Câmara de Seia aprova Orçamento de 24,9 milhões de euros para 2019

Câmara de Seia aprova Orçamento de 24,9 milhões de euros para 2019

image_pdfimage_print

A Câmara Municipal de Seia aprovou 24,9 milhões de euros para o seu orçamento de 2019, onde “prossegue com uma política de proximidade às pessoas e a favor da economia e do emprego”.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a autarquia adianta que, com um crescimento de 11,25% face ao presente ano, sendo o mais alto nível de investimento público desde 2009, as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2019, no valor global de 24.939.951,00 euros, foram aprovadas na última reunião de Câmara pelo executivo.

“Vivemos um momento marcante”, começou por dizer o Presidente da Câmara Municipal, Filipe Camelo, atribuindo o crescimento orçamental à eficaz gestão financeira levada a cabo nos últimos anos, marcados pela execução do Plano de Reequilíbrio Financeiro e do Programa de Apoio à Economia Local, que se extinguem com a operação recente de substituição da dívida para a banca em condições muito mais atrativas, que gera uma poupança de cerca de 5,7 milhões de euros.

“Esta nova realidade dá maior capacitação ao Município não só no plano financeiro, mas também operacional, libertando a autarquia de alguns condicionalismos, como a maximização das taxas, pese embora o Município se mantenha ainda em desequilíbrio estrutural, pois ainda não atingiu um rácio abaixo de 1,25% (média das receitas correntes dos últimos 3 anos), o que obriga a um caminho cauteloso, que deve continuar a assentar na seletividade do investimento”, concluiu.

O documento, que define as linhas fundamentais de orientação da Câmara Municipal de Seia, representa um novo ciclo de investimento público de elevada volumetria financeira, que advém das candidaturas apresentadas ao Portugal 2020, nomeadamente através da execução do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) na cidade, assim como no âmbito do POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Este pacote de intervenções representa um crescimento de 19,6% dos compromissos plurianuais, face a 2018, e um aumento previsível de 5,5 milhões da receita de capital, o valor mais elevado dos últimos anos, proveniente de Fundos Comunitários correspondente a obras que se encontram em execução e em fase de concurso.

Por via do PEDU, iniciar-se-á em 2019 na sede de concelho uma intervenção de regeneração urbana sem precedentes, alinhada com a mobilidade e meios alternativos que melhorem a acessibilidade.

Por via do POSEUR, a Câmara Municipal anuncia um investimento superior a 3 milhões de euros, que visa consolidar a estratégia de requalificação ambiental prosseguida nos últimos anos.

Ainda, no que diz respeito a obras a executar em 2019, no âmbito dos protocolos celebrados com o Ministério da Educação, estão previstas melhorias nas instalações das escolas básicas de Santiago, Abranches Ferrão e Tourais/Paranhos, intervenções superiores a 400 mil euros.

Por sua vez, “indo de encontro aos anseios da comunidade”, a autarquia alocou perto de 1 milhão de euros para a requalificação da rede viária municipal, concretamente para a beneficiação de estradas municipais: Santa Marinha/Eirô; Torroselo/Sandomil (conclusão da obra); Vila Verde – N231, entre outras vias municipais em Seia e São Romão a lançar em 2019.

Nos principais eixos do orçamento e numa gestão financeira eficaz, as rúbricas com maior dotação “continuam a ser aquelas que dizem diretamente respeito ao nível de qualidade de vida da comunidade”, sublinhou Filipe Camelo, como o abastecimento de água, o saneamento básico e a recolha de resíduos sólidos urbanos.

Apesar de o orçamento ainda evidenciar um esforço considerável em torno dos encargos da dívida, que representa 19,7% do valor global, o edil fala em estabilidade da situação económica e financeira, que atribui às medidas de equilíbrio orçamental implementadas, que voltam a gerar, em 2019, uma poupança corrente de cerca de 4 milhões e 300 mil euros.

Previous Orçamento Participativo Jovem: votação nas propostas até 14 de novembro
Next Oliveira do Hospital recebe 40ª reunião de Outono da Sociedade Portuguesa de Pastagens e Forragens

Artigos Relacionados

Informação

Papa envia mensagem de solidariedade às vítimas dos fogos

O Papa Francisco enviou hoje uma mensagem de solidariedade às vítimas dos incêndios que atingiram Portugal, …

Última Hora

Suspeito de matar jovem de Santa Comba Dão em prisão preventiva

O alegado autor do homicídio de Miguel Ribeiro, jovem de 20 anos de Santa Comba Dão, ocorrido na madrugada de quarta-feira no Porto, ficou em prisão preventiva, medida de coação

Sociedade

GNR intensifica patrulhamento com operação “Todos os Santos”

A Guarda Nacional Republicana (GNR), no período de 31 de outubro a 4 de novembro, altura em que é celebrado o dia de “Todos os Santos”, vai intensificar o patrulhamento…

Politica

Rui Silva é o candidato pelo PS à Câmara de Arganil

Já é conhecido o candidato do PS à Câmara Municipal de Arganil, atualmente liderada pelo social democrata Ricardo Pereira Alves. A aposta da concelhia arganilense recaiu …

Última Hora

“A Escola e o Meio”na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 10 de novembro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 6.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Última Hora

Estradas na serra da Estrela encerradas devido à queda de neve

O acesso ao maciço central da Serra da Estrela está, desde hoje de manhã, encerrado devido à queda de neve e às condições meteorológicas adversas,…

Destaque

“Queijaria dos Lameiras” continua a apostar na certificação do Queijo Serra da Estrela

A Queijaria do Lameiras, em Vila Franca da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital é um nome de referência no que à produção do Queijo Serra da Estrela DOP

Sociedade

GNR intensifica patrulhamento em áreas florestais e agrícolas até 31 de janeiro de 2019

A Guarda Nacional Republicana realiza, a partir de hoje e até ao dia 31 de janeiro de 2019, a segunda fase da operação “Campo Seguro” em todo o território nacional,

Região

Beiras e Serra da Estrela contra o encerramento de balcões da CGD

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) aprovou por unanimidade uma moção contra o encerramento dos balcões da Caixa Geral de Depósito (CGD), com os municípios a

Última Hora

Seia: Buscas no rio Mondego para encontrar pescador desaparecido

A GNR e os bombeiros de Seia estão a realizar buscas no rio Mondego à procura de um homem de 64 anos que está desaparecido desde as 23h51 de segunda-feira.

Destaque

Projeto “Anos incríveis” capacita pais na educação dos seus filhos (com vídeo)

O concelho de Oliveira do Hospital foi palco do programa “Anos Incríveis” que, no período de 14 semanas, duas horas por semana,…

Última Hora

MAAVIM acusa Ministro da Agricultura de não conhecer o terreno afetado pelos incêndios

O Movimento Associativo de Apoio às Vitimas do Incêndio de Midões (MAAVIM), representado por Fernando Pereira, considera que o Ministro da Agricultura não conhece o terreno afetado pelos incêndios de