importância deste crescimento, a TCP refere que, em 2015, os proveitos tinham somado 222,5 milhões de euros: foram mais 132,6 milhões de euros em cinco anos, ou uma subida de 59,6%, dado muito animador para os empresários que investem no turismo da região.

Ressalve-se novamente, no entanto, que todos os números de 2019 são provisórios e pecam por defeito.
“Os resultados preliminares de 2019 são extremamente positivos para o Centro de Portugal. Este foi o ano em que, pela primeira vez, a região ultrapassou o marco histórico das 7 milhões de dormidas. Em cinco anos houve um aumento de 2 milhões de dormidas e de 132 milhões de euros de receitas nos estabelecimentos de alojamento, o que é verdadeiramente notável”, destaca Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal.

“Estes números promissores devem-se, acima de tudo, ao grande esforço dos empresários da região, que todos os dias encontram novas formas de ultrapassar os múltiplos desafios que enfrentam, apresentando novos produtos turísticos e melhorando os já existentes. Estão também de parabéns a equipa da Entidade Regional de Turismo, as autarquias e as comunidades intermunicipais, que em conjunto descobrem novas formas de aumentar a atratividade do Centro de Portugal”, acrescenta.




Centro de Portugal e Castela e Leão vão avançar com projeto de promoção turística comum

O Centro de Portugal e Castela e Leão vão intensificar a sua cooperação transfronteiriça ao nível do turismo.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, o Turismo Centro de Portugal adianta que as duas regiões vizinhas, uma em Portugal e outra em Espanha, irão promover-se como um só destino em feiras e eventos internacionais. Este avanço, numa relação que já era próxima, ficou decidido durante uma reunião de trabalho, em Valladolid, entre as entidades que coordenam a atividade turística nos dois territórios.

A reunião sentou à mesma mesa Estrella Torrecilla Crespo, diretora geral de Turismo da Junta de Castela e Leão, e Pedro Machado, presidente da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal (ARPTCP) e da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, além de diretores e técnicos destes organismos e da Fundação Siglo para o Turismo e as Artes de Castela e Leão. O encontro teve lugar no contexto da Feira Internacional de Enoturismo, evento que decorreu nos dias 12 e 13 de fevereiro em Valladolid.

Na reunião, foram abordados os projetos de promoção conjunta de produtos turísticos já em vigor entre Centro de Portugal, Castela e Leão e a Extremadura espanhola, tendo sido destacadas algumas ações realizadas, como a participação conjunta da Eurorregião EUROACE (Centro de Portugal, Alentejo e Extremadura) em iniciativas promocionais, em Bruxelas e em Xangai.

Apresentaram-se também os projetos transfronteiriços que já estão a decorrer, no âmbito dos programas europeus RESOE – Macro Região do Sudoeste Europeu (Centro de Portugal, Porto e Norte, Castela e Leão, Galiza, Astúrias e Cantábria), Rede de Cidades Cencyl (Aveiro, Figueira da Foz, Coimbra, Viseu, Guarda, Ciudad Rodrigo, Salamanca e Valladolid), CRECEER (cooperação empresarial em ambientes transfronteiriços rurais, que junta Centro de Portugal, Porto e Norte, e Castela e Leão) e NAPOCTEP (Rotas Napoleónicas no Centro de Portugal e Castela e Leão).

Estrella Torrecilla Crespo propôs avançar-se com um projeto no âmbito do SUDOE, programa de cooperação territorial do espaço sudoeste europeu, que envolva cinco regiões: Centro de Portugal, Porto e Norte, Alentejo, Castela e Leão e Extremadura. O objetivo será a promoção conjunta de três produtos turísticos fundamentais para estes territórios, nomeadamente o Vinho, a Gastronomia e o Património da Humanidade classificado da UNESCO.

A proposta foi acolhida com entusiasmo por Pedro Machado, que lembrou que o Vinho e o Enoturismo foram considerados como uma prioridade para Portugal em 2020. Da mesma forma, ambos os dirigentes sublinharam a vantagem de se promover um destino que, em conjunto, reúne “28 patrimónios UNESCO”.

Em cima da mesa ficou também a possibilidade de se incluir neste projeto a formação e qualificação de recursos humanos, em especial nas áreas da gastronomia e enoturismo, uma vez que a falta de recursos humanos qualificados é uma lacuna comum a ambos os países.
A próxima reunião deste projeto, com todas as entidades envolvidas, vai acontecer durante a Bolsa de Turismo de Lisboa, em março.

