Arganil isenta de IMI casas afetadas pelos fogos de outubro de 2017

Arganil isenta de IMI casas afetadas pelos fogos de outubro de 2017

image_pdfimage_print

A Câmara Municipal de Arganil, no distrito de Coimbra, vai isentar de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) as habitações destruídas pelos fogos de 15 e 16 de outubro de 2017, divulgou o município.

As habitações afetadas pelos fogos vão ficar isentas de IMI “durante dois anos”, informou a autarquia, em comunicado, referindo que o executivo informou na reunião de terça-feira “que está a trabalhar na instrução do processo que suportará aquela intenção”.

“A proposta, que vai ser ainda submetida à apreciação da Assembleia Municipal durante o mês de fevereiro, vai incidir sobre imóveis destinados à atividade económica e casas de primeira e segunda habitação devidamente licenciadas e que se encontram identificadas no levantamento de prejuízos efetuados pelo município”, acrescentou a autarquia.

Segundo o município, “esta é uma medida que surge no seguimento do fiel compromisso que a Câmara Municipal assumiu com os munícipes logo após a violenta tragédia que assolou o concelho”.

Outras autarquias afetadas pelos incêndios de outubro também já avançaram com a isenção de IMI para as casas afetadas pelos fogos, como é o caso de Oliveira do Hospital, Seia ou Lousã, entre outras.

Previous ADI entregou prémios de campanha de natal em Oliveira do Hospital
Next Deputados do PS eleitos por Coimbra votam a favor de recomendação para conclusão imediata do IC6

Artigos Relacionados

Informação

Rali de Portugal: Rui Madeira antecipa dificuldades para os pilotos com troços no Centro

O português Rui Madeira, campeão mundial de produção em 1995, admitiu que os pilotos do Mundial de ralis vão sentir dificuldades nos troços do Rali de Portugal, que este ano

Região

Obras concluídas na linha da Beira Alta

A Infraestruturas de Portugal (IP) concluiu a obra de estabilização de taludes de escavação na Linha da Beira Alta, entre as estações de comboios de Santa Comba Dão e Mealhada.

Última Hora

Coimbra: PSP apreendeu 4.348 doses de haxixe e cocaína e detém sete suspeitos

O Comando da PSP de Coimbra apreendeu, durante o fim de semana, 4.348 doses de estupefacientes (4.325 de haxixe e 23 de cocaína) …

Última Hora

“A Escola e o Meio”na Rádio Boa Nova

Este sábado, dia 26 de maio, entre as 19h00 e as 20h00, é emitido o 30.º programa “A Escola e o Meio”, uma produção do Clube de Rádio do AEOH.

Região

Tondela: Idoso de 76 anos detido por violência doméstica

Um homem de 76 anos está obrigado a usar pulseira eletrónica depois de ter sido detido pela GNR por violência doméstica em Tondela.

Região

Região: Prisão preventiva para suspeito de por roubos por esticão

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal de Lousã, no dia 14 de janeiro, deteve um homem, de 27 anos, pelo crime de roubo por esticão,

Última Hora

Serviço de Emprego de Arganil divulga apoios para a manutenção de postos de trabalho

O Serviço de Emprego de Arganil realiza, nos dias 21, 22 e 23 de novembro, sessões de divulgação dos apoios…

Informação

Adolescente encontrado sem vida na barragem da Aguieira

Um jovem de 17 anos, que tinha sido dado como desaparecido este domingo, na barragem da Aguieira, foi encontrado sem vida algumas horas depois.

Destaque

21 detenções, 725 infrações e 80 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 19 a 25 de junho, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Informação

Viseu apresentou-se pela primeira vez na Feira Internacional de Turismo de Madrid

A Câmara de Viseu apresentou-se na quarta-feira (23 de janeiro) na Feira Internacional de Turismo de Madrid (FITUR), em Espanha.

Informação

Expoempresas, Artes e Ofícios foi um êxito em Condeixa-a-Nova

Mais de 550 alunos participaram, no sábado, na Expo | Empresas, Artes e Ofícios, na Praça da República, em Condeixa-a-Nova, numa iniciativa da CIM Região de Coimbra, com o apoio

Última Hora

Governo só apoiou um décimo das segundas habitações atingidas pelas chamas em 2017

No total, os grandes incêndios de 2017 destruíram mais de mil casas, a maioria na região Centro, mas a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro só recebeu candidaturas