Ana Abrunhosa partilhou “medalha de ouro” com equipa da CCDRC e Câmara Municipal de Oliveira do Hospital

Ana Abrunhosa partilhou “medalha de ouro” com equipa da CCDRC e Câmara Municipal de Oliveira do Hospital

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) recebeu, ontem, a medalha de Ouro do Município de Oliveira do Hospital.

Numa cerimónia sentida, Ana Abrunhosa partilhou o galardão com a equipa que lidera, mas também com o município de Oliveira do Hospital que “ montou um exército” para responder à catástrofe de 15 de outubro.

Foi o próprio presidente do Município de Oliveira do Hospital que, ontem, procedeu à entrega da Medalha de Ouro à presidente da CCDRC, gesto que colocou de pé os que marcaram presença no Salão Nobre do Município oliveirense.

Diante de todos, Ana Abrunhosa disse não ser merecedora de tal distinção, considerando porém que a estrutura que lidera “é merecedora”, razão pela qual partilhou a medalha com a “extraordinária equipa (da CCDRC)”, mas também com a equipa da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital “que é extraordinária”. “Este município foi dos mais devastados e esta equipa montou um exército”, referiu, considerando também que o município “tem um líder único”. “Esta medalha é vossa”, afirmou a responsável, referindo-se ainda “às famílias de Oliveira do Hospital que tanto sofreram”, aos empresários “que são extraordinários, que nunca esquecerei e não desistiram”, sem esquecer também Luís Lagos, presidente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal que “tanto contribuiu para que os apoios às empresas melhorassem”. “A região deve muito ao município de Oliveira do Hospital”, considerou Ana Abrunhosa que garantiu corresponder à generosidade demonstrada pelo autarca e pelo município ainda “com mais trabalho”.Na comemoração do primeiro dia do município após o grande incêndio, José Carlos Alexandrino fez valer a sua convicção de que a medalha de Ouro foi atribuída a uma “senhora de ouro”. “Os empresários sabem o esforço dela e da sua equipa para resolvermos os problemas. Quantas vezes fomos capazes de lhe bater à porta às onze horas da noite e ela veio cá tantas vezes”, frisou, criticando aqueles que entendem que Ana Abrunhosa “não fez mais do que era a sua obrigação. “Eu fico surpreendido”, comentou, considerando que a atribuição da medalha de Ouro é “justa pela ação decisiva após os incêndios”. “Eu acho que é merecida”, considerou.

O CDS-PP e PSD, partidos com representação da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, onde votaram contra a atribuição da medalha de Ouro a Ana Abrunhosa, não estiveram presentes na comemoração do Dia do Município. Para José Carlos Alexandrino a atitude demonstra “falta de maturidade democrática”. “Não se sinta diminuída”, disse o autarca dirigindo-se a Ana Abrunhosa, notando que os dois partidos desrespeitaram o povo que os elegeu”. “Falta-lhes cultura cívica”, considerou.

No dia do Município, foram ainda distinguidos com medalhas de mérito municipal, o empresário Fernando Brito que aos 74 anos não desistiu de recuperar a sua empresa que ficou reduzida a cinzas; a “grande mentora e pedagoga” Maria do Carmo Vasconcelos (título póstumo) e António Raúl Dinis Costa que “desde os 14 anos esteve sempre disponível para a causa pública”. O Município atribuiu ainda um voto de louvor a José Luís Pereira, voluntário no apoio às vítimas do grande incêndio.

Os melhores alunos do concelho viram ainda o seu mérito escolar reconhecido: Cecília Martins Gomes (10º ano), Beatriz Anselmo Henriques (11º ano), João Pedro Lopes Albuquerque (12º ano), Rute Marlene Marques Pegado (Eptoliva) e Nuno Eugénio Ferreira Moura (ESTGOH).

“Todos estamos de consciência tranquila”

No Dia do Município, José Carlos Alexandrino fez uma balanço do  que tem sido a recuperação do concelho passado quase ano após o grande incêndio. Destacou em particular os números em torno da recuperação das habitações, para verificar que até ao passado dia 24 de setembro foram recuperadas “49 habitações, em investimentos até cinco mil Euros, até 25 mil Euros e mais de 25 mil Euros”. “Esta é a verdade”, referiu, destacando ainda a recuperação das empresas no concelho. “A destruição de 94 empresas foi uma tragédia enorme. Há 74 empresas com investimentos aprovados de 9,5 milhões de Euros”, disse o autarca, mostrando-se satisfeito porque os empresários oliveirenses “não deitaram a toalha ao chão”. “O que mais falhou foi na área da agricultura”, lamentou José Carlos Alexandrino, que garante continuar a manifestar o seu “inconformismo”.

No processo de recuperação do concelho, o autarca oliveirense assegura estar “de consciência tranquila”. “Sabemos do esforço enorme que foi feito pela CCDRC, governo, autarcas e suas equipas. Ninguém estava preparado para o que nos aconteceu”, afirmou José Carlos Alexandrino, que só consegue comparara o que aconteceu ao concelho com o terramoto de 1755. “O que aconteceu aqui foi um terramoto. O que se passou aqui não foi um fogo vulgar”, considerou.

image_pdfimage_print
Previous Ténis de Mesa: Equipa do CCPOH afastada da Taça de Portugal
Next Corpo de homem foi encontrado a boiar nas marinhas de sal de Aveiro

Artigos Relacionados

Informação

Eptoradio na Rádio Boa Nova

No 6º programa Eptoradio apresentamos, na primeira parte, o Curso Profissional Técnico de Auxiliar de Saúde da Escola Profissional EPTOLIVA,…

Destaque

65 acidentes e 674 infrações na última semana no distrito de Coimbra

Na semana de 21 a 27 de novembro, o Comando Territorial de Coimbra da GNR registou 65 acidentes nas estradas do distrito e 674 infrações.

