Município de Seia quer reduzir 50 toneladas de resíduos indiferenciados num ano
9 Abril, 2019 206 Views

Município de Seia quer reduzir 50 toneladas de resíduos indiferenciados num ano

image_pdfimage_print

O Município de Seia quer reduzir 50 toneladas de resíduos indiferenciados num ano, através da alteração de estilos de consumo e de padrões comportamentais, indo de encontro às metas comunitárias de reciclagem para 2020.

“O ambiente e a economia podem andar de mãos dadas”, começou por dizer Filipe Camelo, presidente da Câmara Municipal de Seia, na ação de sensibilização ambiental, promovida na passada sexta-feira, com o objetivo de dotar os trabalhadores da autarquia de uma perspetiva “mais economicista” na utilização dos recursos disponibilizados.

Em nota enviada à Rádio Boa Nova, a autarquia refere que a estratégia assenta na prevenção da produção de resíduos, através da alteração de estilos de consumo e de padrões comportamentais, e na valorização de resíduos e da redução da sua produção na origem, indo de encontro às metas comunitárias de reciclagem para 2020.

A ideia é que “o dinheiro não vá para o lixo” e possa ser canalizado para outros setores, porque o “lixo fica muito caro”, frisou na ocasião Filipe Camelo.

Os dados da autarquia são claros: em média 5 a 10% do orçamento municipal de Seia é gasto na recolha e tratamento de resíduos, o que em números representa mais de 700 mil euros por ano- cerca de 2.000€ por dia e 60.000€ por mês.

O município traçou a meta de redução de 50 toneladas de resíduos indiferenciados num ano, o que equivale mais ou menos a dois quilos por habitante durante um ano.

O desafio para reduzir na origem passa exatamente pela valorização dos resíduos numa lógica de economia circular, que é conseguido com a deposição dos materiais nos contentores de reciclagem, estes sim com valor e sem custos acrescidos para a autarquia.

Para o efeito, serão criadas maiores condições logísticas apropriadas no concelho, à semelhança da ação promovida com os trabalhadores com a entrega de caixas “Ponto Azul”, tendo em vista elevar os índices de deposição seletiva, neste caso particular, de todo o papel e cartão utilizado nas rotinas normais de trabalho.

A capacidade de Recolha Seletiva no território vai ser substancialmente ampliada (passando de 141 para 268 ecopontos), através da colocação de 92 novos conjuntos trifluxo para (vidrão, embalão e papelão) de ecopontos de superfície em todo o concelho e a implementação de 35 Ilhas Ecológicas, com contentores enterrados (trifluxo e indiferenciados).

Na mesma linha de valorização dos resíduos, em 10 das referidas Ilhas Ecológicas vai ser implementado um novo sistema chamado PAYT “Pay-As-You-Throw”, projeto piloto que incentiva, por via financeira, os cidadãos a separar os resíduos, permitindo aumentar as taxas de recolha seletiva, sendo uma alternativa ao modelo atual do pagamento da recolha e tratamento dos resíduos urbanos indexados à fatura da água, que não é um método justo para o consumidor consciente e amigo do ambiente.

Na mesma linha orientadora, destacar igualmente as obras que o Município de Seia se encontra a executar e as que se prepara para lançar no âmbito do fecho dos Sistemas de Abastecimento de Água em Baixa, Sistemas de Saneamento de Águas Residuais e Operações. Promovidas ao abrigo do POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos, as obras ascendem aos 4.000.000€ que visam a redução da poluição urbana nas massas de água, com o objetivo primordial de proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos.

 

Previous Município de Tábua comemora Feriado Municipal com iniciativas ao longo do dia
Next Foram entregues 13 casas recuperadas em Oliveira do Hospital (com vídeo)

Artigos Relacionados

Última Hora

Serra da Estrela: Estância produz neve artificial para prolongar época

A Estância de Esqui da Serra da Estrela está a produzir neve artificial para tentar prolongar a época pelo menos até dia 22 de abril, com várias pistas abertas.

Última Hora

Farmacêutica de Coimbra vai produzir medicamentos de combate ao cancro para o Brasil

O grupo farmacêutico Bluepharma, sediado em Coimbra, vai produzir medicamentos de combate ao cancro para o mercado brasileiro, o que deverá acontecer dentro de dois anos.

Informação

Resultados desportivos: FCOH mais perto de se consagrar campeão e subir de divisão

A faltar apenas uma jornada para o término do Campeonato da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Coimbra, o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) continua a

Última Hora

Município de Seia divulga oferta turística na Bolsa de Turismo de Lisboa

A Câmara Municipal de Seia volta a marcar presença em mais uma edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que se inicia amanhã e decorre até 4 de março,

Informação

Militar da GNR encontrado morto no posto do Fundão

Um militar da GNR foi encontrado morto no interior do posto do Fundão, no distrito de Castelo Branco, cerca das 23:50 de quarta-feira, disse hoje à agência Lusa fonte da

Última Hora

Carnaval do Agrupamento de Escolas já é um “evento marca” de Oliveira do Hospital

É já amanhã, dia 24 de fevereiro, pelas 11h00, que se realiza o desfile de Carnaval do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital.

Região

IP justifica demora no arranjo da Estrada da Beira com o mau tempo

A Infraestruturas de Portugal não avança com uma data para a conclusão das obras de requalificação da Estrada da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital. Ao jornal online Notícias

Última Hora

Jovem morre colhido por Alfa Pendular em Oliveira do Bairro

Um homem de 22 anos morreu, esta manhã, depois de ter sido colhido por um Alfa Pendular, em Oiã, Oliveira do Bairro.

Informação

Sismo de magnitude 2,8 registado na Mealhada

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera detetou, pelas 12h30 de ontem, um sismo de magnitude 2,8 na escala de Richter na Mealhada, distrito de Aveiro.

Informação

21 detenções, 785 infrações e 78 acidentes no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra procedeu, de 24 a 30 de julho, a várias operações, no distrito de Coimbra, como a prevenção e o combate à criminalidade violenta e a

Informação

Utentes desesperam por consulta no SAP do Centro de Saúde de Oliveira Hospital

Dezenas de utentes, entre os quais crianças, desesperam por uma consulta no Serviço de Atendimento Permanente (SAP) do Centro de Saúde de Oliveira do Hospital.

Informação

Agrupamento de Escolas sensibiliza para defesa do ambiente com “Festa da Primavera”

Pelo segundo ano consecutivo, o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) promove, entre os dias 3 e 5 de abril a iniciativa AEOH a Florir – Festa da