Viseu: Homem detido por ter ateado um foco de incêndio florestal

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração do Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Viseu, no passado dia 18 de setembro, deteve um homem, de 36 anos, desempregado,…

…pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido na noite de 29 de julho de 2019, numa freguesia do concelho de Viseu. 

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, as autoridades referem que o suspeito, recorrendo a chama direta, terá colocado o foco de incêndio em zona florestal e agrícola, povoada com matos, pinheiros e várias dezenas de hectares de vinha da região do Dão, respetivamente, nas imediações da zona urbana.

O incêndio não atingiu proporções mais gravosas devido à rápida intervenção dos sapadores florestais e bombeiros.

O detido, sobre o qual recaem suspeitas de envolvimento em outros incêndios florestal, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação.




Câmara de Arganil melhora acessos à Zona Industrial de Côja e ruas do Bairro de Côja

O Município de Arganil informou que vai avançar com as obras de requalificação do acesso à Zona Industrial de Côja e…

… de reabilitação das ruas do Bairro de Côja, na União das Freguesias de Côja e Barril de Alva. O investimento ultrapassa os 300 mil de euros e é suportado pela Câmara Municipal.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a autarquia presidida por Luís Paulo Costa adianta que “a intervenção na Zona Industrial de Côja prevê a reabilitação da estrada que atravessa aquele polo, através da substituição do pavimento, de modo a contornar o considerável mau estado em que se encontra”.”Da mesma forma, estão previstos nos trabalhos de execução a colocação de sinalética vertical e horizontal e o alargamento da via em algumas zonas, garantindo uma largura constante de 6.30 metros em toda a faixa de rodagem”, refere.

Nas palavras de Luís Paulo Costa, presidente da autarquia, este investimento camarário “contribui não só para melhorar as condições de circulação, de segurança e de comodidade dos utentes que utilizam diariamente aquela estrada, como para melhorar as condições de atividade das empresas ali instaladas”. O autarca está convicto de que “vai resultar desta intervenção uma zona industrial mais atrativa, favorecendo a captação de novos investidores”.

As obras no Bairro de Côja preveem, de igual modo, a melhoria dos arruamentos, quer através da substituição do piso existente, quer através da recuperação e construção de novos passeios e sinalização horizontal. De forma a “responder às necessidades dos moradores de uma forma integral”, conforme destaca Luís Paulo Costa, “o Bairro vai também beneficiar de uma rede de drenagem de águas pluviais”.

O prazo previsto para a execução da empreitada é de 150 dias (5 meses), período durante o qual o presidente da Câmara apela aos residentes do Bairro “a melhor compreensão”, pelos inconvenientes que possam decorrer dos trabalhos, assegurando que “uma vez concluídas as obras, os moradores vão ficar garantidamente mais bem servidos”.




Região: Ex recluso novamente detido após assaltar sete casas de idosos

A GNR deteve, ontem, um homem com 32 anos, pelo crime de sete furtos qualificados, no concelho de Nelas, distrito de Viseu.

De acordo com comunicado das autoridades, o suspeito estava a ser investigado há cerca de cinco meses, por suspeitas de assaltar pessoas idosas, em situação vulnerável. O homem, através do método de arrobamento, furtava do interior das residências das vítimas, subtraindo, essencialmente, ouro e dinheiro.

Para além do mandado de detenção, os militares deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária, onde foram aprendidos artigos utilizados para a prática dos furtos, nomeadamente, “passa montanhas, luvas, pé de cabra e outras ferramentas para arrombar portas”.

A GNR conseguiu ainda recuperar cinco mil euros furtados e entregar os mesmos aos legítimos proprietários.

O detido, que já cumpriu sete anos de pena efetiva pelo mesmo tipo de crime, foi presente no Tribunal Judicial de Nelas, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.




Homem detido em Castro Daire por suspeita de homicídio

A Polícia Judiciária deteve, ontem, em Castro Daire, um homem, de 44 anos, suspeito dos crimes de homicídio qualificado, roubo, profanação de cadáver e incêndio.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a PJ esclarece que os factos ocorreram na noite de sexta-feira, dia 13 de setembro, em Parada de Ester,  no interior da residência da vítima. Na ocasião, e após uma breve discussão por motivo fútil, o arguido muniu-se de um objeto contundente e agrediu a vítima com violência, causando-lhe a morte.