“A mensagem que fica de uma reunião tão produtiva é a de que é muito importante trabalhar as regiões Centro de Portugal e Castela e Leão como um só destino, onde não haja fronteiras. Estamos a dar passos sustentados nesse caminho. Esta reunião abriu as portas a novas possibilidades de promoção mútua”, destaca Pedro Machado.




Gouveia: Homens detidos por posse de arma proibida e mandado de condução a estabelecimento prisional

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal de Gouveia, deteve dois homens com 22 e 43 anos, …

… um por posse de arma proibida e outro por mandado de detenção e condução a estabelecimento prisional, em Gouveia.

No âmbito de uma investigação por posse de arma proibida, que decorria há quatro meses, os militares deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária e um em veículo, que culminou na detenção do suspeito, na apreensão de uma arma de fogo transformada e na apreensão de uma munição.

Ainda na sequência da ação policial, os militares identificaram um homem de 43 anos, que se encontrava na residência no momento das buscas, tendo sido possível apurar que pendia uma mandado  de detenção e condução a estabelecimento prisional, pelo que foi cumprido de imediato.

O detido por posse de arma proibida, foi presente ontem, dia 12 de fevereiro, ao Tribunal Judicial da Guarda, para aplicação de medidas de coação, sendo que o outro detido foi conduzido ao Estabelecimento Prisional da Guarda.

Esta ação contou com o reforço do Posto Territorial Gouveia e do Destacamento de Intervenção.




Mariza e Andrea Bocelli juntos em concerto inédito em Coimbra

No ano em que comemora 20 anos de carreira, Mariza prepara-se para subir ao palco ao lado do tenor mais aclamado do mundo, Andrea Bocelli,…

… num concerto inédito no Estádio Cidade de Coimbra, no próximo dia 4 de julho.  

Andrea Bocelli está de regresso a Portugal e ao tenor, junta-se a grande embaixadora da música portuguesa, Mariza para uma participação especial no espetáculo e que promete aliar dois timbres inconfundíveis numa aura magistral absolutamente ímpar.

Este concerto será o primeiro de Bocelli num estádio português e reflete uma grande produção, que abrange a participação de 70 músicos, um coro composto por 60 vozes (maioritariamente da zona Centro), artistas internacionais convidados pelo artista e por Mariza, que é considerada por muitos como a mais internacional artista portuguesa da atualidade.

Num espetáculo absolutamente inédito que promete primar pela imponência, Mariza pretende levar o som da tradição e da saudade a toda a atmosfera clássica e magistral prometida, interpretando um tema do seu próprio repertório e outro, em harmonia com o tenor, do repertório deste.

Mariza prepara-se para integrar, assim, a lista de grandes artistas mundiais que atuaram já com o tenor – que inclui nomes como o de Tony Bennet, Sarah Brightman, Josh Groban, Celine Dion, Ariana Grande, Ellie Goulding, Ed Sheeran e outros.

Recorde-se que Bocelli esteve em Portugal em 2017, num concerto que esgotou a Altice Arena 6 meses antes, e no qual Ana Moura teve também lugar de destaque.

A Câmara Municipal de Coimbra associa-se a este projeto assumindo a posição de copromotora do evento, em conjunto com a produtora MOT (Memories of Tomorrow), sendo este concerto mais um contributo para a afirmação da cidade, no contexto da cultura mundial. Prova disso, tem sido o impacto do espetáculo no turismo da região de Coimbra, que regista já uma taxa de ocupação hoteleira superior a 80%.

De facto, menos de dois meses depois do anúncio do concerto de Andrea Bocelli, que marca a sua estreia num estádio nacional, a bilheteira atingiu já um grande volume de vendas dos lugares disponíveis, com registos de compra em mais de 50 países, como Brasil, Angola e Canadá.

Para este espetáculo, a Fundação Andrea Bocelli, criada pelo tenor, estabelece a sua parceria com a PLUS1, para que 1€ de cada bilhete vendido reverta para a causa. A Fundação assume a missão de capacitar pessoas e comunidades em situações de pobreza, analfabetismo, angústia por doença e exclusão social, com vista a promover e a garantir apoio a projetos de abrangência nacional e internacional capazes de promover a superação dessas barreiras e a expressão de todo o seu potencial.

Os bilhetes encontram-se à venda a partir de 46€, em http://www.concertocoimbra.pt e nos locais habituais.