Anúncio de greve leva a corrida aos postos de combustível em Oliveira do Hospital

À semelhança do que acontece no país, também em Oliveira do Hospital a população está preocupada em abastecer as viaturas com combustível e até a fazer reservas em outros depósitos como bilhas ou jerricans.

A corrida às bombas de gasolina decorre do anúncio de greve dos motoristas de matérias perigosas e de mercadorias, com início no próximo dia 12 de agosto. Esta é a segunda greve este ano, sendo que na paralisação de agosto, os efeitos poderão causar maior impacto nas populações por acontecer num mês habitualmente de férias, e por isso com maior volume de deslocações.

Devido ao anúncio de greve, há já alguns dias que se assiste a um maior movimento junto dos postos de combustível. Ao final da manhã de hoje, essa era uma realidade visível nalguns postos da cidade de Oliveira do Hospital, sendo que a afluência tem acontecido por picos. Junto do posto de combustível Prio, do Grupo IG, a Rádio Boa Nova registou uma grande procura, que foi confirmada por Rui Gonçalves, gerente da empresa IG Combustíveis, que se viu obrigado a reforçar a equipa que abastece as viaturas no posto. “Estamos aqui 4 pessoas desde as 08h00”, afirmou à Rádio Boa Nova, constatando que as pessoas “estão um muito alarmadas e estão-se a prevenir”.

Rui Gonçalves disse que o posto ainda hoje receberá dois carros de combustível, que permitem um stock de 300 mil litros de combustível. Em condições normais, “daria para uma semana, mas nestas condições dará para quatro ou cinco dias” .

Segundo adiantou à Rádio Boa Nova, os automobilistas optam por atestar o depósito das viaturas e muitos deles também “trazem bilha”.

Perante o anúncio de greve, Rui Gonçalves também aconselha as pessoas a prevenirem-se, sem esconder que, enquanto empresário, também tem “todo o interesse” em que as pessoas acorram ao posto de combustível. Rui Gonçalves acredita que o combustível não deverá faltar. “Está tudo a correr bem e acho que não vai haver problemas”.

As filas também se verificam nos restantes postos de abastecimento da cidade, acalmando em alguns momentos. De referir que diante do anúncio de greve, o Governo criou a Rede de Emergência de Postos de Abastecimento, da qual fazem parte 54 postos, sendo que no concelho, o posto prioritário é o da BP junto à Rotunda do Cavaleiro.