Posteriormente, apoderou-se de diversos bens da vítima, colocando fogo no cadáver com o objetivo de destruir qualquer vestígio que o ligasse aos crimes cometidos.

Apesar disso, as diligências efetuadas pela Polícia Judiciária permitiram reunir os elementos de prova necessários e proceder à sua detenção.

O detido, empregado da construção civil e com antecedentes criminais pelo crime de tráfico de estupefaciente, vai ser presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.




Altice Portugal anuncia investimentos na região Centro

A Altice Portugal iniciou, esta manhã, na Lousã, o périplo pela região Centro, onde anunciou o reforço de investimento em infraestruturação de fibra ótica.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a Altice Portugal refere que “tem presente na sua estratégia o conceito de proximidade, que se estende além da aposta tecnológica, passando também pela proximidade ao território”. “Por isso, de forma transversal em todo o País, tem dotado de cobertura tecnológica de nova geração zonas de baixa densidade populacional, impulsionando assim novos investimentos privados e por consequência criando emprego e valor”, acrescenta.

Hoje e amanhã, 19 e 20 de setembro, o Conselho de Administração da Altice Portugal liderado pelo seu Presidente Executivo, Alexandre Fonseca,  desloca-se à Região Centro do País para um conjunto de iniciativas que “acrescentam valor ao território, nomeadamente reforço da expansão da fibra ótica, parcerias tecnológicas, parcerias com a Academia e ações de alargamento da responsabilidade social”.

Para além da Lousã, os concelhos a visitar são Mangualde, Coimbra, Pombal, Leiria, Batalha, Marinha Grande e Montemor-o-Velho.




Turismo Centro de Portugal eleita melhor região de turismo do país

A Turismo Centro de Portugal (TCP) foi reconhecida como a melhor região de turismo do país, durante a cerimónia de entrega dos Prémios Publituris Portugal Travel Awards, que decorreu na terça-feira em Cascais.

A TCP estava nomeada na categoria “Região de Turismo Nacional”, juntamente com as restantes regiões turísticas do país, tendo sido a grande vencedora da noite.

O galardão foi recebido por Pedro Machado e Jorge Loureiro, respetivamente presidente e vogal da comissão executiva da Turismo Centro de Portugal. Na ocasião, Pedro Machado fez questão de agradecer “à Publituris e ao júri” e de partilhar o prémio “com a equipa da Turismo do Centro e, em muito particular, com aquilo que representa hoje o Centro de Portugal”.

“O prémio enche-nos de alegria e orgulho. Lembro que o Centro de Portugal sofreu em 2017 contingências que ainda não estão ultrapassadas. Este prémio é, seguramente, um estímulo para as empresas e empresários, para os operadores turísticos e para todos aqueles que estão na cadeia de valor que o turismo hoje representa”, sublinhou Pedro Machado.

“Esta distinção representa, igualmente, o reforço do crescimento dos destinos turísticos que agora estão a emergir e que contribuem para o todo nacional. É seguramente com todos que fazemos um Portugal mais desenvolvido e mais justo”, acrescentou.

Os Publituris Portugal Travel Awards 2019, conhecidos como os “Óscares do Turismo” em Portugal e que vão já na 16.ª edição, destinam-se a premiar as melhores empresas, instituições, serviços e profissionais que se destacaram no setor do turismo no decorrer do último semestre de 2018 e o primeiro de 2019. Os vencedores resultam de uma média ponderada entre os votos dos assinantes da newsletter do jornal Publituris e dos votos de um júri.

É de destacar que esta é a segunda vez que a Turismo Centro de Portugal vence este prémio, depois de já o ter conquistado em 2015.




Região: Colisão provocou a morte a mulher septuagenária

Uma mulher com cerca de 70 anos morreu, hoje de manhã, numa colisão rodoviária na Estrada Municipal 557, em Cachouça, Idanha-a-Nova.

Segundo adiantou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco, o acidente ocorreu entre dois veículos, um ligeiro de mercadorias e outro de passageiros.

Para além da vítima mortal, há ainda dois feridos ligeiros a registar, dois homens, de 53 e 71 anos.

A vítima mortal viajava no veículo ligeiro de mercadorias. O alerta foi dado pelas 11h22. Ao local acorreram 20 operacionais apoiados por nove veículos.