Região

Reacendimento em Soure. Fogo tem duas frentes ativas

O incêndio em Soure que começou na segunda-feira e que tinha sido dominado às 09h30 de hoje estava novamente ativo às 14h00, na sequência de um reacendimento,…

Informação

Tuna Cantares de Avô comemora 6º aniversário

A Tuna Cantares de Avô assinala no próximo domingo, 24 de abril, o seu VI Aniversário no Centro Cultural Dr. Vasco de Campos. Composta por 18 elementos, a Tuna Cantares

Informação

Câmara de Oliveira do Hospital aprovou voto de louvor às três empresas PME Excelência

As empresas Irmão Lopes & Cardoso, Seialab e Seilimp mereceram ontem um voto de louvor e reconhecimento pelo executivo da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, fruto da distinção PME Excelência.

Última Hora

“Esta noite ficará sempre nas nossas memórias porque todos vivemos um inferno”

No dia em que se assinalou um ano após a tragédia que assolou o concelho de Oliveira do Hospital, decorreu ontem, nos Paços do Concelho, uma sessão evocativa em memória

Informação

Presidente da República visitou Oliveira do Hospital por causa dos incêndios e fez comunicação ao país

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deslocou-se, ontem à tarde ao concelho de Oliveira do Hospital, …

Cultura

Livro apresenta “Contributos para a história da Freguesia de Meruge”

O arqueólogo Pedro Pina Nóbrega é o autor do livro “Contributos para a História da Freguesia de Meruge” que vai ser apresentado dia 15 de abril, pelas 21h00, no Salão

Região

Cooperativa informa associados sobre apoio aos rendimentos

A Cooperativa Agro Pecuária da Beira Central realiza, hoje, em Oliveira do Hospital um colóquio alusivo aos apoios aos rendimentos e segurança no trabalho agrícola e florestal.

Região

PJ deteve suspeito de crime de incêndio florestal em Vouzela            

  A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, com a colaboração dos Serviços de Proteção da Natureza da GNR, …

Informação

Deputado do BE, solidário com oliveirenses, defende igualdade no apoio às empresas e à agricultura

José Manuel Pureza, deputado do Bloco de Esquerda na Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Coimbra, escolheu hoje o concelho…

Informação

Coimbra e mais cinco distritos em aviso amarelo devido à chuva e granizo

Seis distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de chuva ou aguaceiros. De acordo com o Instituto Português do Mar e Atmosfera, …

Região

Cáritas Diocesana de Coimbra ofereceu tratores a agricultores de Tábua

A Cáritas Diocesana de Coimbra entregou ontem, dia 13 de dezembro, cinco tratores a agricultores do concelho de Tábua, vítimas dos incêndios de 15 de outubro,…

Última Hora

Ex-deputada do PSD começa hoje a ser julgada por peculato no Tribunal da Guarda

O Tribunal da Guarda começa, esta manhã, a julgar pelos crimes de peculato e de falsidade informática a antiga presidente do conselho de administração da Unidade Local de Saúde (ULS)

Última Hora

Politécnico de Coimbra marca presença na Qualifica 2017

O Politécnico de Coimbra (IPC) participa na Qualifica – Feira da Educação, Formação, Juventude e Emprego, que decorre de 16 a 19 de março, na Exponor, em Matosinhos, este ano

Destaque

Bombeiros de Lagares acusam o Estado de “não ter respeito” pelas Associações Humanitárias (com vídeo)

A Associação Humanitária dos Bombeiros de Lagares da Beira comemorou hoje os seus 71 anos, assim como os 40 anos da fanfarra. Na hora de comemorar, a Associação Humanitária …

Informação

Velas e badaladas em homenagem às 12 vítimas mortais dos incêndios em Oliveira do Hospital

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, em homenagem às vítimas mortais dos incêndios do dia 15 de Outubro, promove hoje pelas 19h00 …

Última Hora

Detenção por incêndio florestal no concelho de Abrantes

  A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, com a colaboração da Guarda Nacional Republicana, deteve um homem,…

Última Hora

Centro de Interpretação da Serra da Estrela promove percursos pedestres no período da Páscoa

O Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE), em aproveitamento do período da Páscoa e devido à afluência de turistas à região, está a promover percursos pedestres dirigidos a

Informação

Grupo de Cavaquinhos promove workshop e festival em Oliveira do Hospital

O Grupo de Cavaquinhos do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital realiza amanhã, no âmbito das comemorações do Dia do Município,….

Informação

GNR da Guarda apreende roupa contrafeita em dois concelhos

O Comando Territorial da GNR da Guarda anunciou hoje que apreendeu 600 peças de vestuário contrafeito, com um valor total presumível de 15.195 euros, e que identificou nove vendedores ambulantes.

Última Hora

Quase uma centena de concelhos do continente em risco máximo de incêndios

Quase uma centena de concelhos de 14 distritos de Portugal continental apresentam hoje risco ‘máximo’ de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Região

Coimbra prepara intervenção de cerca de oito milhões no rio Mondego

O município de Coimbra aprovou, ontem, o projeto de execução da Estabilização da margem direita do Rio Mondego, …

Sociedade

JSD oliveirense critica a Câmara por tratar novo empreendimento turístico de “forma vergonhosa”

A JSD de Oliveira do Hospital classifica de “vergonhosa” a forma como a Câmara Municipal tem tratado o novo empreendimento turístico, Aqua Village, localizado nas Caldas de S. Paulo.