Associação de Vila Nova da Rainha continua fechada um mês após incêndio

Associação de Vila Nova da Rainha continua fechada um mês após incêndio

Um mês após o trágico incêndio na Associação Cultural, Recreativa e Humanitária de Vila Nova da Rainha, em Tondela, esta encontra-se ainda fechada …

… à espera dos resultados da investigação, mas a vontade dos seus responsáveis é reerguê-la.  

Na sequência do incêndio de 13 de janeiro, que provocou 11 mortos, o Ministério Público instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias em que o fogo ocorreu.

“Ainda está tudo fechado à espera dos resultados da investigação da Polícia Judiciária”, disse à agência Lusa o presidente da associação, Jorge Dias.

De momento, só Jorge Dias pode entrar dentro do edifício, depois de obter essa permissão. Apesar da vontade de reerguer a associação, para que volte a ser um espaço de convívio da aldeia, para já, nada está planeado.

“Enquanto não estiver decidida a situação, não pensamos em obras. Neste momento, ainda estamos a receber os feridos que estão a sair do hospital. Já saíram quase todos, mas ainda há alguns internados”, afirmou Jorge Dias.

O incêndio de 13 de janeiro provocou nesse dia oito mortos e 38 feridos, entre graves e ligeiros, mas o número de mortos entretanto aumentou.

A 29 de janeiro, um homem morreu no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, elevando para 11 o número de vítimas mortais. No dia 17, tinha já morrido um ferido que estava internado no Hospital de São João, no Porto, e, no dia 27, registou-se a morte de um doente internado no Hospital da Prelada, na mesma cidade.

Apesar de estar toda a gente a favor de que “a associação seja reerguida o mais rapidamente possível”, Jorge Dias admitiu que situações como esta “demoram sempre muito tempo” até ficarem resolvidas.

Poucos dias após o incêndio, o presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, explicou à Lusa que a associação “foi constituída em 1979, tendo desde então ocorrido diversas intervenções de construção/beneficiação”.

Segundo o autarca, o edifício teve “uma obra de adaptação para servir de sede da associação, em 1992, data em que existe licenciamento de obras”, tendo o processo sido “instruído com a legislação em vigor à época, incluindo o projeto de arquitetura e demais projetos de engenharia, elaborados com termo de responsabilidade do autor”.

José António Jesus referiu que “a obra foi desenvolvida ao longo de várias fases”, sendo “o procedimento de licenciamento deste edifício igual ao dos edifícios particulares (licença, processo instruído e termo de responsabilidade dos projetistas)”.

O autarca esclareceu ainda que “obras de conservação ou de alterações de interiores que porventura tenham sido introduzidas após o licenciamento são isentas de controlo prévio por parte do município”.

“Presume-se a existência de licença de utilização”, afirmou, acrescentando que, “sempre que há conhecimento formal de que alguma obra não tenha requerido a autorização de utilização, o município procede à notificação dos proprietários para a sua regularização”.

A situação do dia 13 terá acontecido em poucos segundos, de acordo com relatos de testemunhas.

“A matéria que revestia a face interior da chapa de cobertura (poliuretano), face ao calor emanado do tubo proveniente da salamandra, terá entrado em combustão sem que tal fosse percecionado, já que existia um teto falso em placas de gesso cartonado e revestidas com lã de rocha”, contou José António Jesus.

Deu-se então “um brutal colapso de toda a estrutura do teto falso consequente à combustão violenta” do revestimento da cobertura, tendo “a eventual abertura de um vão de janela alimentado e acelerado essa combustão”, acrescentou.

Segundo o autarca, foi nesse cenário que se formou “uma mancha de fumo, altamente tóxica, e com grande carga de monóxido de carbono”, que terá levado muitas pessoas a ter dificuldades respiratórias, a perder o sentido de orientação e a ficar com “graves queimaduras nas zonas expostas” e nas vias respiratórias.

As consequências do fumo “poderão ter comprometido a forma como ocorreu a descida para o piso inferior”, considerou o autarca, lembrando que “decorria um torneio de sueca, que se realiza há mais de uma dezena e meia de anos”, e que “a generalidade dos participantes conhecia de forma detalhada os circuitos de entrada e saída”.

José António Jesus explicou que “a escada que conduzia ao rés-do-chão apresentava duas possibilidades”. Havia “uma saída para o lado esquerdo, que se encontrava desimpedida e cuja porta abria para o exterior dessa escada”, por onde “saíram algumas das pessoas que estavam no piso superior”, referiu.

“As primeiras quedas na escada terão originado uma situação de pânico e de bloqueio do acesso ao exterior”, frisou.

image_pdfimage_print
Previous País: Centenas de sismos registados em S. Miguel
Next Resultados desportivos de fim-de-semana

Artigos Relacionados

Informação

Debate “Quero ver Portugal na CEE» em Oliveira do Hospital

“«Quero ver Portugal na CEE». 30 anos de esperanças e desencantos” é o tema do debate que vai ter lugar na Casa da Cultura César Oliveira, em Oliveira do Hospital, 

Informação

Marcelo vai passar Natal e Ano Novo com vítimas dos incêndios

O Presidente da República confirmou ontem que passará o Natal e o Ano Novo com as vítimas dos incêndios.