Município de Penacova mantém aposta na comparticipação de livros de fichas de trabalho

O Município de Penacova informou que, tal como foi deliberado em reunião ordinária de 19 de julho, irá assumir o  pagamento…rticipar o material escolar a todos os alunos do 1º ciclo do ensino básico das escolas públicas do Concelho de Penacova.

“O Município de Penacova irá comparticipar as fichas de atividades dos 1.º, 2.º, 3.º e 4.º anos, de acordo com os manuais escolares adotados pelo Agrupamento de Escolas de Penacova, para o ano letivo de 2019/2020 e mediante apresentação das faturas em nome do educando e preenchimento do respetivo requerimento de comparticipação”, adianta em comunicado enviado à Rádio Boa Nova.

Relativamente ao material escolar” será comparticipado o valor do escalão A definido pelo Ministério da Educação, ou seja, 16€ para todos os alunos. No entanto, como estratégia de desenvolvimento da economia local, só serão aceites faturas das fichas e material escolar adquirido em estabelecimentos comerciais sediados no Concelho”, explica.

O prazo para a apresentação do requerimento acompanhado das faturas das fichas e material escolar em nome do educando termina no próximo dia 18 de outubro de 2019, sendo que o pagamento aos requerentes será efetuado até ao dia 31 de dezembro de 2019.

Sandra Ralha, vereadora da autarquia penacovense, com o pelouro da ação social e educação, refere que “a Educação será sempre uma das premissas deste Executivo Municipal, e tudo o que seja possível para minorar as despesas das famílias nesta área deve ser tido em conta. Assim esta medida surge também com a componente social bem patente, pois a intenção é mesmo de aliviar, na medida do possível, os encargos sempre muito dispendiosos para quem por esta altura começa o seu ano letivo.”




Município de Arganil assinala 40 anos do Serviço Nacional de Saúde com plantação da “Oliveira SNS”

O Serviço Nacional de Saúde completou 40 anos no dia 15 de setembro e o Dia Mundial da Pessoa com Doença de Alzheimer celebra-se no próximo sábado,…

… datas que pela proximidade temporal e simbolismo, o Município de Arganil assinala no próximo domingo, dia 22 de setembro.

As comemorações iniciam-se com o Passeio da Memória a partir, pelas 09h30, pelo segundo ano consecutivo, no Parque Verde Urbano do Sub-Paço para percorrer cerca de 6 km pela consciencialização da importância do diagnóstico atempado, redução do risco e sinais de alerta da Doença de Alzheimer.

A caminhada solidária, da responsabilidade da Alzheimer Portugal em parceria com esta autarquia, antecede a plantação da “Oliveira SNS”, “símbolo da paz e resiliência”, cerimónia por excelência da celebração do 40.º aniversário do SNS e homenagem ao seu fundador, Dr. António Arnaut.

À iniciativa que resulta do movimento nacional lançado pela Liga dos Amigos dos Hospitais da Universidade de Coimbra (LAHUC) ao qual a Câmara Municipal de Arganil respondeu afirmativamente, replica a cerimónia que assinalou os 30 anos do SNS, em Coimbra, a 15 de setembro de 2009 e cumpre o desejo do seu fundador “perpetuar o símbolo do Serviço Nacional de Saúde”. Acontece em Arganil, pelas 12h00, no Parque Verde Urbano do Sub-Paço, na presença da presidente da LAHUC, Isabel de Carvalho Garcia.




Sinistralidade: 14 detenções, 932 infrações e 69 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 10 a 17 setembro, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a fiscalização rodoviária.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a Guarda Nacional Republicana (GNR) informa que das 14 detenções em flagrante delito, 11 foram por condução sob o efeito do álcool.

No que respeita a apreensões, foram apreendidas 117 doses de haxixe; 13,68 gramas de liamba; uma arma de fogo; 11 munições; duas armas brancas e dois veículos.

Na fiscalização do trânsito foram detetadas 932 infrações, das quais 28 relacionadas com tacógrafos, 31 por falta de inspeção periódica obrigatória, nove por excesso de velocidade, 26 por uso do telemóvel no exercício da condução e 27 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança.

Nesta semana há a registar 69 acidentes, de onde resultaram dois feridos graves e 19 feridos leves.

No que respeita à fiscalização geral, foram emitidos 42 autos de contraordenação, destacando-se 27 no âmbito da legislação policial e 15 no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente.

