“Casa d’O Brasileiro” vai ser Centro de Acolhimento Temporário para a Deficiência

“Casa d’O Brasileiro” vai ser Centro de Acolhimento Temporário para a Deficiência

image_pdfimage_print

O Bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, abençoou ontem a primeira pedra daquele que virá a ser o Centro de Acolhimento Temporário (CAT) para a Deficiência,…

… promovido pela Santa Casa da Misericórdia de Galizes. O projeto vai dar vida nova à “Casa d’O Brasileiro”, na localidade de Senhor das Almas.

O lançamento da primeira pedra do CAT para a Deficiência marcou, ontem, o final das cerimónias de encerramento das comemorações dos 350 anos da Misericórdia de Galizes, que momentos antes procedeu à apresentação do livro “Compromisso da Misericórdia de Galizes – 1668” e descerrou um monumento comemorativo da efeméride.

Virgílio Antunes, Bispo de Cimbra considerou que 350 anos constituem “um marco” porque demonstra “o pulsar do coração de uma população” .E quanto àquela que vai ser a nova resposta social da instituição, considerou que a mesma é “urgente” para o acolhimento de crianças com deficiência, seja porque as suas famílias não têm condições adequadas para as ter em suas casas, seja porque estão inseridas em famílias destruturadas.

O futuro CAT vai funcionar no “palacete” localizado junto à EN17 conhecido como a Casa do Brasileiro. Há dois anos o imóvel foi oferecido à Misericórdia de Galizes para fins sociais pelo casal Albano Ribeiro de Almeida e a sua esposa Maria Augusta, herdeira da casa que o pai inaugurou em 1931. Em jeito de graça, Ribeiro de Almeida disse que a casa não era sua, mas antes da sua esposa que a herdou, contando lá ter vivido pouco tempo, por a achar “grande de mais”. “ A casa sofreu muitas alterações”, contou, recordando que à data da inauguração só tinha uma casa de banho e há dois anos tinha 15. Não deixou de sublinhar “os asares” que houve na casa, com os últimos inquilinos, mas considerou que “com a bênção do Sr. Bispo está tudo completamente resolvido”.


A apontar para o projeto do futuro CAT para a Deficiência, que manterá a traça original do palacete, Bruno Miranda, provedor da Santa Casa, referiu que o objetivo é criar “um lar de acolhimento, um lar familiar, que será composto por 16 camas normais e quatro de berçário. “Será estritamente para acolher crianças com deficiência, o que faz dele um projeto inovador” e “diferenciador” a nível nacional. “Contámos sempre com o apoio da Câmara Municipal, reconhecendo que seria uma mais valia para o concelho e que seria algo de bom e inovador para o concelho”, referiu Bruno Miranda.


Um trabalho em parceria que foi também apreciado pelo presidente do Município de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, considerando que a família que ofereceu o imóvel escolheu “a melhor instituição do concelho” para os fins que desejava. Esta é uma resposta que o autarca considera necessária no concelho por perceber o “drama de muitas famílias, sem capacidade financeira e com jovens com um grau de deficiência elevada. Destacou a “angústia” dos pais que quando começam a envelhecer não sabem a quem é que os filhos vão ser entregues. “Isto são coisas do nosso dia a dia, coisas reais do nosso concelho”.

Os trabalhos do futuro CAT para a Deficiência deverão ter início antes do final do ano. A obra estimada entre 750 a 800 mil Euros deverá estar concluída no final de 2020, altura em que o espaço entrará em funcionamento.

Previous Festa do Município de Nelas decorre de 21 a 24 de junho
Next Mário Brito é o novo presidente do FCOH

Artigos Relacionados

Sociedade

O verão está a chegar e a chuva também

A chuva regressa a partir desta segunda-feira a Portugal continental, mas com temperaturas que podem chegar aos 30 graus Celsius nas regiões do Alentejo, …

Última Hora

Investigadores visitam área ardida em Oliveira do Hospital

  O Centro de Estudos Florestais (CEF) e o Centro de Ecologia Aplicada “Prof. Baeta Neves” (CEABN), do Instituto Superior de Agronomia de Lisboa, vão visitar a área ardida de

Informação

Temperaturas máximas sobem hoje entre 2 a 5 graus em quase todo o país

As temperaturas máximas vão subir hoje entre 2 a 5 graus Celsius na generalizada do território do continente…

Última Hora

Oliveira do Hospital aprova o Plano de Ação do CLDS 4G

Oliveira do Hospital, em sede de reunião do Conselho Local de Ação Social (CLAS), aprovou o Plano de Ação do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS-4G) com que o Município

Informação

Bebé de 11 meses morreu em incêndio numa habitação

Um bebé de 11 meses morreu, esta segunda-feira, num incêndio numa habitação na Sertã, distrito de Castelo Branco.

Informação

“A Escola e o Meio” na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 2 de dezembro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 8.º e programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do

Informação

Desemprego baixa em Oliveira do Hospital

O desemprego está a descer no concelho de Oliveira do Hospital. Atualmente são 710 os oliveirenses sem emprego. Em janeiro eram 1038.

Informação

“Etapa da Vida” marca 80ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta

Decorreu hoje, em Pedrógão Grande, a apresentação da 80ª edição da Volta a Portugal em Bicicleta que contou com a presença de vários autarcas de municípios por onde está prevista

Informação

“Oliveira no Coração” apela à solidariedade no Mercado Municipal de Oliveira do Hospital

“Oliveira no Coração” serve de mote à iniciativa solidária que vai acontecer sexta-feira, dia 22 de dezembro, das 18 às 03 horas, no Mercado Municipal de Oliveira do Hospital.

Informação

  GNR identificou suspeitos de vandalismo no concelho de Seia

Na passada quinta-feira, cinco homens, com idades compreendidas entre os 14 e os 39 anos, foram identificados pelo Comando Territorial da GNR Guarda por suspeita de atos de vandalismo, no

Informação

GNR apreende 106 artigos contrafeitos em Carregal do Sal

O Comando Territorial de Viseu, através do Posto Territorial de Carregal do Sal, identificou ontem, dia 3 de dezembro, um homem de 47 anos, pela prática do crime de contrafação,

Última Hora

Tondela decreta três dias de luto municipal após tragédia

A Câmara Municipal de Tondela decretou três dias de luto municipal a começar hoje, 15 de janeiro, após a tragédia que, no último sábado, abalou o concelho.