Ana Abrunhosa reconduzida na liderança da CCDRC

Ana Abrunhosa é reconduzida como presidente da Comissão de Coordenação e de Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), com efeitos a partir de segunda-feira (27 de Maio).

O despacho do ministro do Planeamento, Nelson de Souza, refere a renovação da comissão de serviço de Ana Maria Pereira Abrunhosa no cargo de presidente da CCDRC, ouvidos os membros do Governo responsáveis pelas áreas das autarquias locais e do ambiente e ordenamento do território.

A decisão teve ainda em conta “os resultados obtidos na atividade desempenhada, que evidenciam aptidão, experiência profissional e capacidade de direção adequadas ao exercício das respetivas funções, de acordo com o relatório apresentado”.

Professora doutorada pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, a primeira nomeação de Ana Abrunhosa como presidente da CCDRC data de Maio de 2014.

Antes, tinha sido vogal executiva da Comissão Diretiva do Programa Operacional Regional do Centro – Mais Centro (Fevereiro de 2010 a Maio 2014) e vice-presidente da CCDRC, responsável pelas áreas do Desenvolvimento Regional, do Apoio Jurídico e à Administração Local e da Comunicação, Gestão Administrativa e Financeira (Outubro 2008 a Fevereiro 2010).

Fonte: Campeão das Províncias




Coimbra: Mais de 90 operacionais combatem incêndio em dois armazéns

Noventa e um operacionais combatem as chamas em dois armazéns na Rua Adriano Lima, em Coimbra.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Coimbra, o alerta foi dado pelas 13h41 e no local estão 91 operacionais, auxiliados por 27 viaturas.

Fonte dos Bombeiros Sapadores de Coimbra disse tratar-se de armazéns, possivelmente, de revenda, encontrando-se o combate ao incêndio ainda numa fase inicial.

Atualização às 18h20:

As chamas foram extintas pelas 16h00.

O incêndio ocorreu na zona industrial de Eiras e afetou uma unidade de embalagens de venda rápida e copos de papel e máquinas de venda automática para aluguer.

O fogo consumiu cerca de 70% de dois armazéns contíguos e foi combatido por 105 operacionais, apoiados por 32 viaturas.

 

 




Região: PJ deteve dois suspeitos por crime de lenocínio

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, procedeu à detenção em flagrante delito de dois suspeitos da prática do crime de Lenocínio.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, as autoridades referem que “o crime em investigação tem vindo a ser praticado há vários anos, numa habitação localizada na cidade de Torres Novas, por uma mulher de 33 anos, sem profissão que, com intenção lucrativa e de forma profissional, vem fomentando o exercício da prostituição por parte de outras mulheres, tarefa que contava com o auxílio material do segundo detido, um homem de 67 anos de idade que, neste contexto, prestava serviço de segurança à atividade e executava outras tarefas conexas”

No decorrer das buscas realizadas foram apreendidos documentos e outros objetos “suscetíveis de servirem de prova da atividade ilegalmente exercida”.

Os detidos ficaram sujeitos à medida de coação de Termo de Identidade e Residência.




CIM da Região de Coimbra promove Expo Empresas e final do concurso intermunicipal em Vila Nova de Poiares

A Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra realiza no sábado, 25 de maio, a Expo Empresas, Artes e Ofícios, no Pavilhão Gimnodesportivo de Vila Nova de Poiares, a partir das 10h00, …

… onde 600 alunos de 34 turmas do 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico das escolas do território da CIMRC, apresentam os projetos de empreendedorismo no âmbito do programa “Imagine.Create.Succeed”.

Depois da visita aos stands onde os alunos farão as suas apresentações, cerca das 18h00, será efetuada a entrega de prémios e encerramento pelos presidentes dos municípios e presidente da Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra.

Trata-se da final intermunicipal destinada aos dois ciclos, onde as turmas provenientes dos vários municípios da nossa Região, para apresentar os projetos desenvolvidos durante o ano letivo. Cada turma terá um stand para apresentar a sua ideia de negócio/empresa. Participam 16 turmas do 2.º ciclo de ensino básico e 18 turmas do 3.º ciclo do ensino básico.

Ao longo deste dia, os alunos estarão acompanhados pelos professores que os apoiaram no desenvolvimento do projeto, por Técnicos/as da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra e das Câmaras Municipais.

Este evento é enquadrado no projeto “Realiza-te”, de promoção do sucesso escolar, inclusão social e igualdade de oportunidades e é cofinanciado pelo Portugal 2020, Programa Operacional Regional Centro 2020 e pelo Fundo Social Europeu (FSE).

Nos últimos seis anos, a CIM RC tem sido promotora do Programa “Imagine.Create.Succeed”, com a finalidade de criar uma cultura empresarial, promover o espírito de iniciativa, a cooperação e criatividade, o que permite aos alunos ter um primeiro contacto com esta temática. A final intermunicipal do Ensino Secundário e do Profissional realizou-se a 29 de março, em Mortágua.

 




Queda de varanda mata homem em Lamego

Um homem, com 38 anos, morreu na tarde de ontem, em Lamego, ao ser atingido por uma varanda que se encontrava a aumentar.