Ainda nesta semana de operações foram realizadas ações de sensibilização no âmbito florestal e “Regresso às aulas”.




Acidente com autocarro de 52 estudantes na Covilhã provoca um ferido grave

Uma colisão entre um autocarro de transporte de estudantes e um veículo de passageiros provocou hoje um ferido grave, …

… que seguia nesta última viatura, no concelho da Covilhã, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco.

Os 52 estudantes, com idades entre os 14 e os 19 anos, escaparam ao acidente sem ferimentos, já que o ferido grave é um ocupante do veículo de passageiros, que ficou encarcerado e foi depois transferido para o hospital da Covilhã, disse a mesma fonte.

O autocarro fazia a ligação entre Barco e Covilhã e o acidente ocorreu às 8h00, na estrada nacional 230.
No local, estiveram os bombeiros da Covilhã, com dois veículos e sete elementos. Foi ainda chamada a Viatura de Emergência Médica e Reanimação (VMER) e uma ambulância de suporte básico de vida (SBV) do INEM, além da GNR.

Os estudantes acabaram por seguir viagem para a Covilhã, que o autocarro não sofreu danos consideráveis.

lusa.pt




Região do Dão ambiciona ter os vinhos com a maior qualidade do país

O presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVR Dão) disse hoje, a propósito do 111.º aniversário daquela região demarcada, …

… que ambiciona que o Dão produza dos vinhos mais caros, logo de maior qualidade, do país.

Arlindo Cunha faz notar que “há muitas décadas que se diz que o Dão é a Borgonha portuguesa e, como é sabido, Borgonha é a região de França onde os vinhos são mais caros, mesmo mais caros do que em Bordéus”. Portanto, o objetivo é que “o Dão seja a região dos vinhos mais caros, o que quer dizer que seremos os melhores vinhos”, ambiciona o responsável.

O Dão é “a segunda região demarcada mais antiga do país, a seguir à região do vinho do Porto e, em matéria de não licorosos, ou seja, de mesa, é a primeira e foi criada pelo então ministro Ferreira do Amaral”.

Atualmente, a região “está a crescer e o objetivo é continuar a crescer, mas, sobretudo, acrescentando valor”, até porque “os vinhos do Dão são hoje os segundos vinhos com preço mais elevado no mercado nacional”.

O objetivo é “continuar por essa senda, porque o que importa nem é tanto produzir em quantidade, embora também seja importante, mas é importante se for com a criação de valor, ou seja, com uma melhoria gradual dos preços, porque para haver bons vinhos tem de haver boas vinhas e nós só podemos pagar com justiça aos produtores se se conseguir vender melhor”, considerou Arlindo Cunha.




Sertã: Homem detido suspeito do crime de fogo florestal

Um homem de 52 anos foi detido na Sertã por suspeita do crime de incêndio florestal numa freguesia daquele concelho do distrito de Castelo Branco, anunciou hoje a Polícia Judiciária.

Em comunicado, a Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, refere que o suspeito, na tarde de 28 de agosto e “com recurso a chama direta, colocou um foco de incêndio em área florestal povoada com mato e pinheiros, próxima da zona urbana”, tendo a detenção resultado de um trabalho da PJ que contou com a colaboração do Grupo de Trabalho para a Redução das Ignições em Espaço Rural e da GNR de Sertã.

Segundo a PJ, a atuação do suspeito, agora detido, “colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações e uma grande mancha florestal, incêndio que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros”.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das adequadas medidas de coação.




IPG premiado em concurso nacional de empreendedorismo

O Politécnico da Guarda foi distinguido no Concurso Nacional Poliempreende 2019 com o projeto “Hydroponic Evolution Farm”.

Este projeto quer tornar a alimentação saudável acessível ao maior número de pessoas, de forma sustentável. O concurso para estimular o empreendedorismo no ensino superior politécnico decorreu em Tomar e envolveu institutos de todo o país.

O projeto “Hydroponic Evolution Farm”, desenvolvido por alunos do Instituto Politécnico da Guarda – IPG, foi premiado do Concurso Nacional do Poliempreende, uma competição criada pelos Institutos Politécnicos e Escolas Superiores. A 16ª. edição decorreu no Instituto Politécnico de Tomar e teve a concurso 21 projetos que as instituições de ensino superior tinham selecionado nas suas regiões como ideias vanguardistas para negócios.

