Alexandrino “mantém confiança” no presidente da FAAD após buscas realizadas pela Polícia Judiciária

Alexandrino “mantém confiança” no presidente da FAAD após buscas realizadas pela Polícia Judiciária

image_pdfimage_print

A Polícia Judiciária realizou, na passada quarta-feira, buscas na Fundação Aurélio Amaro Diniz (FAAD), em Oliveira do Hospital, tendo recolhido alguns documentos.

A Rádio Boa Nova tentou contactar Álvaro Herdade, presidente do Conselho de Administração da FAAD, que se mostrou indisponível para adiantar qualquer tipo de informação. No entanto, a conhecida instituição emitiu um comunicado em que “confirma a presença de elementos da Polícia Judiciária nas instalações no dia 14 de novembro”, informando que “a mesma foi efetuada no âmbito de denúncias anónimas efetuadas nos anos de 2015 e 2016, as quais deram origem aos processos que correm nos seus termos no DIAP de Coimbra”. “O Conselho de Administração prestou todos os esclarecimentos que lhe foram solicitados e continuará disponível para prestar à justiça toda a colaboração e informação que lhe for pedida no normal desenrolar dos processos”, lê-se no comunicado.

Sobre esta matéria, o presidente do Município oliveirense, José Carlos Alexandrino, que no ano de 2009 nomeou pela primeira vez Álvaro Herdade para a presidência da Administração da FAAD, reiterou , em declarações à Rádio Boa Nova, a confiança no trabalho desempenhado pelo conhecido clínico. “Mantenho a confiança no presidente do Conselho de Administração. Se fosse hoje, mesmo depois das buscas, voltaria a nomeá-lo”, adiantou.

Para José Carlos Alexandrino, nos dias de hoje “dá-se muita importância” a cartas anónimas, contudo defende que são “situações que as autoridades têm que investigar”. “Muitas das vezes, estes inquéritos são arquivados e eu próprio sou exemplo disso”, acrescentou, afirmando que “ não há nenhum político que hoje estava no ativo que não sofra com isso”. “Estamos sujeitos mas o que devemos fazer, até para ficar de consciência tranquila, é colocar todos os elementos à disposição das autoridades para que depois façam o despacho final. E se houver razão para fazer acusação, acusa-se. Se não houve, arquiva-se, como tem acontecido com a Câmara Municipal”, referiu. Acerca desta situação, o autarca reforça que “as pessoas gostam de entrar no campo da especulação e depois começam a julgar”.

A Diretoria de Coimbra, da Polícia Judiciária, também foi contactada pela Rádio Boa Nova, via email, onde o subdiretor da entidade confirmou que “esta Polícia está a desenvolver uma investigação e esteve na aludida Fundação, nada mais podendo acrescentar de momento”.

Previous Município de Nelas aprova 21,9 milhões de euros para o Orçamento Municipal 2019
Next "A Escola e o Meio"na Rádio Boa Nova

Artigos Relacionados

Última Hora

Congresso Internacional do Termalismo realiza-se em Nelas

O congresso internacional “O Termalismo e Desenvolvimento Regional” vai decorrer, de 2 a 4 de junho,  no Edifício Multiusos de Nelas e Termas da Felgueira.

Região

Provedora apela a familiares das vítimas para solicitarem indemnizações

A Provedora da Justiça, Maria Lúcia Amaral, apelou hoje aos familiares das vítimas dos incêndios para que apresentem os seus requerimentos de forma a que as indemnizações sejam atribuídas rapidamente.

Sociedade

José Carlos Alexandrino revelou expectativas na EXPOH em entrevista Rádio Boa Nova/ Folha do Centro

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino antecipou esta manhã, em entrevista na Rádio Boa Nova, …

Desporto

Confira os resultados desportivos do fim-de-semana

A 21ª jornada da Série C do Campeonato Nacional resultou em empate para a Associação Desportiva Nogueirense e para o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH).

Informação

ADI entregou prémios de campanha de natal em Oliveira do Hospital

Terminada mais uma campanha natalícia proporcionada pela Agência de Desenvolvimento Integrado (ADI), que pretende valorizar o comércio local de Tábua e Oliveira do Hospital,…

Informação

Alexandrino diz que ausência de candidato do PSD no debate “envergonha a democracia”

O candidato do PS à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acredita que, depois do debate, os oliveirenses “ficaram esclarecidos…

Informação

Região: GNR detém homem em flagrante por incêndio florestal

Um homem de 67 anos foi detido em flagrante delito, na quinta-feira, por militares da GNR do Posto Territorial de Alcains, pela prática de um crime de incêndio florestal.

Politica

Vereadores de saída prometem continuar a trabalhar e a defender o concelho

O vereador do PSD, João Brito, teve ontem a sua última intervenção no executivo municipal de Oliveira do Hospital. De saída, o social-democrata apreciou…

Última Hora

Papa vai canonizar Francisco e Jacinta em Fátima a 13 de maio

O Papa Francisco anunciou, hoje, no Vaticano que vai presidir à canonização de Francisco e Jacinta Marto em Fátima, no dia 13 de maio. 

Última Hora

Estado do tempo melhora a partir de hoje

Depois de o mau tempo que se fez sentir durante o fim-de-semana, em especial no domingo, prevê-se, a partir do início da tarde de hoje, céu pouco nublado ou limpo,

Politica

JSD oliveirense critica a Câmara por tratar novo empreendimento turístico de “forma vergonhosa”

A JSD de Oliveira do Hospital classifica de “vergonhosa” a forma como a Câmara Municipal tem tratado o novo empreendimento turístico, Aqua Village, localizado nas Caldas de S. Paulo.

Destaque

Oliveira do Hospital quer que seja o Estado a requalificar o Castelo de Avô

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital (AMOH), que reuniu em sessão extraordinária, ao final da tarde de sexta-feira deliberou pela não aceitação da competência da Cultura, …