Segundo informações do Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu, “o senhor andava a aumentar a varanda de um lado e do outro e depois ao tirar a cofragem, aquilo devia ter peso a mais, caiu em cima dele”.

O alerta foi dado às 16h00 e para o local deslocaram-se os Bombeiros de Lamego, o INEM, a PSP e a proteção civil municipal, com um total de 17 homens.




Loeb entre os inscritos do WRC Vodafone Rally de Portugal

Lista de inscritos para o Rally de Portugal já conhecida.

LISTA INSCRITOS RALYY DE PORTUGAL 2019

A surpresa chama-se Sebastien Loeb/Daniel Elena e aparecem na lista de inscrito para o Vodafone Rally de Portugal

O piloto mais vitorioso de sempre da história dos ralis, somando nove títulos mundiais consecutivos (2004 a 2012), vai regressar com um Hyundai i20 às classificativas portuguesas, agora disputadas no Norte e Centro do País, sete anos depois da sua última participação nesta prova.

Loeb, duas vezes vencedor do Vodafone Rally de Portugal (2007 e 2009), foi escolhido pela Hyundai para se juntar a Thierry Neuville e Dani Sordo naquela que é a última prova da primeira metade da época de 2019 do WRC, a disputar de 30 de maio a 2 de junho.

A lista de inscritos apresenta 11 WRC, das equipas oficiais da Citroën, Toyota, Hyundai e Ford, quatro da nova categoria WRC2 Pro e 22 WRC2, categoria em que se incluem muitos dos pilotos portugueses, entre os quais se destacam Ricardo Teodósio, Miguel Barbosa, Armindo Araújo, José Pedro Fontes, Bruno Magalhães e Pedro Meireles.

Fonte: ACP/Rally de Portugal 2019

Foto:Nuno Dinis




Oliveira do Hospital aprova Plano Operacional Municipal contra incêndios

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (CMDFCI) de Oliveira do Hospital aprovou, ontem por unanimidade, o Plano Operacional Municipal 2019 (POM), …

… numa reunião presidida por José Carlos Alexandrino, líder da autarquia, com a presença da vereadora da Floresta e Desenvolvimento Rural, Teresa Dias, do Comandante Operacional Municipal e elementos do Gabinete Técnico Florestal, e dos representantes das entidades que integram a Comissão.

Em comunicado, o Município refere que o POM, documento elaborado anualmente e que operacionaliza o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI), tem como principal objetivo “preparar todo o dispositivo de defesa da floresta contra incêndios, definindo os meios humanos, técnicos e materiais que serão utilizados na execução das ações de prevenção, vigilância, deteção, fiscalização, 1.ª intervenção, combate, rescaldo e pós-rescaldo e vigilância pós-incêndio existentes no Município de Oliveira do Hospital”. “Procurando garantir a capacidade operacional de primeira intervenção, este Plano visa também assegurar a atuação coordenada entre todos os agentes de Defesa da Floresta Contra Incêndios, em todas as situações”, acrescenta.

Constaram na ordem de trabalhos desta reunião, da Comissão a que preside José Carlos Alexandrino, a aprovação da proibição da realização de queimas de sobrantes e amontoados durante o período crítico, entre 1 de julho e 30 de setembro; e a apresentação e aprovação do Regimento da CMDFCI. Ambos foram aprovados por unanimidade.

Na reunião foram também apresentadas e aprovadas as regras e recomendações a que obedecem a análise de risco e medidas excecionais para as novas construções ou ampliações, em espaço rural, sendo que neste âmbito foi dado conta dos pedidos para emissão de parecer relativos ao Pedido de Redução da Faixa de Proteção a Edificações.

O Município refere que que no âmbito desta nova legislação que incluiu o novo papel da CMDFCI na emissão do parecer vinculativo no que diz respeito à aprovação dos licenciamentos para novas edificações em espaço rural, foram acrescentadas três novas entidades a esta estrutura municipal: a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC).

Além destas entidades, integram a Comissão: os cinco representantes das Juntas de Freguesia do concelho, os comandantes dos Bombeiros Voluntários de Lagares da Beira e Oliveira do Hospital, o ICNF – Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, o comandante do Destacamento Territorial da Lousã da Guarda Nacional Republicana, representante do Exército Português, a Cooperativa Agro-Pecuária da Beira Central, C. R. L., a Cooperativa dos Agricultores de Alvoco das Várzeas, C. R. L., representante da Entidade Gestora das ZIF Alva e Alvôco, Cordinha, Lourosa, Terra Chã, Moura Alva e Serra da Estrela Sul – CAULE – Associação Florestal da Beira Serra, Afocelca, ADESA – Associação de Desenvolvimento Regional da Serra do Açor, REN – Rede Elétrica Nacional, EDP – Energias de Portugal, IP – Infraestruturas de Portugal




Carlos Bica é Embaixador de Arganil no Rally de Portugal

A Câmara Municipal de Arganil, no âmbito do regresso do Rally de Portugal à zona centro, após 18 anos de ausência, convidou Carlos Bica a ser o Embaixador de Arganil…

… junto da comunidade local, visitantes, imprensa nacional e internacional, convidados, pilotos e equipas do ACP e da FIA que vão passar pela região.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, Luís Paulo Costa, presidente da CM de Arganil refere que Carlos Bica, natural de Celavisa, concelho de Arganil,é a personificação do que o rally representa em Arganil. As vidas e as histórias das pessoas fundem-se com a passagem do rally” “O troço está diferente, muita coisa mudou e por isso precisávamos de alguém a promover Arganil ao nosso lado que conheça a exigência técnica, os desafios e as vitórias que o nosso troço já presenciou”.