O “Hydroponic Evolution Farm” promove o cultivo em Hidroponia – técnica de cultivar plantas sem solo – da “pastinaca sativa”, normalmente conhecida como cherovia. O resultado final é a produção de um legume de alta qualidade, avaliado como tendo “excelente sabor e aspeto”.

“Este prémio é o reconhecimento da criatividade, do espírito empreendedor e da qualidade do trabalho desenvolvido pelos nossos estudantes”, afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG. “É também um grande incentivo à participação dos alunos e docentes nas iniciativas de criação de ideias de negócio.”

“O “Hydroponic Evolution Farm” pretende ajudar a tornar a alimentação mais saudável, ao mesmo tempo que se evita a degradação de solos e do ambiente”, afirma Rute Abreu, coordenadora do Poliempreende Guarda e também professora do IPG.

O projeto está concebido por forma a facilitar o trabalho de colheita, permitindo a produção à medida e “fora de época”. Reduzir doenças, permitir a adição de nutrientes e evitar a degradação de solos são outros objetivos. O “Hydroponic Evolution Farm” foi distinguido com terceiro prémio do concurso e irá receber três mil Euros para ajudar à concretização do negócio. O prémio é patrocinado pela Ordem dos Contabilistas Certificados.




Detido homem de 31 anos suspeito de ter ateado fogo em Valpaços

A Polícia Judiciária de Vila Real deteve na madrugada desta terça-feira um homem, com 31 anos, suspeito de ter ateado…

… um foco de incêndio em área florestal, em Ervões, Valpaços.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a PJ diz que o incêndio em causa ocorreu no dia 14 de setembro, sábado passado, e consumiu uma área de mancha florestal, constituída, maioritariamente, por mato.

A Judiciária acrescenta que o foco de incêndio “colocou em perigo uma vasta mancha florestal”, constituída por mato, área agrícola, bem como de habitações próximas, “de valor consideravelmente elevado”.

O detido, com 31 anos de idade e pastor, vai ser presente a a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.




Descoberto em Ílhavo primeiro sítio pré-histórico subaquático do país

Uma equipa de arqueólogos descobriu vestígios de uma mancha de ocupação ou possível acampamento do neolítico a cerca de dois metros de profundidade na Ria de Aveiro, em Ílhavo.

Tiago Fraga, diretor científico da equipa de arqueólogos, adiantou que a equipa tem estado a “apanhar algumas surpresas valentes”, por se poder tratar do período neolítico, situação que não era expectável, “muito menos no sítio onde está”. Segundo o responsável, este será o primeiro sítio pré-histórico subaquático do país.

No âmbito do acompanhamento arqueológico dos trabalhos de dragagem no Canal de Ílhavo, também conhecido como Rio Bôco, foram encontrados em agosto passado vários artefactos datados entre 4.000 a.C. e 3.000 a.C. e uma estrutura que se encontra submersa.

Inicialmente foram encontradas “cerâmicas com mamilos e decoração, que se vê claramente que são da pré-história. Mais para a frente, começaram a sair líticos, ou seja, pedras talhadas, percutores e esse tipo de materiais”, descreveu o arqueólogo.

Para verificação dos materiais descobertos pelas arqueólogas Soraya Sarmento e Natália Quitério ocorreram diversos mergulhos de arqueologia subaquática que identificaram uma estrutura no local que provavelmente estará associada. Sabe-se, “por isso que não são peças perdidas no rio. É mesmo um sítio coeso que está lá debaixo de água”.

A equipa de arqueólogos suspeita que se possa tratar de “uma grande mancha de ocupação relacionada com um povoado” que está ali “algures” e acreditam que, muito provavelmente, “vão continuar a aparecer mais materiais”.

“A linha do nível médio do mar estava a 60 quilómetros daqui [Rio Bôco], portanto, toda esta zona eram planícies que estão neste momento debaixo de água. Agora, não estávamos à espera de encontrar estes materiais, muito menos na zona do Rio Bôco, onde foram localizadas, e é o primeiro sítio pré-histórico subaquático do país”, disse Tiago Fraga.

A descoberta já foi comunicada à Direção-Geral do Património Cultural que irá determinar o que será feito relativamente ao local do achado.

“A decisão poderá ir da manutenção no local, até à sua conservação por registo que é a escavação integral do sítio, para se poder continuar a fazer a empreitada. Neste caso, como o sítio arqueológico não está em perigo, deverá ficar no solo”, explicou.

