Aos 44 anos, Clube de Caça e Pesca será “o clube mais eclético do concelho”
18 Abril, 2018 1204 Views

Aos 44 anos, Clube de Caça e Pesca será “o clube mais eclético do concelho”

O Clube Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH) comemora hoje, 18 de abril, o seu 44º aniversário. José Matias, presidente da direção faz um balanço positivo …

… do caminho percorrido pelo clube, que conta com várias secções: ténis de mesa, natação, motores, pesca, caça, música, pedal e campismo/montanhismo/ pedestrianismo. “Se calhar este é o clube mais eclético do concelho”, refere.


A liderar o clube que foi fundado em 1974 pela “vontade de alguns caçadores e pescadores”, o presidente recorda que herdou “muita coisa boa” dos “pioneiros”, que foram “os que tiveram trabalho mais árduo”, até o clube ter “instalações próprias”, pois “até aí foi um périplo de sedes” até ser construída a atual.

Ténis de mesa, natação, motores, pesca, caça, música, pedal e campismo/montanhismo/ pedestrianismo, são as secções que o clube dispõe atualmente. “As secções são muitas. Com todo o respeito pelos colegas e diretores de outras associações desportivas e culturais, se calhar este é o clube mais eclético do concelho”, afirma o dirigente.

Questionado acerca das conquistas mais relevantes que o clube foi alcançando ao longo do seu percurso, José Matias menciona as modalidades de ténis de mesa e de pesca, “que já sobressaíram mais em atividade desportiva federada”. A equipa de pesca desportiva, que se encontra a “participar no Campeonato Regional da Associação das Beiras, “já andou no Campeonato Nacional da 2ª e 1ª Divisão” que, para o presidente, terá sido “o feito maior”, sem esquecer a “dobradinha” feita quando a secção, em termos regionais, foi campeã no Campeonato Regional, ganhando também a Taça Regional.

O ténis de mesa tem sido a forte aposta do clube. José Matias dá conta de uma “mudança de paradigma”, em que o objetivo tem sido “formar os próprios atletas”. “Optámos por ter atletas do concelho e concelhos limítrofes”, estando uma escola da modalidade “a funcionar regularmente e que já deu os seus frutos”, contando, agora, com seis atletas.

Ao longo de cada época, o clube promove inúmeros eventos e atividades “dispersos pelas várias secções”. A modalidade da caça, “uma atividade de lazer”, foi agora comprometida pelos incêndios que devastaram a região. “Por motivo do que nos aconteceu, que devastou a massa florestal do concelho praticamente toda, até aí fazíamos uma montaria ao javali também para controlar o número de espécies”, refere o dirigente, confessando que “infelizmente” não se saberá “quando é que esta atividade vai recomeçar”. “A sinalética foi toda dizimada em relação à caça”, contou José Matias, esperando por “melhores dias”.

No que diz respeito a dificuldades sentidas, o presidente do CCPOH aponta “algum alheamento dos sócios” relativamente ao número total que o clube tem. “O clube tem um universo de sócios maior que dois milhares e tal, sendo que sócios efetivos resumirão a cerca de 400”, explicou, evidenciando que “é um mal que prolifera pelas associações desportivas e culturais”.

Principal rosto do Clube de Caca e Pesca de Oliveira do Hospital, José Matias não pode “deixar de realçar o papel de todos os colegas de direção e diretores de secção”, pois “eles são os motores, sobretudo nos eventos”. “São eles que fazem com que a atividade do clube cada vez seja maior, porque assim ainda se mantém o espírito e esperemos que continue”, diz o presidente em gesto de agradecimento pela dedicação de todos os órgãos integrantes do clube.

Neste ano em que o CCPOH celebra 44 anos de existência, José Matias lamenta ainda o falecimento de um dos sócios fundadores, o engenheiro Homem Ribeiro, dirigindo um “profundo agradecimento pelo que fez por esta associação”.

Previous Mulher encontrada morta dentro de um poço em Gouveia
Next Piódão distinguido com prémio "Portugal Cinco Estrelas 2018"

Artigos Relacionados

Sociedade

Infantário da FAAD comemora 20 anos em modo de Gala

O Infantário da Fundação Aurélio Amaro Diniz prepara-se para comemorar o 20º aniversário. A efeméride vai ser assinalada com a realização de uma gala…

Última Hora

Guarda sob aviso laranja por causa da neve

O distrito da Guarda está sob aviso laranja, o segundo mais grave, por causa da queda de neve e outros 10 estão também sob aviso amarelo por causa da agitação

Informação

Cooperativa promove colóquio sobre “Nutrição Animal”

A Cooperativa Agro Pecuária da Beira Central realiza no dia 21 de abril, pelas 11h00, um colóquio alusivo à “Nutrição Animal”.

Última Hora

Clube Automóvel do Centro assinala 50 anos

O Clube Automóvel do Centro celebra no próximo dia 21 de outubro, a partir das 19h30, no Casino Figueira, 50 anos de “intensa atividade”.

Politica

Assembleia Municipal arranca com voto de pesar pelo falecimento de Alexandre de Brito Gouveia

Decorre desde cerca das 14h30 desta sexta feira a sessão ordinária da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital. O arranque dos trabalhos ficou marcado …

Informação

FCOH desceu ao último lugar da Série E do Campeonato de Portugal Prio

  Com a derrota por 2-1 frente ao Sabugal nesta jornada 9 do Campeonato de Portugal Prio, a equipa oliveirense vê mais perto a descida de divisão. Se  antes era