Aristides de Sousa Mendes homenageado em exposição na ONU

 Aristides de Sousa Mendes homenageado em exposição na ONU

Portugal homenageou  o diplomata Aristides de Sousa Mendes (1985-1954) na apresentação de uma exposição na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, dedicada a diplomatas considerados ‘Justos Entre as Nações’.

A exposição na sede da ONU, intitulada ‘Beyond Duty’ (Além do dever), presta tributo ao português Aristides de Sousa Mendes e outros sete diplomatas internacionais, considerados ‘Justos Entre as Nações’, pelo Centro Mundial de Memória do Holocausto, Yad Vashem, por terem ajudado a salvar milhares de judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

Na cerimónia ouviram-se discursos do secretário-geral da ONU, António Guterres e dos diplomatas portugueses Francisco Duarte Lopes, representante permanente de Portugal junta da ONU e Maria de Fátima Mendes, cônsul-geral de Portugal em Nova Iorque e familiar de Aristides de Sousa Mendes.

A organização do evento foi feita em conjunto pelas missões de representação na ONU de Portugal, Israel e Peru, em comemoração do dia internacional em memória das vítimas do holocausto, assinalado no dia 27 de janeiro.

Na cerimónia estiveram também presentes sobreviventes do holocausto e familiares das vítimas, como o porta-voz do secretário-geral, Stéphane Dujarric, que se emocionou ao honrar a presença dos convidados, entre os quais estava a mãe, que conseguiu salvar-se, com a sua família, quando era criança, com vistos concedidos pelo português Aristides de Sousa Mendes, para sair da Europa para os Estados Unidos da América.

António Guterres sublinhou, no seu discurso, a discriminação sobre minorias, o antissemitismo e os crimes de ódio e contra a humanidade que se registaram na história da Segunda Guerra Mundial, mostrando a “capacidade da humanidade de indiferença ao sofrimento”.

O secretário-geral da ONU disse que os diplomatas têm o “dever moral de aplicar o Estado de direito” e “os valores democráticos” e de defender, “com compaixão”, todos os seres humanos.

A comunidade internacional deve “manter fresca” a memória do holocausto, tal como as memórias que as vítimas nunca vão esquecer, disse António Guterres, apelando também que as instituições de direitos humanos e de educação sirvam ao comunidade judaica e toda a população mundial.

O embaixador de Portugal para as Nações Unidas, Francisco Duarte Lopes, utilizou a frase de Aristides de Sousa Mendes — “Prefiro estar com Deus contra os homens, do que com os homens contra Deus” — para se referir a um valor que “deve estar no centro de todas as religiões” o de amar os próximos como a si próprio.

Aristides de Sousa Mendes, primeiro diplomata reconhecido pelo centro Yad Vashem como ‘Justo Entre as Nações’, em 1966, foi cônsul em Bordéus, França, tendo dado vistos a milhares de judeus que tentavam escapar e tomou, assim, a decisão de “desobedecer a instruções explícitas do seu governo”, liderado por António de Oliveira Salazar, segundo descreve a exposição.

Aristides de Sousa Mendes, Sampaio Garrido, José Brito Mendes e Joaquim Carreira são os quatro portugueses distinguidos pelo Yad Vashem, entre mais de 25 mil nomes gravados no Memorial dos Justos, em Jerusalém.

Previous Região: Apanhados com 264 doses de droga em parque de estacionamento
Next Politécnico de Coimbra apresenta ação de promoção de utilização de garrafas de vidro e consumo de água da rede

Artigos Relacionados

Programas

Eptoradio na Boa Nova

Esta sexta, a partir das 14h00, o  EPTORADIO será um programa musical. No decorrer do programa serão apresentadas as principais notícias, sobre as várias atividades que se desenvolvem na Escola

Informação

Tempo quente mantém seis distritos do continente sob aviso amarelo

Seis distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de tempo quente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera

Região

Politécnico de Coimbra homenageia antigos membros do Conselho Geral

O Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) realiza na próxima quinta-feira, dia 22 de junho de 2017, com início pelas 11h00, no edifício dos Serviços Comuns, uma cerimónia de homenagem a

Programas

“A Escola e o Meio”na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 9 de fevereiro, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 15.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Informação

Eptoradio na Boa Nova

Nesta sexta-feira, o programa da EPTORADIO será um programa dedicado à Festa do Queijo, apresentando algumas curiosidades sobre este certame. 

Última Hora

Passadiços do Paiva vencem ‘Óscar do Turismo’

Os Passadiços do Paiva foram ontem à noite um dos premiados da edição de 2016 dos World Travel Awards, que, considerados os ‘Óscares do Turismo’ a nível mundial,…

Região

Sete bombeiros feridos em incêndio em Abrantes

Dois incêndios lavram, esta segunda-feira, perto da Base Aérea de Tancos, no distrito de Santarém, de onde foram roubadas armas e munições na passada quinta-feira.

Região

Tempestade Leslie causou 38 milhões de prejuízos na Figueira da Foz

A Câmara da Figueira da Foz atualizou hoje a estimativa de prejuízos decorrentes da tempestade Leslie para os 38 milhões de euros, com mais de mil casas afetadas e problemas

Informação

Domingo foi um dia negro nas estradas. Duas crianças perderam a vida

Ontem foi um domingo negro nas estradas portuguesas, tendo duas crianças perdido a vida num acidente que envolveu três viaturas ligeiras, em Mira, no distrito de Coimbra.

Informação

Escola Ninho de Amor disponibiliza pedagogia alternativa em Oliveira do Hospital (com vídeo)

Ninho de Amor, uma escola de pedagogia holística, surge em Oliveira do Hospital com o objetivo de “ajudar as crianças a cresceram com amor desde a sua base”, respeitando a

Informação

Autarca de Seia exige que Governo cumpra “o que prometeu” sobre itinerários na Serra da Estrela

O presidente da Câmara Municipal de Seia, Carlos Filipe Camelo, considerou ontem que o Governo “tem de cumprir o que prometeu”, em relação às acessibilidades …

Informação

‘Startup’ de Oliveira do Hospital reforça presença na Europa

A Enging, ‘startup’ especialista em manutenção preditiva está a estudar a entrada nos mercados da região DACH (Alemanha, Áustria e Suíça) no próximo ano preparando-se, assim, para ganhar rapidamente escala