A equipa liderada por Tiago Fraga foi contratada para fazer o acompanhamento arqueológico dos trabalhos de desassoreamento da Ria de Aveiro, uma empreitada promovida pela Polis Litoral da Ria de Aveiro que começou no passado mês de abril e que se irá estender ao longo de quase 100 quilómetros de canais.

Entre as várias ações desenvolvidas pelos arqueólogos está a proteção de estruturas arqueológicas, o estudo de materiais que vão aparecendo e a valorização e divulgação dos achados.

“Como é uma empreitada de grande envergadura, é necessário fazer acompanhamento arqueológico e a valorização patrimonial dos sítios arqueológicos já conhecidos, com o objetivo de aumentar o conhecimento da zona, perceber como é que Ílhavo e Aveiro apareceram e como era o tráfego marítimo na zona”, explicou Tiago Fraga.

Os arqueólogos estão também a fazer o despiste de “cinco possíveis túmulos de lastro” que foram identificados, no âmbito do estudo de impacto ambiental da empreitada.

“Já fizemos o primeiro e não é um túmulo de lastro. Estamos com esperanças que um deles seja um naufrágio”, disse o responsável.

Apesar de todo o património arqueológico subaquático que já foi encontrado na Ria de Aveiro, Tiago Fraga diz que ainda há muito por descobrir no fundo da laguna.

“Toda a gente sabe que existem mais de 14 naufrágios aqui e um deles é o mais antigo de Portugal – ainda está em sítio na zona do Canal de Mira. Sabemos o que se passa no Canal de Mira e, agora, apanhámos esta surpresa no canal do Bôco, mas não sabemos nada do que se passa na zona Norte, em direção a Ovar, que era o antigo canal da época islâmica e aí poderemos ter outras surpresas”, afirmou.

lusa.pt




A Fundação Oceano Azul apoia 70 ações de limpeza de lixo marinho

Entre o dia 20, sexta-feira, e o dia 22, domingo, mais de 2.300 voluntários juntam-se a 70 grupos, associações e Organizações Não Governamentais, …

… e mobilizam-se na limpeza de 55 praias, de norte a sul de Portugal, em parceria com 29 municípios e juntas de freguesia.

A Fundação Oceano Azul apoia as muitas ações previstas, por todo o país, para celebrar o dia Internacional de Limpeza Costeira, que se assinala no dia 21 de setembro, através do fornecimento de materiais indispensáveis a estas iniciativas, e disponibiliza, através de um mapa digital, no seu website, a identificação dos diferentes locais onde decorrem, para que, mais facilmente, os cidadãos se possam voluntariar e participar.

Após o contacto com 150 grupos, movimentos e associações, e com 60 municípios costeiros, foi possível recolher informação sobre os locais e horários das ações de limpeza, bem como inventariar as necessidades de cada organização, disponibilizando luvas, sacos, balanças e seguro de acidentes pessoais.

A Fundação Oceano Azul congratula-se pelo facto de, em Portugal, a consciência coletiva e a vontade de proteger o oceano ser cada vez maior, e por assistir à mobilização dos cidadãos que, mais uma vez, este ano, assinalam o Dia Internacional de Limpeza Costeira, através da limpeza do lixo marinho, em praias de norte a sul do país.




PJ deteve homem que estava em fuga por tentativa de homicídio

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, identificou e deteve um homem, com 42 anos de idade,…

… “fortemente indiciado pela prática do crime de homicídio qualificado na forma tentada, ocorrido em setembro de 2018, no concelho do Sabugal”. Desde aquela data, o homem tinha-se “colocado em fuga para o estrangeiro”.

“O crime ocorreu em contexto de retaliação pessoal, por alegada denúncia de ilegalidade cometida pelo detido no acesso a determinado serviço de fornecimento domiciliário”, refere a PJ em comunicado enviado à Rádio Boa Nova.

“Em resultado das incessantes diligências de investigação entretanto realizadas”, a PJ detetou a “presença esporádica” do homem em Portugal  e procedeu à sua detenção.

O detido foi entretanto presente às competentes autoridades judiciárias, para efeitos de primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.




Menino com dois anos morreu atropelado por comboio na Guarda

Uma criança com dois anos morreu, esta segunda-feira à tarde, atropelada por um comboio, na Guarda.