Carlos Bica foi o primeiro português a sagrar-se quatro vezes consecutivas campeão nacional e é natural de Arganil. Ganhou paixão pelo rally nos anos 60, quando ia conduzir sozinho no carro do pai para a Serra do Açor e sonhava participar na competição.

“Arganil é a primeira e grande capital dos ralis em Portugal. Lembro-me de ler que os pilotos que participaram no grande rally maratona Londres-México de 1970, que uniu os continentes europeu e americano, e que passou por Arganil, quando chegaram à cidade do México, em pleno Mundial de futebol, mencionavam sempre a passagem por Arganil como a prova mais dura desses milhares de quilómetros”, conta Carlos Bica, ex-piloto de ralis e Embaixador de Arganil no Rally de Portugal. “Depois disso, muitos ralis nacionais e mundiais se ganharam e perderam no troco de Arganil que, na minha opinião, está para os ralis como a pista de Nurburgring – o circuito permanente mais longo do Mundo também conhecido como o “inferno verde” – está para os circuitos de velocidade”, acrescenta.

O troço de Arganil chegou a ter 60km, o que, durante anos, fez dele a classificativa mais extensa dos ralis mundiais. A dureza deste troço distingue-se pelos tipos de terreno, subidas, descidas, zonas rápidas, com uma intensidade permanente. Foi em 1981 que Carlos Bica correu pela primeira vez no troço de Arganil, no Ford Escort RS1800, no Rally Figueira da Foz.

O município de Arganil está empenhado em contagiar os seus habitantes e visitantes com o espírito que faz de Arganil a Capital do Rally. Para além da zona técnica no Sub-Paço de Arganil, onde vai ser possível contactar mais de perto com os pilotos, o município promove também um espetáculo de vídeo mapping, histórico, imersivo e interativo, que fará uma viagem ao Rally de Portugal a partir de Arganil, a Capital do Rally.

O espetáculo com entrada livre tem lugar na fachada da Antiga Cerâmica Arganilense, no dia 30 de maio pelas 22h, com três sessões de cerca de 12 minutos, intervaladas com animação no Nicola Lounge.

O espetáculo tem como promotor o Município de Arganil, é organizado e produzido pela TAVOLANOSTRA Eventos Globais e patrocinado pela NICOLA Cafés




Câmara e Altice inauguram primeira cabine de leitura no concelho de Seia

A Câmara Municipal de Seia e a Altice Portugal, através da Fundação Altice, vai inaugurar amanhã, 23 de maio, a primeira Cabine de Leitura do concelho,…

… nascida a partir de uma antiga cabine telefónica.

As várias Cabines de Leitura já distribuídas um pouco por todo o país são dinamizadas pela Fundação Altice, que reaproveita cabines telefónicas e, mediante parcerias com entidades autárquicas ou outras, assegura a sua adaptação, colocação e dinamização com o objetivo de estreitar laços comunitários, exercer a cidadania e fomentar a leitura num espaço totalmente inesperado, com o mote: “Levar, ler, devolver”.

A inauguração da Cabine de Leitura em Seia conta com as presenças do Presidente da União de Freguesias de Santa Marinha e São Martinho, Jorge Rafael da Silva Abreu, do Presidente da Câmara Municipal de Seia, Carlos Filipe Camelo e do Presidente Executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, e decorre no dia 23 de maio, às 16h00, na Rua Maria Augusto Nunes (junto ao Coreto).

Ainda no âmbito do eixo de responsabilidade social da Altice Portugal, realizar-se-á às 15h30, na Escola Secundária de Seia, uma cerimónia para a entrega de tablets ao Agrupamento Escolar de Seia. Este momento conta com a presença da Comissão Executiva da Altice Portugal, liderada pelo seu Presidente Executivo, Alexandre Fonseca, e pela Diretora da Fundação Altice, Ana Estelita.




Região Centro absorveu 5 ,1 mil milhões de euros de fundos europeus

Até 31 de dezembro de 2018 foram aprovados 5,1 mil milhões de euros de fundos europeus para aplicação na Região Centro, correspondendo a um volume de investimento elegível na região de 7,6 mil milhões de euros. De acordo com informação disponibilizada …

… pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro  no seu portal de internet, a  Região Centro absorveu 25,9% do total de fundos europeus aprovados no PORTUGAL 2020.

O Programa Operacional Competitividade e Internacionalização esteve em destaque com uma comparticipação financeira de 1,7 mil milhões de euros de fundos europeus aprovados, correspondendo a 32,7% do total da região. De seguida foram o Programa Operacional Regional, CENTRO 2020, (25,1%) e o Programa Operacional Capital Humano (17,9%) que receberam as maiores fatias de financiamento, sendo que, no seu conjunto, estes três programas operacionais foram responsáveis por 75,7% do total de fundos aprovados para financiar projetos na região.

O Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional foi o fundo financiador de cerca de metade dos apoios aprovados para a região (50,7%), seguindo-se o Fundo Social Europeu (31,2%) e o Fundo de Coesão (10,8%).

Estas são algumas das conclusões que integram a quinta edição da publicação “PORTUGAL 2020 na Região Centro”, com referência a 31 de dezembro de 2018, documento que permite um conhecimento aprofundado sobre a aplicação dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento na Região Centro. Para além de sintetizar as operações aprovadas com incidência na Região Centro nos diferentes programas operacionais que materializam o PORTUGAL 2020, também acompanha a implementação dos instrumentos territoriais na região e faculta uma visão do alinhamento dos projetos aprovados com a Estratégia de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente para a Região Centro (RIS3 do Centro).




Governo só apoiou um décimo das segundas habitações atingidas pelas chamas em 2017

No total, os grandes incêndios de 2017 destruíram mais de mil casas, a maioria na região Centro, mas a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro só recebeu candidaturas para reconstruir 90 habitações, revela a TSF.

Apenas quatro das cerca de 30 autarquias afetadas pelos grandes incêndios de 2017 concorreram ao programa do Governo para apoiar a reconstrução de segundas habitações.

Pampilhosa da Serra, Góis, Castanheira de Pera e Pedrógão Grande: foram as únicas autarquias que entregaram candidaturas à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro para ter acesso ao empréstimo do Fundo de Apoio Municipal (FAM) que permite comparticipar parte das obras de reconstrução das segundas habitações afetadas pelos fogos de 2017.

À TSF a CCDR do Centro confirmou que só deu luz verde à reconstrução de 90 destas casas, embora tenham ardido mais de mil em 2017. Na prática, apenas estas quatro câmaras aproveitaram o mecanismo de apoio criado pelo Governo através do recurso ao FAM, sendo o empréstimo contraído independente da dívida corrente dos municípios.

Em Santa Comba Dão arderam 140 casas, mas a câmara só recebeu seis candidaturas. O presidente Leonel Gouveia lembra que muitos proprietários não têm hipótese nem interesse em investir.

Também a câmara de Tondela, que recebeu 30 candidaturas num total de 150 casas afetadas, deixou passar a data. Apesar de o prazo oficial ter terminado a 30 de abril e ter sido alargado três vezes, o autarca José António Jesus diz que foi difícil cumprir as metas devido a questões burocráticas.

Ao contrário de outras autarquias, Oliveira do Hospital não se candidatou ao empréstimo para comparticipar a reconstrução das segundas habitações. O Presidente José Carlos Alexandrino diz que o orçamento municipal consegue suportar a despesa mas, caso precisasse, não teria recorrido porque o apoio do Governo tem poucas vantagens: “Nós não temos necessidade de ir ao FAM porque até teríamos hipótese de fazer endividamento com melhor taxa de juro na banca comercial.”

Depois dos incêndios de 2017, o primeiro-ministro tinha salientado a importância das segundas habitações para manter vivo o Interior do país, tendo em conta os vínculos sociais e económicos ao território.

Quase dois anos depois, o autarca de Arganil, Luís Paulo Lopes, lamenta que o mecanismo de apoio criado pelo Governo tenha “empurrado” a despesa para cima das câmaras e dos proprietários.

 




Região: Acidente de viação provocou um morto

Um homem de 36 anos morreu, ontem, na sequência de um despiste de um veículo ligeiro na Estrada Nacional 18, em Vila Velha de Ródão, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco.

Segundo a fonte, tratou-se do despiste de uma viatura ligeira na Estrada Nacional 18, em Sarnadas de Ródão, concelho de Vila Velha de Ródão, sendo que o alerta para o acidente foi dado às 17.19 horas.

No local estiveram três viaturas dos bombeiros de Vila Velha de Ródão e de Castelo Branco, com sete elementos, a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital Amato Lusitano (HAL) de Castelo Branco e a GNR.




Oito  professores da Roménia procuram novas fórmulas de Educação em Penacova

De 13 a 24 de maio, um grupo de oito professores oriundos de Sibiu, a maior cidade do sul da região histórica da Transilvânia, na Roménia,…

… está em Penacova para assistir a aulas e atividades de vários níveis de ensino, no Agrupamento de Escolas de Penacova.

Do 1º ciclo ao ensino secundário, os professores assistem  às boas práticas pedagógicas partilham experiências, “num intercâmbio que se crê que seja bastante positivo e enriquecedor para ambas as partes”, refere Humberto Oliveira, presidente do Município.

Sandra Ralha, vereadora da Educação na autarquia de Penacova, recebeu o grupo de professores no Salão Nobre dos Paços do Concelho, numa cerimónia simples, em que agradeceu o facto de continuarem em busca de novas fórmulas de educação e de combate ao insucesso escolar, fazendo votos de umas excelentes semanas, em que todos possam sair a ganhar com base na interculturalidade, onde o reconhecimento e a valorização da diversidade possam surgir como fonte de uma aprendizagem para todos os envolvidos neste projeto.




Próximo verão vai trazer ondas de calor a atingir 43ºC. Risco de incêndio vai ser muito elevado

O verão que aí vem vai ser ainda mais quente na Europa. Portugal e Espanha serão os países mais quentes com previsão de ondas de calor com temperaturas a chegarem aos 43ºC.

