Associação de Vítimas pondera avançar com ação coletiva contra o Estado

Associação de Vítimas pondera avançar com ação coletiva contra o Estado

image_pdfimage_print

Luís Lagos, presidente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP), anunciou, ontem, a “intenção de colocar uma ação coletiva contra o Estado”…

… na primeira Assembleia Geral da Associação que se realiza amanhã, pelas 20h30, no auditório do Crédito Agrícola, em Oliveira do Hospital.

Num programa especial, realizado nas instalações da ANCOSE (Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela), organizado pela Rádio Boa Nova a fim de assinalar um mês após a tragédia de 15 de outubro, que contou com a presença de bombeiros, autarcas, dirigentes associativos, empresários, agricultores e promotores turísticos, foi evidente a insatisfação no que respeita ao atraso de ajudas e apoios a todos os que ficaram prejudicados pelo incêndio.

Numa primeira abordagem, o presidente da AVMISP diz estar crente no renascimento do concelho de Oliveira do Hospital, assim como de toda a região. Por outro lado, Luís Lagos não consegue esconder a sua tristeza face aos últimos acontecimentos, ou mesmo a falta deles. Passado um mês, desilusão, sensação de abandono e discriminação em relação à ajuda prestada em Pedrogrão Grande, são sentimentos resultantes das ações anunciadas pelo Estado.


Para o presidente da AVMISP é também inadmissível “tratar a agricultura como setor de segunda”.

“O problema do interior é que não tem voz, não tem palco, não tem capacidade de se afirmar no palco mediático, logo não tem capacidade de exigência”, afirma o dirigente associativo. “Não tenham medo. É preciso verbalizar. Se não verbalizarmos, não vai acontecer nada, somos esquecidos”, acrescenta Luís apelando a todos que se manifestem “seja nas redes sociais, junto os órgãos de comunicação social, ou seja onde for”.

Em relação ao decreto de lei aprovado que visa a ajuda média de 2.500 euros para a recuperação de primeiras habitações, o presidente da associação afirma que “não dá” para voltar a equipar a casa com esse valor.

Como oliveirense, Luís Lagos faz grandes elogios à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, na medida que “tem uma política de proximidade com as pessoas e é reconhecida em relação a outros concelhos vizinhos”. “O nosso presidente da Câmara tem tido uma atitude incomparável”, acrescenta.

Neste encontro, o dirigente da AVMISP voltou a lembrar que esta associação, apesar de ter sido criada por oliveirenses, é de cariz “supramunicipal” e abrange outros concelhos como Tondela, Mortágua, Tábua, Arganil e Seia.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Previous Oliveira do Hospital continua à espera de apoios prometidos após o fogo
Next Município de Oliveira do Hospital promove música e património com “Ciclo pelas Igrejas”

Artigos Relacionados

Informação

BLC3 destacada como projeto de investimento pela União Europeia

A BLC3- Campus de Tecnologia e inovação, foi destacada entre os sete mais importantes exemplos de projetos de investimento em Portugal pela União Europeia, no âmbito do InvestEU.

Última Hora

PJ deteve suspeito de esfaquear três pessoas em Coimbra, tendo uma acabado por morrer

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção do homem de 44 anos, suspeito de ter esfaqueado três pessoas, uma delas até à morte.

Sociedade

Greve dos motoristas de matérias perigosas já esgotou combustíveis em muitos postos no país

O abastecimento de combustível está, hoje, a ser afetado pela greve dos motoristas de matérias perigosas, contando-se já com centenas de postos de combustíveis paralisados.

Informação

Ténis de Mesa: Atletas do CCPOH bem sucedidos no campeonato distrital

Quatro atletas dos escalões de infantis e de juniores do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH), orientados pelo técnico Luís Marques, participaram, no último sábado, …

Informação

Espetáculo de Ricardo Araújo Pereira deslocalizado para o Pavilhão Serafim Marques

O espetáculo solidário  “Uma conversa sobre assuntos”, de Ricardo Araújo Pereira, agendado para o próximo sábado, dia 14 de abril, às 21h00, vai realizar-se no Pavilhão Serafim Marques, em São

Região

Três doces de Arganil apurados para a próxima fase do concurso 7 Maravilhas de Portugal

Como resultado da candidatura apresentada pela Confraria do Bucho de Arganil ao Concurso “7 Maravilhas de Portugal – Doces”, o júri constituído por vários especialistas na temática na sua primeira

Última Hora

Oliveira do Hospital pede alargamento de prazo para a limpeza dos terrenos (com vídeo)

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta feira, dia 23, uma proposta a requerer ao governo o alargamento do prazo para a limpeza florestal, até ao dia

Região

Concerto solidário em Coimbra angaria verbas para vítimas dos fogos

O grande auditório do Convento São Francisco, em Coimbra, acolhe hoje o espetáculo de solidariedade “É preciso acreditar”, cuja receita reverte a favor das vítimas dos incêndios do dia 15.

Região

Concelho de Seia prepara Festa da Transumância e dos Pastores

No próximo domingo, dia 23 de junho, celebra-se na aldeia da Folgosa da Madalena a Festa dos Pastores, com a romaria das ovelhas à Festa de São João. Pelas 18h30,

Informação

Rádio Boa Nova comemora 32º aniversário com emissão especial de “porta aberta”

No próximo dia 19 de março, a Rádio Boa Nova comemora o 32º aniversário com uma emissão especial de “porta aberta”.

Informação

Pedro Marques em Seia: “o país está a fazer um esforço gigantesco” na prevenção aos incêndios

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, disse hoje que o país está a fazer um “esforço gigantesco” na prevenção e no combate aos incêndios florestais,… …a propósito

Informação

Cáritas Diocesana de Coimbra assegura importante apoio aos jovens e idosos de Oliveira do Hospital

No concelho de Oliveira do Hospital ganha expressão o apoio social que é prestado pela Cáritas Diocesana de Coimbra, com três centros ATL para crianças…