Associação de Vítimas pondera avançar com ação coletiva contra o Estado

Associação de Vítimas pondera avançar com ação coletiva contra o Estado

image_pdfimage_print

Luís Lagos, presidente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal (AVMISP), anunciou, ontem, a “intenção de colocar uma ação coletiva contra o Estado”…

… na primeira Assembleia Geral da Associação que se realiza amanhã, pelas 20h30, no auditório do Crédito Agrícola, em Oliveira do Hospital.

Num programa especial, realizado nas instalações da ANCOSE (Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela), organizado pela Rádio Boa Nova a fim de assinalar um mês após a tragédia de 15 de outubro, que contou com a presença de bombeiros, autarcas, dirigentes associativos, empresários, agricultores e promotores turísticos, foi evidente a insatisfação no que respeita ao atraso de ajudas e apoios a todos os que ficaram prejudicados pelo incêndio.

Numa primeira abordagem, o presidente da AVMISP diz estar crente no renascimento do concelho de Oliveira do Hospital, assim como de toda a região. Por outro lado, Luís Lagos não consegue esconder a sua tristeza face aos últimos acontecimentos, ou mesmo a falta deles. Passado um mês, desilusão, sensação de abandono e discriminação em relação à ajuda prestada em Pedrogrão Grande, são sentimentos resultantes das ações anunciadas pelo Estado.


Para o presidente da AVMISP é também inadmissível “tratar a agricultura como setor de segunda”.

“O problema do interior é que não tem voz, não tem palco, não tem capacidade de se afirmar no palco mediático, logo não tem capacidade de exigência”, afirma o dirigente associativo. “Não tenham medo. É preciso verbalizar. Se não verbalizarmos, não vai acontecer nada, somos esquecidos”, acrescenta Luís apelando a todos que se manifestem “seja nas redes sociais, junto os órgãos de comunicação social, ou seja onde for”.

Em relação ao decreto de lei aprovado que visa a ajuda média de 2.500 euros para a recuperação de primeiras habitações, o presidente da associação afirma que “não dá” para voltar a equipar a casa com esse valor.

Como oliveirense, Luís Lagos faz grandes elogios à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, na medida que “tem uma política de proximidade com as pessoas e é reconhecida em relação a outros concelhos vizinhos”. “O nosso presidente da Câmara tem tido uma atitude incomparável”, acrescenta.

Neste encontro, o dirigente da AVMISP voltou a lembrar que esta associação, apesar de ter sido criada por oliveirenses, é de cariz “supramunicipal” e abrange outros concelhos como Tondela, Mortágua, Tábua, Arganil e Seia.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Previous Oliveira do Hospital continua à espera de apoios prometidos após o fogo
Next Município de Oliveira do Hospital promove música e património com “Ciclo pelas Igrejas”

Artigos Relacionados

Sociedade

Manuais gratuitos para 500 mil alunos disponíveis a partir de hoje

Manuais escolares gratuitos, novos ou usados, começam a ser distribuídos a partir de hoje através da plataforma MEGA aos cerca de 500 mil alunos do 1.º ao 6.º ano.

Região

Idoso detido por suspeita de abusar sexualmente de mulher com deficiência

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção de um homem, de 71 anos, pela presumível prática, reiterada, de crimes de abuso sexual…

Sociedade

GNR reforça patrulhamento para umas “férias tranquilas”

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar este fim de semana o patrulhamento e apoio em todo o território nacional, com especial atenção nas praias,…

Região

IP5 já reabriu ao trânsito

O Itinerário Principal 5 (IP5), que estava cortado desde as 8h na zona de Viseu, nos dois sentidos, devido a um incêndio florestal, reabriu ao trânsito às 13h00.

Informação

16 detenções e 74 acidentes na última semana no distrito de Coimbra

Na semana de 19 a 25 de setembro, no âmbito de um conjunto de operações que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta… 

Sociedade

Oliveira do Hospital adere à Semana Europeia da Mobilidade

O Município de Oliveira do Hospital aderiu à iniciativa Semana Europeia da Mobilidade que decorre de 16 a 22 de setembro e tem como tema “Caminhar e Pedalar em Segurança” sob o

Informação

Seia: Inscrições abertas para Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas

Estão abertas, até ao dia 5 de julho, as inscrições para o Programa Agora Nós – Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas 2018,…

Sociedade

GNR deteve quatro homens por posse de armas, explosivos e estupefacientes

A GNR deteve quatro homens, com idades entre 17 e 66 anos, nos concelhos de Guarda e de Pinhel, pela alegada prática dos crimes de posse de armas, explosivos e

Última Hora

FCOH ainda acredita na manutenção, após vitória por 2-1 frente ao Sp.Ideal

O FCOH venceu hoje o Sp. Ideal por 2-1 e Nogueirense perdeu em Coimbra por 2-0. Na jornada 12 do Campeonato de Portugal Prio, o FCOH conseguiu uma vitória em

Informação

Seia e Gouveia: Três suspeitos de tráfico de droga detidos

A GNR deteve dois homens e uma mulher, com idades entre 18 e 39 anos, por tráfico de droga, nos concelhos de Gouveia e Seia, no distrito da Guarda.

Região

8 detenções, 667 infrações e 61 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 5 a 11 de junho, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Última Hora

Roubaram pneus de carrinha da Cáritas em S. Paio de Gramaços

Uma carrinha da Cáritas, ao serviço do centro localizado em S. Paio de Gramaços, no concelho de Oliveira do Hospital foi objeto de furto na última noite.