Portugal, Espanha, Polónia e Hungria vão ser os países mais afetados pelas ondas de calor na Europa, prevendo-se dias a fio de temperaturas de 43ºC na Península Ibérica. As previsões são do site Accuweather.

Segundo o meteorologista Eric Leister, o verão intenso vai afetar toda a Europa, não sendo de esperar muitos dias de chuva durante os meses da estação. As ondas de calor irão afetar sobretudo Portugal e Espanha, mas chegarão também ao Centro da Europa.

Assim, no norte de França, Bélgica, Holanda, Polónia Eslováquia e Hungria os termómetros vão chegar aos 38ºC durante o verão. Em algumas regiões de França, nos meses de julho e agosto, as máximas podem atingir os 40ºC.

Contudo, os países mais quentes vão ser mesmo Portugal e Espanha, que deverão esperar ondas de calor com temperaturas de até 43ºC, durante vários dias seguidos. Nessa atura, as noites deverão ser marcadas por muito calor, o que será problemático, refere o mesmo site, para quem não tiver forma de arrefecer as suas casas.

Face ao cenário traçado, o meteorologista recomenda que se beba muita água, mantendo o corpo hidratado, que se usem roupas frescas, que se evite praticar exercício durante as horas de maior calor, e que as crianças e as pessoas com problemas cardíacos e respiratórios evitem andar na rua sobretudo nos dias mais quentes.

A previsão de tempo fora do normal (mas cada vez mais comum) leva o meteorologista a alertar para o elevado risco de incêndio na Europa, sendo as zonas de maior risco o norte de Portugal e de Espanha, os Alpes, a Alemanha e a República Checa.

No caso da Península Ibérica, o calor que se espera já em junho combinado com a quase ausência de chuva, será a primeira região a ter de enfrentar o risco de incêndio. Já em França, nos Alpes, na Alemanha e no resto do centro da Europa a ameaça chegará em julho e agosto.

O risco de incêndio prolongar-se-á até ao outono, com a vegetação seca e o calor a persistir.

noticiasaominuto.com




Gouveia: Homem que agredia psicologicamente mulher de 86 anos foi detido com armas

Um homem de 86 anos foi detido por posse ilegal de armas no concelho de Gouveia esta segunda-feira. A detenção foi levada a cabo pela Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas.

Em comunicado, as autoridades referem que a investigação que esteve na base da detenção durou cerca de três semanas. Com efeito, apuraram os militares que o suspeito exercia violência psicológica sobre a mulher, também com 86 anos.

A força de segurança deu cumprimento a um mandado de busca domiciliária que culminou na apreensão de três espingardas de caça, uma carabina, uma pistola 6.35 mm e várias munições.

Para além de não ter licença de uso nem de porte de arma, o suspeito não tinha qualquer documentação das armas. Foi então constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.




Sinistralidade: 17 detenções, 754 infrações e 70 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 14 a 20 de maio, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a fiscalização rodoviária.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a Guarda Nacional Republicana (GNR) informa que das 17 detenções em flagrante delito, dez foram por condução sob o efeito do álcool.

No que respeita a apreensões, foram apreendidas sete doses de haxixe.

Na fiscalização do trânsito foram detetadas 754 infrações, das quais 20 relacionadas com tacógrafos, 30 por falta de inspeção periódica obrigatória, 18 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 16 por condução com taxa de álcool superior ao permitido por lei, 14 por falta de cinto de segurança e/ou sistema de retenção de crianças e 61 por excesso de velocidade.

Nesta semana há a registar 70 acidentes, de onde resultaram três feridos graves e 16 feridos leves.

No que respeita à fiscalização geral, foram emitidos 40 autos de contraordenação, destacando-se cinco no âmbito da legislação policial e 35 no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente.

Ainda nesta semana de operações foram realizadas ações de sensibilização no âmbito florestal,  prevenção rodoviária e “violência no meio escolar”.




Região Centro regista aumento de sofisticação em violência doméstica

Os casos de violência doméstica que têm chegado ao Gabinete de Apoio à Vítima de Coimbra não têm aumentado ao longo dos anos, mas regista-se um incremento ao nível de sofisticação por parte dos agressores e no recurso às redes sociais.

Em 25 anos de existência, o Gabinete da APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima de Coimbra registou 12.299 processos (até 2018), sendo a grande maioria (cerca de 80%) relacionados com a violência doméstica, em que estão incluídas a violência conjugal e a violência contra idosos e contra crianças e jovens, disse à agência Lusa a coordenadora da organização, Natália Cardoso.

Nos casos de violência conjugal, o Gabinete tem registado um decréscimo de novos processos a partir de 2016, mas os casos apresentam cada vez “situações mais complexas, o que exige um trabalho e um esforço maior por parte da equipa”, notou.

Segundo Natália Cardoso, as vítimas entram em contacto com a APAV com mais conhecimento sobre o que podem fazer, mas o tipo de violência reportado “é diferente do de há 20 ou 25 anos”.

“Antes, havia muitas situações associadas ao alcoolismo. Agora já não é tanto assim e há uma sofisticação na própria violência”, constatou, referindo que se notam cada vez mais formas de violência psicológica.