Última Hora

Região: ASAE fiscaliza explorações pecuárias que usavam água oxigenada no leite

Várias ações de fiscalização a explorações pecuárias na região Centro, levadas a cabo pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), resultaram na apreensão de 830 litros de leite cru

Informação

Funerais começam amanhã em Oliveira do Hospital

As cerimónias fúnebres das vítimas dos incêndios em Oliveira do Hospital iniciam amanhã, pelas 09h00, com o funeral de Pedro Neves, …

Última Hora

Estabelecimentos de restauração e bebidas com alargamento de horário na quadra da Páscoa

Por ocasião da quadra festiva da Páscoa, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) concedeu um alargamento de horário de funcionamento aos estabelecimentos de restauração…

Informação

Politécnico da Guarda nas finais do Campeonato Nacional Universitário

A equipa de Basquetebol do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) passou, em segundo lugar, para as finais do Campeonato Nacional Universitário.

Última Hora

Equipa de Ciclismo AMPQ Gomark termina época com bons resultados

A equipa de ciclismo da Associação de Melhoramentos da Póvoa das Quartas (AMPQ) Gomark termina época com 30 lugares no pódio.

Destaque

Oliveira do Hospital assistiu às “melhores marchas populares de sempre”

Milhares de pessoas marcaram presença naquela que é considerada como “a melhor” edição das Marchas populares já realizada em Oliveira do Hospital. À qualidade das marchas …

Informação

Ministro do Trabalho inaugura “Elo Comum” em Seia

O Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva, é esperado em Seia, no dia 26 de maio, pelas 16h45, para a inauguração do espaço “Elo Comum”.

Programas

“Nós as Mulheres” com Salvador e Odete Nunes

A locutora da Rádio Boa Nova, Natália Novais, esteve hoje à conversa com Salvador e Odete Nunes.  

Sociedade

Viatura dos bombeiros de Oliveira do Hospital ardeu em incêndio em Alvôco de Várzeas

Uma viatura de combate a fogos florestais da corporação de bombeiros de Oliveira do Hospital, ardeu ao início da tarde de hoje no incêndio que consumiu mato e pinhal numa

Informação

A ZIF Alva e Alvôco tem 10 anos e é “um exemplo que pode e deve ser replicado pelo país” (com áudio)

A ZIF (Zona de Intervenção Florestal) Alva e Alvôco é o território escolhido pelo governo para a apresentação, amanhã, das 20 novas equipas de sapadores florestais…

Politica

Assembleia Municipal votou contra moção de censura apresentada por António Lopes

Foi unânime a votação dos deputados municipais, há instantes, no arranque da sessão ordinária da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, diante da moção de censura ao executivo de José

Última Hora

Encontro sénior juntou 450 idosos em Oliveira do Hospital

Ontem cumpriu-se o habitual encontro sénior em Oliveira do Hospital que juntou perto de milhar de utentes das várias instituições do concelho num “convívio” destinado a assinalar a quadra natalícia.

Destaque

PSD apresenta candidato até ao final do ano. Coligação com o CDS-PP é uma possibilidade

O presidente da Comissão Política de Secção do PSD de Oliveira do Hospital remeteu para o final do ano o anúncio do candidato à Câmara Municipal e restantes órgão autárquicos.

Opinião

Ca$h Resto Z€ro com olhar político na recandidatura de José Carlos Alexandrino

Em mais um Ca$h Resto Z€ro na Rádio Boa Nova, Vítor Neves olha esta sexta-feira para a recandidatura de José Carlos Alexandrino.

Região

Turismo em Seia cresce “exponencialmente”

Continua a crescer de forma exponencial o número de turistas que visitam o Concelho de Seia, de acordo com as estatísticas da atividade turística publicadas pelo INE, …

Informação

“Espaço BLC3” estreia esta terça-feira na Rádio Boa Nova

“Espaço BLC3 – Ciência no Interior” é o novo programa que inicia, hoje, na Rádio Boa Nova, numa parceria com a BLC3- Campus de Inovação e Tecnologia.

Região

Associação pede rapidez para que indemnizações “não demorem uma eternidade”

O presidente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal considerou hoje que “é preciso trabalhar rápido”…

Região

Incêndio em habitação desalojou casal e o filho em Arouca

Um casal com um filho ficou desalojado devido a um incêndio na habitação, ao início da noite de ontem, tendo pernoitado em casa de familiares.

Última Hora

7 de outubro – Feriado Municipal de Oliveira do Hospital

  7 de Outubro – Feriado Municipal (em actualização) No início das cerimónias, a Boa Nova falou com o convidado Eduardo Cabrita, Ministro Adjunto e alguns homenageados  sobre este dia

Sociedade

Festival das Sopas resultou em mais um sucesso em Santa Ovaia

Em Santa Ovaia cumpriu-se, no sábado, o já tradicional Festival das Sopas, organizado pela União de Freguesias de Vila Pouca da Beira e Santa Ovaia, …

Desporto

FCOH, AD Lagares, Sampaense e FCOH Hóquei Patins somam vitórias. ADN derrotada.

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) conquistou os três pontos frente ao Penelense, com golos de Fred e David Lopes. A partida da 12ª jornada, realizada ontem, permitiu

Informação

Programa de incentivo à Natalidade apoiou 299 crianças em três anos no concelho de Oliveira do Hospital

Em três anos de “Incentivo à Natalidade”, o Município de Oliveira do Hospital apoiou 299 crianças, num investimento de 357 mil Euros. O balanço é “positivo”, mas há aspetos a