52 Casas reconstruídas. “Não há casas a serem investigadas pelo Ministério Público porque houve um grande rigor” (com vídeo)

52 Casas reconstruídas. “Não há casas a serem investigadas pelo Ministério Público porque houve um grande rigor” (com vídeo)

Cinquenta e duas casas reconstruídas em Oliveira do Hospital é o balanço que faz José Carlos Alexandrino, presidente do Município, um ano após a tragédia que assolou o concelho.

Os dados foram divulgados hoje, após a visita do executivo camarário a uma das casas prontas a habitar depois de ter sido destruída pelo grande incêndio.

Trata-se da casa de Maria Conceição, no Seixo da Beira, que é uma das cinco reconstruídas através do consórcio. Segundo o autarca, as restantes tratam-se de casas com apoio até aos 25 mil euros, cujos proprietários são os donos da obra. A lesada sente-se, agora, “satisfeita” e “contente” por ter de volta a casa que era dos seus pais. Quanto à demora, Maria Conceição afirma que “não demorou muito”.

“Hoje sentimo-nos mais felizes do que ontem”, afirmou José Carlos Alexandrino, mostrando-se satisfeito apesar dos atrasos nas reconstruções. “Ninguém faz uma casa nova de repente”, disse, lembrando os problemas burocráticos que todo o processo implica.

Para José Carlos Alexandrino, o atraso deve-se ao rigor com que a sua equipa trabalha no que respeita à legalidade das situações. “Em Oliveira do Hospital não há casas a serem investigadas pelo Ministério Público porque houve um grande rigor. Temos a certeza que as casas que estão a ser reconstruídas eram de primeira habitação”, garantiu.

“Estou feliz mas amanhã estarei mais. E serei completamente feliz quando todas as pessoas terem o brilho dos olhos como esta senhora”, confessou o autarca.

Face a estes números, José Carlos Alexandrino garante que foi graças a um “esforço coletivo”, desde a sua equipa, aos presidentes de junta de freguesia e equipa da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional. “Ninguém constrói ou reconstrói um concelho sozinho”, reforçou.

Na ocasião, Pedro Almeida, administrador da Manteivias, empresa responsável por grande parte das reconstruções no concelho, adiantou que se trata de um “processo delicado” e, por isso, o atraso na conclusão das obras. Contudo, o responsável garantiu que têm “estado no terreno” para “cumprir a missão” de “devolver sorrisos”.

Beatriz Cruz (jornalista estagiária)

Previous José Carlos Alexandrino: “O concelho deve muito a estes empresários pela sua resiliência” (com vídeo)
Next Incêndios: Marcelo Rebelo de Sousa diz que o país tudo fará para vencer as "forças da natureza"

Artigos Relacionados

Última Hora

Tiveram hoje início os funerais das vítimas do incêndio em Oliveira do Hospital. Número de mortes subiu para 12

O funeral de Pedro Neves, de 46 anos, em Nogueira do Cravo, marcou esta sexta-feira o início das cerimónias fúnebres das vítimas…

Informação

Secretário de Estado do Desporto e Juventude visita Associação de Seixo da Beira

O Secretário de Estado do Desporto e Juventude, João Paulo Rebelo, desloca-se na próxima sexta-feira, dia 7 de abril, às 10h00, à sede da Associação…

Informação

Bombeiros da Figueira da Foz procuram homem perdido na Mata de Quiaios

Os bombeiros municipais da Figueira da Foz estão a proceder a buscas para encontrar um homem que se perdeu na Mata Nacional de Quiaios, mancha florestal situada no norte do

Informação

Adolescente e um adulto detidos por suspeita de tentarem matar um homem de 29 anos

A Polícia Judiciária deteve um homem de 31 anos e de um jovem de 15 anos suspeitos de tentativa de homicídio, em Lamego, na madrugada de 19 de agosto.

Última Hora

Meruge promove 15º Torneio Nacional de Damas

O Salão de Festas da Associação dos Amigos de Meruge acolhe, amanhã, dia 14 de julho, a partir das 14h00, o 15º Torneio Nacional de Damas, aberto à participação individual

Sociedade

País: Proteção Civil adianta que todos os incêndios “estão dominados”

Na primeira atualização desta quarta-feira sobre o combate aos incêndios, a Autoridade Nacional de Proteção Civil acaba de dar como controlados todos os 14 incêndios que estão nesta altura ativos

Informação

Detidos na Guarda oito suspeitos de integrarem rede de tráfico de droga

Ao longo da última semana, a Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda em colaboração com outros elementos,…

Região

Tempo quente mantém seis distritos do continente sob aviso amarelo

Seis distritos de Portugal continental e o arquipélago da Madeira estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de tempo quente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera

Última Hora

Seia acolhe 4ª edição Festival Internacional da Canção da Serra da Estrela

O Município de Seia acolhe, de 22 a 25 de agosto, a quarta edição do Festival Internacional da Canção da Serra da Estrela (FICSE), com 13 países representados.

Última Hora

Festa Solidária ajuda vítimas dos incêndios em Nelas

O “Indiferente” com o apoio do Município de Nelas realiza nos dias 10,11, 17 e 18 de novembro (dois fins de semana), a partir das 22h00, uma “Festa Solidária”, …

Região

22 estrangeiros identificados em situação irregular na zona Centro

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou, hoje, ter identificado 22 cidadãos estrangeiros em situação documental irregular, na sequência de duas dezenas de ações nos últimos dias em Aveiro,

Informação

Acidentes provocaram 288 mortos entre janeiro e julho

Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram entre janeiro e julho 288 mortos, mais 49 do que em igual período de 2016, em 72.658 acidentes, segundo a Autoridade Nacional de Segurança