Os agressores “conseguem efetuar estes atos de violência de forma que dificilmente possam ser detetados por terceiros, o que torna mais difícil provar a existência de violência”.

De acordo com a responsável pelo gabinete de Coimbra, que abrange não apenas o distrito, como a região Centro, as redes sociais também são cada vez mais usadas, seja como instrumento para perseguir e tentar localizar a vítima e contactá-la ou como meio para exercer violência.

“As redes sociais são usadas como forma de magoar a vítima, expondo a situação, fazendo divulgação de imagens ou de conversas ou denegrindo a pessoa junto de familiares e amigos. Após a rutura da relação, o agressor ou agressora, tendo em seu poder fotografias ou troca de mensagens de caráter íntimo, usa essas informações e documentos ou para chantagear a vítima ou para denegrir a imagem da vítima junto da sua rede”, explanou Natália Cardoso.

Em declarações à Lusa, Natália Cardoso referiu ainda que se tem registado um aumento na procura de pedidos de ajuda relativamente a pessoas idosas, sendo que, na maioria dos casos, não é a própria vítima a contactar o gabinete, mas familiares, vizinhos ou instituições, sendo frequentemente situações de violência por parte do cuidador.

O Gabinete da APAV de Coimbra celebra o seu 25.º aniversário na quinta-feira, com um ‘Open Day’ e a inauguração das novas instalações, na Avenida Fernão de Magalhães.

O momento vai contar com a presença do presidente da APAV, João Lázaro.

lusa.pt




Região: Homem detido por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal da Guarda, deteve um homem de 35 anos, por tráfico de estupefacientes, no concelho da Guarda.

Em comunicado, a GNR refere que “no âmbito de uma acção de patrulhamento preventivo, os militares, através do exterior de uma moradia, verificaram que no interior existiam diversos vasos com plantas de cannabis”. As autoridades referem que “das diligências realizadas resultou a identificação do proprietário das referidas plantas e na realização de uma busca domiciliária, foram apreendidas 45 doses de haxixe e sete plantas de cannabis, em fase de crescimento, como dá conta o major Cláudio Saraiva, Relações Públicas do Comando Territorial da Guarda”

O indivíduo foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal Judicial da Comarca da Guarda, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência.




Turismo do Centro apresenta durante dois dias o maior debate sobre turismo interno em Portugal

O Turismo Centro de Portugal promove hoje e amanhã, 21 e 22 de maio, a sexta edição do Fórum de Turismo Interno “Vê Portugal”, principal evento…

… que se dedica à discussão do turismo interno realizado a nível nacional. A iniciativa acontece no Cine-Teatro Avenida, em Castelo Branco.

O Fórum Vê Portugal é uma iniciativa anual do Turismo Centro de Portugal, que junta especialistas de várias áreas, membros do Governo, autarcas e empresários para uma abrangente discussão sobre o presente e o futuro do turismo interno. Castelo Branco sucede a Viseu, Aveiro, Coimbra, Leiria e Guarda, as capitais de distrito que acolheram as edições anteriores, num sucesso sempre crescente.

Entre as novidades de este ano, destaca-se a presença de dois oradores convidados, na qualidade de keynote speakers, que irão apresentar dois temas particularmente relevantes para a área do turismo interno. São eles Luís Marques Mendes, Conselheiro de Estado, que irá falar sobre o binómio “Portugal Para Viver / Portugal Destino Turístico”; e Carlos Miguel, Secretário de Estado das Autarquias Locais, com uma intervenção sobre os efeitos no Turismo da Lei-Quadro da Transferência de Competências para as Autarquias Locais e Entidades Intermunicipais.

O Fórum Vê Portugal garantiu também a presença de Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, como moderador de luxo do painel que encerrará o encontro. Com o tema “Promoção Turística Nacional – que Modelo?”, este painel junta os presidentes das Regiões de Turismo de Portugal Continental

Destaque ainda para uma intervenção da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, logo no primeiro dia dos trabalhos.




Góis encaminha alimentos para vítimas  de Moçambique

No âmbito da campanha que decorreu no Município de Góis “Solidariedade com Moçambique”, os bens alimentares recolhidos …

… na sede da Junta de Freguesia de Góis  vão ser encaminhados para o centro de logística organizado pelos  Bombeiros Voluntários de Esmoriz, informou hoje a autarquia.

“Em articulação com aquela entidade, os donativos recolhidos vão ser devidamente acondicionados e seguirão em contentores, para serem distribuídos pelas vítimas do ciclone Idai”, refere.

A Câmara Municipal “agradece a todos que contribuíram para esta causa humanitária, assim como à corporação dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz, na pessoa do senhor adjunto de comando Nelson  Gomes,  pela cooperação e disponibilidade na entrega deste bens alimentares”.




Águeda: Alegado líder de rede de pedofilia confessa maioria dos crimes

O homem acusado de 583 crimes de abuso sexual de crianças e de liderar, a partir de Águeda, uma alegada rede internacional de pedofilia assumiu hoje em tribunal a maioria dos crimes, mas negou qualquer proveito financeiro.

O arguido, que está ainda acusado de 73.577 crimes de pornografia infantil, começou a ser julgado hoje de manhã no Tribunal Central Criminal de Lisboa, num julgamento que decorre à porta fechada.