Segundo notícia avançada pelo Jornal de Notícias online, o menino foi atropelado por uma composição ferroviária que seguia no sentido Guarda – Pampilhosa, na zona da Rasa, junto à estação ferroviária da Guarda, cerca das 14h10 horas.

No local, estiveram 14 homens e seis viaturas dos Bombeiros Voluntários da Guarda, da PSP e da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).

Pelas 15h20 horas, a Linha da Beira Alta, junto da Guarda, em direção a Vila Franca das Naves (Trancoso), permanecia cortada à circulação em ambos os sentidos.




Homem detido por ter ateado incêndio em Condeixa

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração do Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Coimbra, deteve um homem, de 28 anos,…

… desempregado e ex-bombeiro, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido no passado dia 13 de setembro, numa freguesia do concelho de Condeixa.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a PJ adianta que “o suspeito, presumindo-se o uso de chama direta, colocou o foco de incêndio em zona florestal povoada com eucaliptos e mato, junto a central fotovoltaica e próximo de habitações, com uma área ardida de cerca de 1.500 m2, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros”.

“A atuação do suspeito colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações, a grande mancha florestal e a central fotovoltaica”, referiu.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo sido sujeito à medida de coação de prisão preventiva.




Feira de S. Mateus 2019 terminou com mais de 1,1 milhões de visitantes

A edição 627 da Feira de S. Mateus, em Viseu, terminou ontem, 15 de setembro e registou mais de 1,1 milhões de visitantes, segundo a organização.

Em entrevista ao Jornal do Centro, o gestor da Feira e vereador da Cultura da Câmara de Viseu, Jorge Sobrado, referiu em forma de balanço que este é um sinal de que o certame vive um dos momentos altos da sua existência e “um novo tempo áureo”.

Jorge Sobrado salientou ainda as mudanças que a Feira recebeu este ano, como a construção de novas esplanadas na zona das farturas, a requalificação de uma das entradas – a Porta do Sol Posto, junto ao Pavilhão Multiusos – e a implantação de novas medidas de segurança.

Como momentos altos da edição 627, o gestor salientou como exemplos o concerto dos Gipsy Kings by Andre Reyes, que aconteceu no último sábado (dia 14), onde passaram pela Feira cerca de 25 mil pessoas, e ainda a realização da iniciativa Noivos de S. Mateus, que vai repetir-se no próximo ano, tal como a Gincana Automóvel e o Concurso de Fotografia.

A próxima edição da Feira de S. Mateus, em 2020, vai arrancar a 6 de agosto e vai durar 39 dias. Jorge Sobrado referiu que o evento vai continuar a ir de encontro ao ritmo da vida, evitando entrar em conflito com o ano letivo que arranca nesta altura. A edição 628 vai terminar a 13 de setembro de 2020.

Fonte: Jornal do Centro




Viseu: Mulher fica em estado grave após atropelamento. Condutor fugiu

Uma mulher de 27 anos de idade ficou com ferimentos considerados graves depois de ter sido atropelada por um veículo ligeiro, no sábado à noite, junto ao Palácio do Gelo, em Viseu.

De acordo com fonte da PSP de Viseu, o condutor fugiu do local, estando o caso a ser investigado por aquela força policial.

Não foi possível apurar mais informações sobre o veículo envolvido no incidente.

A mesma fonte esclareceu que o atropelamento aconteceu por volta das 20h00 na Avenida Doutor Alexandre Alves, tendo a vítima sido transportada para o Hospital de Viseu.




Encontrado corpo do homem que desapareceu no mar na Figueira da Foz

Homem estava a ser procurado desde o final da manhã deste domingo. Uma mulher tinha sido retirada da água com vida.

Foi recuperado o cadáver do homem que tinha este domingo desaparecido no mar na praia da Cova Gala, confirmou o Comandante do Porto da Figueira da Foz. O corpo foi encontrado às 19h05 por um militar da Marinha, afeto ao projeto SeaWatch, sublinhou João Lourenço.

As buscas estavam a ser levadas a cabo pela Autoridade Marítima, com apoio de um helicóptero da Força Aérea.

O incidente aconteceu numa zona não vigiada, a 500 metros a Sul do Parque de Campismo Orbitur Gala. Conforme explicou o Comandante do Porto da Figueira da Foz, o alerta foi dado cerca das 11h30 horas deste domingo para a existência “de uma senhora em dificuldades, em situação de pré-afogamento”.

