“Bobadela Romana” distinguida em Itália com 2º prémio no Festival Internacional de Cinema Documental

“Bobadela Romana” distinguida em Itália com 2º prémio no Festival Internacional de Cinema Documental

A “Bobadela Romana” foi distinguida a semana passada, em Itália, no Festival Internacional de Cinema Documental, com o filme “Splendidissima Civitas”, que obteve o segundo lugar do “Premio Archeoclub D’Italia”, atribuído pelo público aos filmes que melhor comunicam o conhecimento.

O filme premiado consiste num documentário, realizado por Ruy Pedro Lamy, da Arqueohoje, que revela a importância da atual aldeia de Bobadela, no concelho de Oliveira do Hospital, na época romana: há cerca de dois mil anos foi cidade, sendo então designada como “splendidissima civitas”.

Neste festival, que constituiu a “VIII edição da Rassegna del Documentario e della Comunicazione Archeologica, e é dedicado à comunicação e divulgação do conhecimento histórico e arqueológico, estavam em concurso, na seleção oficial, 24 filmes que documentam diferentes histórias, da Pré-História à Época Contemporânea, em diferentes partes do mundo, da Polónia a Portugal, passando pela Itália, França, Espanha e Croácia, da Turquia ao Curdistão, da África Subsaariana à Nova Zelândia.

A realização deste documentário surge no âmbito do projeto do novo Centro de Interpretação das Ruínas Romanas da Bobadela, que abriu recentemente ao público, com a finalidade de explicar o legado romano na “Splendidissima Civitas”.

Em comunicado enviado à Rádio Boa nova, o Município oliveirense refere que o espaço, que foi alvo de um investimento de cerca de 250 mil euros, contempla um conjunto de informação, fotografias e outros conteúdos, bem como peças recolhidas em escavações arqueológicas, e assume-se como uma porta aberta ao conhecimento da antiga cidade romana, complementando o conjunto monumental envolvente – arco, fórum e anfiteatro romano.

Este Centro Interpretativo oferece uma viagem interativa no tempo e na história, constituindo um importante polo de atração turística do Município de Oliveira do Hospital, que tem vindo a atrair cada vez mais visitantes.

As Ruínas Romanas de Bobadela são um dos mais importantes e bem preservados conjuntos arquitetónicos de valor histórico-arqueológico do “período romano” em Portugal. Este complexo de vestígios do passado, disperso pelo centro histórico da aldeia de Bobadela, estudado ao longo dos tempos pela comunidade científica e admirado pelos seus visitantes, mereceu há muitos anos a classificação de Monumento Nacional.

O Presidente do Município de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, congratula-se com a atribuição deste prémio internacional, sublinhando que se trata de uma distinção ao mais alto nível que vem dar outra visibilidade àquele monumento nacional.

O autarca frisa também que o seu executivo tem estado a fazer uma grande aposta na preservação e valorização do património que os romanos deixaram na aldeia de Bobadela, explicando que os resultados estão à vista através do extraordinário aumento da capacidade de atração de turistas que se vem registando nos últimos anos.

Previous Tempestade Leslie causou 38 milhões de prejuízos na Figueira da Foz
Next Aqua Village Health Resort & Spa vence 12 prémios internacionais

Artigos Relacionados

Informação

Oliveira do Hospital: Septuagenários ficaram feridos com gravidade em despiste automóvel

Um homem e uma mulher, com idade na casa dos 70 anos, ficaram feridos com gravidade num despiste ocorrido esta manhã, na estrada que liga Oliveira do Hospital à Bobadela,

Informação

Produtores de ovelha da Serra da Estrela recebem 34 euros por animal, esclarece o governo

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural esclarece, numa nota enviada à comunicação social, que os produtores de ovelhas da Serra da Estrela…

Última Hora

 ASAE apreende cerca 1 900 litros de azeite falsificado em Penacova

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu na semana passada 1900 litros de azeite falsificado e acondicionado …

Região

António Costa entregou novas viaturas a 44 equipas de sapadores florestais

O primeiro-ministro, António Costa, procedeu ontem à entrega de novas viaturas a 44 equipas de sapadores florestais, numa cerimónia realizada na Lousã.

Região

Neve corta duas estradas no norte do distrito de Viseu

A queda de neve obrigou hoje de manhã ao corte de duas estradas no norte do distrito de Viseu, uma nacional e outra municipal, disse à agência Lusa fonte da

Informação

“Água Hotels” vai explorar “Hotel Nelas Parq” nos próximos 10 anos

O Hotel Nelas ParQ vai ser explorado pelo Grupo Internacional de hotéis, “Água Hotels”, nos próximos 10 anos, com início neste mês de julho..

Última Hora

Região: Prisão preventiva para suspeito de roubo e sequestro

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, no âmbito de uma investigação em inquérito titulado pelo DIAP de Leiria, …

Informação

Enxurrada de lama agravou estado da Praia Fluvial de Avô

Uma enxurrada de lama agravou, ontem à tarde, o estado da Praia Fluvial de Avô que já se encontrava interdita a banhos devido ao lodo, cinzas e cascalho que foram

Nacional

ASAE instaura 66 processos de contraordenação em operação Black Friday

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica realizou, a nível nacional, durante cerca de uma semana, uma operação de fiscalização direcionada à verificação do cumprimento das regras legais do exercício

Última Hora

Já está escolhido o “Postal de Natal Digital 2016”

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital promoveu, pelo terceiro ano consecutivo, o concurso “Postal de Natal Digital” dirigido aos alunos do 3.º Ciclo, do Ensino Secundário e do Ensino

Última Hora

Sporting: Fernando Tavares Pereira quer um clube “estável” e “unido”

Fernando Tavares Pereira, conhecido empresário da região centro, que apresentou ontem a sua candidatura ao Sporting, afirmou que quer um clube estável e “unido” e que respeite todos os sportinguistas,

Destaque

Amianto mantém-se na escola de Oliveira do Hospital. Remoção “vai ser uma realidade” (Com Vídeo)

Na contagem decrescente para o início do novo ano letivo, mantém-se o problema do amianto na escola sede do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital. Carlos Carvalheira, diretor do