Bebé Noah morreu em Coimbra um dia antes de ser avaliada administração de medicamento inovador

Bebé Noah morreu em Coimbra um dia antes de ser avaliada administração de medicamento inovador

image_pdfimage_print

Uma bebé que era acompanhada no Hospital Pediátrico de Coimbra com atrofia muscular espinhal morreu, na terça-feira, um dia antes de serem avaliadas as condições para lhe ser administrado um medicamento inovador.

De acordo com um comunicado divulgado ontem, ao final da tarde, pelo Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), que integra aquele hospital pediátrico, a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) autorizou no dia 05 de outubro a administração do medicamento Zolgensma para a atrofia muscular espinhal tipo I a bebé Noah.

O CHUC não revela, contudo, a data precisa em que pediu ao Infarmed para a autorização de utilização excecional daquele medicamento.

No mesmo comunicado, o CHUC refere apenas que, “face à existência de um novo medicamento de caráter experimental na Europa (Zolgensma), cuja prescrição está condicionada por critérios clínicos e por limitação de dados objetivos de evidência científica inequívoca, foi dado início a um processo destinado à sua eventual administração”.

Em 18 de julho, o Infarmed tinha autorizado o pedido do Hospital de Santa Maria (Lisboa) para utilização do mesmo medicamento para tratamento da atrofia muscular espinhal em duas crianças.

A questão da autorização de utilização excecional daquele medicamento foi suscitada com o caso da bebé Matilde, na altura com dois meses e meio, a quem foi diagnosticada aquela doença, numa altura em que o medicamento inovador só estava autorizado nos Estados Unidos da América e com um custo de dois milhões de euros.

O Zolgensma é uma injeção de dose única apresentada como terapia genética à raiz da doença e a sua autorização excecional de utilização hospitalar em Portugal não implica custos para os doentes.

No caso da menina Noa, que estava a ser acompanhada em Coimbra, e segundo o CHUC, a criança estava a ser “submetida a medidas terapêuticas de suporte ventilatório e nutricional desde os primeiros meses de vida, bem como à única terapêutica específica aprovada na Europa para a patologia em causa”.

“Estava agendada para hoje, quarta-feira, dia 9 de outubro, reunião com a família para se avaliarem todas as condições inerentes à aplicação do medicamento, o que, infelizmente, não veio a acontecer”, lamenta o Centro Hospitalar na nota em que envia as suas condolências à família.

com:noticiasdecoimbra.pt

Previous ASAE: 175 inspetores fiscalizam veículos por todo o país
Next Dia Mundial da Saúde Mental: Doentes querem repor comparticipação de antipsicóticos a 100%

Artigos Relacionados

Informação

Oliveira do Hospital hasteou bandeiras ECOXXI e Familiarmente Responsável

O Município de Oliveira do Hospital hasteou hoje as bandeiras ECO XXI e Município Familiarmente Responsável numa “cerimónia simples, mas com significado muito especial”.

Região

Segurança Social apoiou 292 famílias afetadas pelos fogos de 2017

A Segurança Social anunciou, ontem, ter concedido um conjunto de apoios às populações afetadas pelos incêndios de outubro de 2017 que ascende a 152 mil euros destinados a 292 famílias.

Informação

Procissão do “Senhor dos Passos” quer atrair gente de todo país a Ervedal da Beira

Ervedal da Beira, prepara-se para mais uma Solene Procissão do Senhor dos Passos, que vai ter lugar no próximo domingo, 18 de março, pelas 14h30. A iniciativa que “é única”

Sociedade

EPTOLIVA apela à campanha solidária de recolha de sangue “Ajuda-nos a Ajudar a Isabel”

A EPTOLIVA – Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil, em parceria com o Instituto Português do Sangue e Transplantação (IPST), está a promover uma campanha de solidariedade

Região

Município de Seia quer reduzir 50 toneladas de resíduos indiferenciados num ano

O Município de Seia quer reduzir 50 toneladas de resíduos indiferenciados num ano, através da alteração de estilos de consumo e de padrões comportamentais, indo de encontro às metas comunitárias

Última Hora

Soltem Talentos 2019: Inscrições decorrem até 23 de junho

Encontra-se a decorrer o prazo para inscrição no concurso “Soltem Talentos 2018”, promovido pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital através do Pelouro da Cultura.

Última Hora

Crédito Agrícola divulga a sua “marca de proximidade” na EXPOH

À semelhança de anos anteriores, o Crédito Agrícola (CA) marca presença na EXPOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital reforçando a sua “marca” de instituição próxima das populações.

Desporto

Município de Tábua homenageia desportistas na VI Gala do Desporto

O Município de Tábua volta, por mais um ano, a homenagear os atletas do concelho na VI Gala do Desporto.

Sociedade

ADIBER assinou protocolo que beneficia a Beira Serra em mais de 2,1 milhões de Euros

A ADIBER  assinou, em Mangualde, o Protocolo de Articulação Funcional com a Autoridade de Gestão do PDR2020, que permite à região da Beira Serra …

Destaque

“O que me levou a aceitar ser candidato foi ouvir dos meus filhos que querem sair daqui porque não vêem futuro em Oliveira do Hospital”

João Paulo Pombo Albuquerque falou à Rádio Boa Nova do que o motivou a aceitar o convite que lhe foi dirigido pela concelhia do PSD de Oliveira do Hospital para

Informação

Presidente da CIM da Região de Coimbra remete para o Governo responsabilidades na Proteção Civil

O presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM/RC), José Carlos Alexandrino, disse que os autarcas não podem assumir responsabilidades …

Última Hora

Região Centro absorveu 5 ,1 mil milhões de euros de fundos europeus

Até 31 de dezembro de 2018 foram aprovados 5,1 mil milhões de euros de fundos europeus para aplicação na Região Centro, correspondendo a um volume de investimento elegível na região