Fonte judicial explicou à agência Lusa que a decisão de realizar este julgamento sem a presença de público se deve à natureza do crime e ao facto de envolver crianças.

A acusação do Ministério Público (MP), do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, a que a Lusa teve acesso, diz que o principal arguido abusou sexualmente de oito menores, sete deles seus familiares (dois sobrinhos e cinco primos), alguns bebés, com o conhecimento dos pais e de duas primas, quatro dos outros arguidos no processo.

Um sexto arguido, um informático do concelho de Sintra, está acusado de 623 crimes de abuso sexual de crianças e outros tantos de pornografia de menores, 548 dos quais cometidos sobre o enteado de 5 anos e 75 sobre a filha bebé, ainda com meses.

No final da sessão, em declarações à Lusa, fonte judicial referiu que o principal arguido confessou a maioria dos crimes que consta na acusação do Ministério Público (MP), mas negou outros, nomeadamente que tivesse obtido algum benefício financeiro com a divulgação das fotografias e dos vídeos.

A mesma fonte adiantou que este arguido foi o único dos seis a manifestar intenção de prestar declarações em julgamento.

A próxima sessão realiza-se na terça-feira com o início da inquirição das testemunhas que constam do rol da acusação.

Fonte: Lusa




Diocese de Coimbra promove XXIII Festa Diocesana das Famílias na Mealhada

A Diocese de Coimbra, através do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar e da Unidade Pastoral da Mealhada, está a organizar a celebração da XXIII Festa Diocesana das Famílias que terá lugar no próximo domingo, dia 26 de maio, no Parque Desportivo da cidade da Mealhada.

Segundo nota enviada à Rádio Boa Nova, sob o tema «Família, acolhe e celebra a Vida», esta festa tem como objetivo primeiro, promover a sensibilização da comunidade, em geral, e dos cristãos diocesanos, em particular, para o valor primordial do «ser família», na vivência da «alegria do amor», como «lugar de esperança e de realização da pessoa», independentemente das circunstâncias e realidades, onde a mesma se encontra.

A presença do senhor Bispo, ao longo de todo o dia, de casais provenientes de toda a Diocese de Coimbra e de muitos convidados prometem perspetivar que será uma jornada bela e significativa, pela alegria e pela partilha.




Líder de rede internacional de pedofilia em Águeda começa a ser julgado

Um homem acusado de 583 crimes de abuso sexual de crianças e de 73.577 de pornografia de menores, e que, desde Águeda, liderava uma alegada rede internacional de pedofilia, começa hoje a ser julgado em Lisboa.

A acusação do Ministério Público (MP), do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, a que a agência Lusa teve acesso, diz que o principal arguido abusou sexualmente de oito menores, sete deles seus familiares, incluindo bebés (dois sobrinhos e cinco primos), com o conhecimento dos pais e de duas primas, quatro dos outros arguidos no processo.

Um sexto arguido, um informático do concelho de Sintra, está acusado de 623 crimes de abuso sexual de crianças e outros tantos de pornografia de menores, 548 dos quais cometidos sobre o enteado de 5 anos e 75 sobre a filha bebé, ainda com meses.

O despacho de acusação indica que o principal arguido morava com os pais numa habitação, com cinco quartos, no concelho de Águeda, distrito de Aveiro, na qual passaram a residir, desde 2014, uma sua irmã e o cunhado, pais de uma menina, atualmente com 7 anos. Em setembro de 2016, o casal teve um segundo filho, um rapaz, hoje com 2 anos e 8 meses.

Quando o casal se ausentava, as crianças ficavam confiadas aos cuidados do arguido ou dos avós (arguidos), sendo a residência frequentada também por duas primas (arguidas) e pelos três filhos destas, dois meninos, com 6 anos, e uma bebé de 3 anos e 10 meses, e ainda por outros três rapazes, com 9, 10 e 12 anos, dois dos quais filhos de um irmão da mãe do arguido.

Fruto da relação familiar que têm com o arguido, os menores frequentavam a habitação e aí pernoitaram por diversas vezes.

A acusação sustenta que, pelo menos desde 2013/2014 e até junho de 2017, mês em que foi detido pela Polícia Judiciária e ficou em prisão preventiva, o arguido abusou sexualmente dos menores, os quais “filmava e fotografava para, posteriormente, divulgar e partilhar tais ficheiros com outros indivíduos também apreciadores de conteúdos de abusos sexuais de crianças”.

O MP diz que, pelo menos desde novembro de 2015, o arguido criou, administrou e geriu uma ‘darknet’ (rede fechada a um grupo privado de pessoas), de cariz internacional, através da qual difundia filmes e imagens dos abusos sexuais, “maioritariamente bebés e crianças de tenra idade”, à qual deu o nome de ‘Baby Heart’, autorizando as partilhas dos mesmos quando estes cumpriam os requisitos de partilha por si definidos e publicados na referida página.

Em 08 de fevereiro de 2017, o Tribunal de Aveiro já havia condenado este arguido a uma pena suspensa de dois anos por pornografia de menores, por obter e partilhar, através da Internet, ficheiros multimédia com crianças em práticas sexuais.

