Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital palco de inúmeros debates

Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital palco de inúmeros debates

A Rádio Boa Nova está a acompanhar a Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital que está a decorrer esta esta tarde na Câmara Municipal.

Um dos temas que inicialmente foi debatido incide na limpeza das florestas. Teresa Dias, vereadora da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, responsável pelas florestas, no seu discurso relembrou as medidas de limpeza dos terrenos, impostas pelo Governo.

Ainda acerca da mesma questão, a Assembleia Municipal aprovou, por unanimidade, uma proposta de alargamento do prazo para limpeza florestal, até ao dia 15 de maio. A proposta inicialmente apresentada pelo deputado do PSD, João Brito, foi acolhida por toda a Assembleia. Na sua redação final, a proposta deverá contar com um maior alargamento do prazo.

Carlos Maia, autarca de Ervedal e Vila Franca da Beira, expressou a sua opinião em relação às críticas que têm sido feitas no que diz respeito ao apoio à população. “Choca-me que políticos digam que as pessoas estejam abandonadas à sua sorte. É mentira”, referiu. O também presidente da Concelhia do PS disse que é preciso “denunciar esta gente que anda aí na Praça Pública” e que levam pessoas para as televisões “dizer que ninguém lhes valeu”. “Isso é mentira e tem que ser denunciado”, disse Carlos Maia, garantido que “as pessoas estão a ser acompanhadas e bem por todos nós”.

José Carlos Alexandrino, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, interveio a propósito do estado da saúde no concelho de Oliveira do Hospital. José Carlos Alexandrino reagiu ainda à intervenção do deputado do CDS-PP, Rafael Dias, que denunciou a existência de “promiscuidade” no caso da saúde em Oliveira do Hospital.
O autarca de Oliveira do Hospital voltou a assumir que “não está contente” com o estado da saúde no concelho.

Esta segunda-feira vai ser lançado um concurso público para adjudicação de 54 casas ardidas no concelho de Oliveira do Hospital, com custo superior a 25 mil Euros. A informação foi dada há instantes pelo presidente da Câmara Municipal que informou que a dona das obras será a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e que as mesmas vão ser adjudicadas a uma só empresa.
José Carlos Alexandrino referiu ainda que a CCDRC já iniciou o pagamento dos arranjos em cerca de 20 casas, com custo até cinco mil euros. “Este não tem sido um processo fácil”, referiu José Carlos Alexandrino, notando que tem sido “difícil às vezes dar resposta”. “Ninguém mais sofre do que nós”, asseverou.

Em atualização

Previous Dérbi entre FCOH e Lagares marca calendário desportivo de fim-de-semana
Next Agricultores e produtores lesados pelos incêndios vão reclamar medidas a Ministro

Artigos Relacionados

Região

Centro 2020 aprovou mais 200 projetos para empresas da região

Desde que foi lançado o Portugal 2020 a Região Centro já viu aprovados investimentos de quase dois mil milhões de euros. Às empresas chegaram 120,8 milhões.

Última Hora

ASAE apreende 17,5 toneladas de alimentos no norte e centro do país

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, através da Unidade Regional do Norte e da Unidade Regional do Centro, realizou no dia de ontem, uma ação de fiscalização direcionada a dois

Última Hora

Oliveira do Hospital vai contrair empréstimo de dois milhões de Euros

Foi unânime a posição da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital na aprovação da proposta de contratação de um empréstimo de dois milhões de Euros…

Região

Marchas do Sarzedo e de S. Martinho abrilhantaram ruas de Arganil

Arganil esteve em festa na passada sexta-feira, dia 13 de Julho, com a primeira edição das Marchas do Concelho, uma iniciativa da Câmara Municipal de Arganil, que levou às ruas

Região

PJ deteve três suspeitos de tráfico de estupefacientes em Seia

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de duas mulheres e de um homem, suspeitos de se dedicarem, em “conjugação de esforços”, ao tráfico de estupefacientes, na zona de

Destaque

“Grupo Céus Limpos” exige que se apurem as causas do incêndio de 15 de outubro

O Grupo Céus Limpos, que surgiu de “conversas exploratórias”, impõe-se como um grupo “informal”, composto por sete testemunhos, num “movimento que procura descortinar melhor as causas mais profundas” dos incêndios

Última Hora

Acidente sem feridos na Catraia de S. Paio

Um acidente ocorrido esta manhã, pelas 09h00, entre duas viaturas ligeiras não causou feridos. A colisão verificou-se na Catraia de S. Paio, na principal via de acesso…

Sociedade

Quatro concelhos de Coimbra e Guarda em risco muito elevado de incêndio

Quatro concelhos dos distritos de Coimbra e da Guarda apresentam hoje risco muito elevado de incêndio, segundo informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Última Hora

Idosa encontrada carbonizada após incêndio no Peso da Régua

Uma mulher com 84 anos foi encontrada carbonizada numa área onde ontem decorreu um incêndio, na zona de Vinhós, concelho de Peso da Régua.

Informação

Seia: Curto-circuito provocou incêndio em habitação

Um curto-circuito num desumidificador provocou um incêndio numa habitação, esta quinta-feira de manhã, em Seia. Três pessoas foram assistidas por inalação de fumos, avança o JN na sua edição online.

Região

13 detenções, 433 infrações e 68 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 3 a 9 de abril, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Programas

Rita Pontes, investigadora na área das biorrefinarias, é a convidada do Espaço BLC3- Ciência no Interior

Em mais um Espaço BLC3 – Ciência no Interior, a conversa hoje acontece com a jovem Rita Pontes, investigadora no ramo das biorrefinarias.