Acusados de tentativa de homicídio em Arganil condenados a mais de 6 anos

Acusados de tentativa de homicídio em Arganil condenados a mais de 6 anos

Quatro arguidos, três homens e uma mulher, com idades entre 29 e 46 anos, foram hoje condenados pelo Tribunal de Coimbra a cumprir mais de seis anos…

… de prisão por tentarem matar um homem, em Côja, Arganil, em 2009.

Três arguidos foram condenados a uma pena de prisão de seis anos e dois meses pela prática de um crime de homicídio qualificado na forma tentada e continuada (tentaram matar a vítima por duas vezes), sendo que um terceiro foi condenado a seis anos e cinco meses de prisão pela prática dos mesmos crimes e ainda por detenção de arma proibida, determinou hoje o coletivo de Coimbra.

A leitura de sentença decorre da repetição do julgamento, decretada após recurso da defesa na Relação. O julgamento está relacionado com duas tentativas dos arguidos de tentarem matar um homem, residente em Côja, Arganil, em abril de 2009, após um processo de separação entre a vítima e a sua mulher, irmã da arguida do processo.

com:lusa.pt

Previous PJ deteve três homens suspeitos da morte de jovem em Montemor-o-Velho
Next Festa do Bodo com “Justiça Medieval por Terras de Vila Pouca”

Artigos Relacionados

Última Hora

Fogo em Celorico da Beira ameaçou casas durante a noite e continuava ativo ao início da manhã

O incêndio que deflagrou na quarta-feira no concelho de Celorico da Beira, distrito da Guarda, continuava ativo às 7h15 horas.

Última Hora

Calor coloca seis distritos sob aviso amarelo

Seis distritos de Portugal continental estão hoje sob aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido ao tempo quente, informou o Instituto Português do Mar e

Região

PJ deteve homem de 60 anos e jovem de 18 por abuso sexual de crianças

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve dois homens pela presumível prática, reiterada, de crimes de abuso sexual de crianças, de que foram vítimas duas meninas,

Última Hora

Nasceu mais um bebé no Centro de Saúde de Oliveira do Hospital

Na tarde de hoje, o Centro de Saúde de Oliveira do Hospital “assistiu” a mais um nascimento de uma criança oliveirense.

Sociedade

“Temos registo de perto de 10 mil pessoas” que ajudaram Oliveira do Hospital no pós grande incêndio

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital prepara-se para, no próximo domingo, juntamente com o Presidente da República, agradecer a solidariedade …

Nacional

Acidentes rodoviários aumentaram, mas vítimas mortais diminuíram

Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram 374 mortos este ano, menos 17 do que em igual período de 2015, mas os desastres aumentaram …

Região

Governo garante que há 191 casas completamente reconstruídas após fogos de outubro

Cento e noventa e uma casas de habitação permanente, destruídas pelos incêndios de outubro de 2017, estão completamente reconstruídas…

Cultura

Oliveira do Hospital acolhe projeto “Coimbra Região de Cultura”

“Coimbra Região de Cultura”, um projeto dinamizado pela CIM- Região de Coimbra, promove, durante os próximos três anos, uma “programação cultural em rede” pelos 19 Municípios do distrito, entre eles,

Informação

Despiste de camião provoca um morto

Um homem morreu hoje na sequência do despiste de um camião ocorrido no concelho de Manteigas, distrito da Guarda, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de

Desporto

Victor Matias regressa ao volante em Penela

Penela marca o regresso de Victor Matias ao volante do seu BMW 325, após ter falhado a prova inaugural do TRRC devido a estar numa expedição por terras africanas e

Destaque

52 Casas reconstruídas. “Não há casas a serem investigadas pelo Ministério Público porque houve um grande rigor” (com vídeo)

Cinquenta e duas casas reconstruídas em Oliveira do Hospital é o balanço que faz José Carlos Alexandrino, presidente do Município, um ano após a tragédia que assolou o concelho.

Última Hora

Chuva e nebulosidade persistem até início da próxima semana

A chuva vai continuar em Portugal continental pelo menos até ao início da próxima semana, devido à posição do anticiclone dos Açores.