A juíza presidente justificou a suspensão da pena com a confissão do arguido e o facto de este ter 19 anos à data dos factos (2012), razão pela qual o beneficiou de uma atenuação especial da pena, decorrente da aplicação do regime especial para jovens delinquentes, com a condição de continuar a submeter-se a tratamento psicoterapêutico num hospital da região.

lusa.pt




Politécnico de Coimbra reúne 22 países na semana internacional “Erasmus+ Global Week”

O Politécnico de Coimbra organiza a 3ª edição da “Erasmus+ Global Week” de 20 a 24 de maio, com o objetivo de fortalecer os laços com os atuais parceiros…

… e explorar novas parcerias, a fim de discutir e abraçar os desafios globais da internacionalização do ensino superior da próxima década.

“Será uma semana de intenso debate de problemáticas comuns e de procura de soluções e oportunidades num ambiente multicultural de partilha de conhecimentos e boas práticas”, refere o IPC em comunicado.

Segundo Maria João Cardoso, pró-presidente e coordenadora institucional das Relações Internacionais do IPC, esta iniciativa “é um momento importante para o Politécnico de Coimbra, porque não só projetamos a qualidade e diversidade da nossa instituição no mundo, como proporcionamos uma excelente ocasião a toda a comunidade do IPC, estudantes, docentes e funcionários, para explorarem oportunidades de internacionalização. Vamos receber um elevado número de parceiros e trabalhar com eles a temática relativa à próxima geração de programas europeus que entrarão em vigor em 2021, e que constituem o quadro de referência para o desenvolvimento da cooperação internacional.  Conhecer e debater os aspetos mais relevantes das propostas da Comissão Europeia, é fundamental para podermos antecipar caminhos e preparar o futuro.”

No conjunto são 62 participantes provenientes de 44 instituições de Ensino Superior, totalizando 22 países. Em relação ao ano passado, a participação internacional alargou para fora da União Europeia e Brasil, com a participação de instituições com as quais o IPC tem projetos internacionais e que são originárias de países como o Azerbaijão, a Geórgia, a Federação Russa ou a Arábia Saudita.

Ao nível da discussão da temática dos próximos programas europeus que vão entrar em vigor, a responsável destaca a Conferência Internacional, coorganizada com a Agência Nacional Erasmus+, no dia 21, com a presença do secretário geral da EURASHE, Associação Europeia das Instituições de Ensino Superior, família europeia das Universidades de Ciências Aplicadas de que o IPC faz parte. “O objetivo é conhecer, compreender e debater os próximos desafios que esperam o ensino superior e que são relevantes para a estratégia de Relações Internacionais do Politécnico”, explica Maria João Cardoso. Tendo sido dada essa possibilidade, diversas IES portuguesas efetuaram o registo para assistir à conferência.

Um segundo momento relevante é a Feira Internacional, no dia 22, em que todas as instituições vão poder contactar com a comunidade do Politécnico de Coimbra – docentes, não docentes e estudantes. “A Feira representa um evento especial dentro do programa da Global Week e é sempre um palco de intenso networking. Em 2018, muitas mobilidades foram tratadas durante a feira dada a possibilidade de contacto direto entre visitantes e as Relações Internacionais dos nossos parceiros presentes”, refere a Pró-Presidente do Politécnico de Coimbra, acrescentando que, no caso particular dos estudantes, “por vezes têm receio de partir, e o contacto pessoal com as  potenciais instituições de acolhimento permite resolver problemas e esclarecer dúvidas , acabando por eliminar algumas barreiras, frequentemente psicológicas, que não facilitam o processo. De facto, a feira é um momento muito importante de facilitação e promoção das mobilidades internacionais”, explica.

Os participantes da “Erasmus+ Global Week” são essencialmente dirigentes e responsáveis das Relações Internacionais das várias instituições, e também professores europeus que vêm realizar as suas missões de ensino ao Politécnico de Coimbra. Algumas destas participações são resultantes de projetos internacionais em curso.

A par destas iniciativas de discussão e networking, decorre um programa cultural que inclui visitas, por exemplo, ao Museu Aliança Underground (em Sangalhos, Anadia), Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, Portugal dos Pequenitos, Quinta das Lágrimas, Eco Museu e Salinas na Figueira da Foz.




Região: GNR detém homem em flagrante por incêndio florestal

Um homem de 67 anos foi detido em flagrante delito, na quinta-feira, por militares da GNR do Posto Territorial de Alcains, pela prática de um crime de incêndio florestal.

Em comunicado, o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR explica que a detenção ocorreu após o alerta de um incêndio florestal no concelho de Castelo Branco.

“Os militares foram de imediato ao local, acabando por deter o suspeito que se encontrava a realizar uma queimada, sobre a qual perdeu o controlo, propagando-se o fogo a uma área de mato e sobreiros”, lê-se na nota.

A GNR adianta que a realização de queimadas estava proibida no concelho de Castelo Branco, devido ao “elevado risco de incêndio rural, decorrente do quadro meteorológico previsto”.

O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência, tendo os factos sido remetidos para o Tribunal Judicial da Comarca de Castelo Branco.

Esta ação contou com o apoio do Núcleo de Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Castelo Branco, tendo ainda a intervenção dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco e dos Vigilantes da Natureza.