A mulher acabaria por ser retirada da água com vida, tendo sido assistida no local por elementos do INEM.

com: noticiasaominuto.com




Região: Jovem de 17 anos detido por suspeita de crime de incêndio florestal

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração do Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Mangualde, deteve um adolescente, de 17 anos, …

… pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, ocorrido no passado dia 7 de setembro, em Penalva do Castelo, Mangualde.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a Polícia Judiciária refere que “o suspeito, presumindo-se com recurso ao uso de chama direta, colocou este foco de incêndio em zona florestal povoada com pinheiros e mato, próximo de habitações e de um Lar de Idosos”.

Adianta a PJ que “ ardeu uma área florestal considerável”, notando que o “ incêndio teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos populares, elementos da junta de freguesia e bombeiros locais”

Na atuação do suspeito esteve subjacente “um quadro de perturbação psicológica, tendo a sua conduta colocado em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações e grande mancha de floresta”.

O suspeito já tinha antecedentes pelo mesmo tipo de crime, contudo, à data dos anteriores factos era inimputável em razão da idade. O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.




Município de Seia promove ExpoSocial de 28 de setembro a 1 de outubro

O Município e a Rede Social de Seia, com a colaboração dos parceiros do Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Seia, vão promover, de 28 de setembro a 1 de outubro, a 14ª ExpoSocial.

De volta a edições anteriores, a organização visa promover, com esta iniciativa, o intercâmbio de experiências entre instituições, técnicos e a comunidade em geral. Neste sentido, o programa contempla espaços de reflexão, debate, exposições e oficinas, a que se associam caminhadas, visitas culturais e momentos de convívio, integradas em datas comemorativas.

Assim, no dia 28 de setembro, sob o chapéu das Jornadas Europeias do Património, o Museu Natural da Electricidade apresenta ao público uma nova exposição temporária: “Ex-votos, Manifestações de Fé”, com abertura agendada para as 15h. À noite, às 21h30, sobe ao placo da Casa Municipal da Cultura a peça “Le Fumiste”, uma homenagem à memória, contada a partir do teatro de objetos, com humor, magia e poesia.

No dia seguinte (29 de setembro), no mesmo espaço e em associação ao Dia Mundial do Coração, será formado um coração humano junto ao museu, atividade que antecipa o percurso pedestre orientado que se vai realizar na Senhora do Desterro, com a colaboração da União das Freguesias de Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros, a Cruz Vermelha Portuguesa – Núcleo de Seia e a Casa de Santa Isabel. Este é um convite para caminhar ao ar livre e desfrutar da natureza.

Finalizada a atividade física, a organização propõe posteriormente, integrado também nas Jornadas Europeias do Património, uma visita guiada ao Museu Natural da Electricidade, uma oportunidade de conhecer e revisitar a centenária Central Hidroelétrica da Senhora do Desterro e a história da indústria elétrica em Seia.

Mais tarde, pelas 15h30, Mag Rodrigues fará uma visita guiada à exposição da sua autoria: “As Senhoras – ensaio fotográfico sobre a mulher e a saúde mental”. Patente na Casa Municipal da Cultura, de 6 de setembro a 6 de outubro, a exposição retrata a rotina de mulheres entre os 30 e 60 anos com doenças psiquiátricas de cariz agudo ao crónico. A mostra centra-se no dia-a-dia destas mulheres, todas elas residentes numa instituição psiquiátrica, pretendendo a autora tornar visível a saúde mental – tornar o invisível visível.

O dia 30 de setembro é reservado às Conversas InterMunicipais “Pelos Territórios das Famílias”, um espaço de debate e reflexão sobre as vivências familiares, mudanças na vida das famílias e nas relações pessoais. O encontro é dirigido a técnicos, dirigentes, mas também aos cidadãos de todos os municípios da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela.

O programa de atividades encerra no dia 1 de outubro, numa festa dedicada ao idoso, com ritmos musicais, em associação ao Dia Internacional do Idoso, Dia Mundial da Música e Dia Mundial do Coração. O “Chá Dançante” decorre durante a tarde, no Pavilhão Gimnodesportivo Municipal 1, e visa proporcionar momentos de convívio entre a comunidade sénior do concelho – utentes das Instituições Particulares de Solidariedade Social e cidadãos com mais de 65 anos de idade, reformados e pensionistas.