Município de Arganil e CCDR entregam mais sete habitações afetadas pelo incêndio

Foram entregues pela Câmara Municipal de Arganil e pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) mais sete habitações a famílias do concelho de Arganil,…

…vítimas do incêndio de 15 de outubro de 2017, no âmbito do Programa de Apoio à Recuperação de Habitações Permanentes (PARHP).

A entrega das chaves das habitações permanentes danificadas ou destruídas pelo fogo no concelho de Arganil foi formalizada pela vice-presidente do Município, Paula Dinis, e pelo vice-presidente da CCDC, António Veiga Simão, na passada sexta-feira, 23 de agosto, no Salão Nobre da Câmara Municipal.

Numa cerimónia simbólica, Paula Dinis congratulou os proprietários pelas renovadas habitações, tendo agora, oportunidade de retomar as suas vidas com a tranquilidade e o conforto merecidos.

Até ao momento, estão concluídas 58 habitações permanentes, num total de 69 pedidos de apoio aprovados.

Das 11 obras que se encontram em fase de execução, 10 são da responsabilidade dos requerentes. Nestes casos, as famílias contrataram diretamente as empresas de construção, sendo posteriormente compensadas pela CCDR Centro, à medida que os documentos de despesa são apresentados. Relativamente à última habitação cuja reconstrução está a cargo da CCDR Centro, prevê-se que seja entregue brevemente ao proprietário.




Homem morre esfaqueado em Oliveira do Hospital

Um homem, de 47 anos, morreu esta madrugada, esfaqueado por um outro individuo da mesma idade. O crime aconteceu na Lajeosa, no concelho de Oliveira do Hospital.

Em declarações à Rádio Boa Nova, Nuno Moura, bombeiro da Corporação de Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital, adiantou que o homicídio ocorreu com recurso a uma arma branca e o alerta foi dado cerca das 2h20.

À chegada ao local, na Quinta da Malhadoura, os bombeiros e a GNR do posto de Oliveira do Hospital depararam-se com a porta da habitação fechada, contudo eram visíveis marcas de sangue no chão.

Segundo o responsável, o corpo da vítima estava numa das divisões da casa. Ao local deslocou-se a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Seia, com dois elementos. O corpo foi transferido para a ambulância, onde os bombeiros procederam às manobras de reanimação cerca de uma hora, mas “sem sucesso”.

Posteriormente chegou a Viatura Médica de Emergência e Reanimação do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra que declarou o óbito no local e o corpo foi transferido para uma ambulância de transporte de cadáveres para o Instituto de Medicina Legal de Coimbra.

O agressor, também residente na Lajeosa, entregou-se às autoridades assim que chegaram.

A vítima e o agressor eram pastores e, segundo a população, já se tinham envolvido em vários conflitos.

À Rádio Boa Nova, o Capitão Silva, do Destacamento Territorial da GNR da Lousã, confirmou o homicídio e adiantou que o caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária.

Segundo o que a Rádio Boa Nova apurou, o agressor tem um histórico de envolvimentos em rixas e, no interior da habitação onde ocorreu o crime, estava a companheira da vítima, que não terá dado conta do sucedido devido ao seu estado de embriaguez.




Figueira da Foz: Apreendidos cerca de 400 quilos de bivalves

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Destacamento de Controlo Costeiro de Figueira da Foz, apreendeu, no passado dia 27 de agosto, 396 quilos de bivalves, na localidade de Paião – Figueira da Foz.

Segundo comunicado enviado à Rádio Boa Nova, no âmbito de uma ação de fiscalização ao transporte de moluscos bivalves vivos, foi identificado um homem, de 34 anos, que transportava no veículo 264 quilos de berbigão vulgar, 96 quilos de amêijoa macha e 36 quilos de amêijoa boa, provenientes de Aveiro. Após uma inspeção aos bivalves transportados, os militares verificaram que não se fazia acompanhar por qualquer documento de registo ou guia de transporte que comprovasse a proveniência dos espécimes, tendo sido elaborado o respetivo auto de contraordenação, que corresponde a uma coima que pode atingir os 3 740 euros.

A GNR alerta que a captura de bivalves, sem que os mesmos sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidos no consumo, devido à possível contaminação com toxinas, sendo o documento comprovativo da origem fundamental para a prevenção da introdução de forma irregular no consumo.

Os bivalves, por ainda se encontrarem vivos, foram devolvidos ao seu habitat natural.




Arganil: Detidos por posse e cultivo de estupefacientes

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal da Lousã, , no passado dia 28 de agosto, deteve em flagrante delito um homem e uma mulher, de 31 e 51 anos, respetivamente, por tráfico de estupefacientes, no concelho Arganil.

Segundo comunicado enviado à Rádio Boa Nova, após receber uma denúncia, os militares realizaram um conjunto de diligências que culminaram na deteção de duas plantações em duas residências. No total, foram apreendidas 47 plantas de cannabis, 36 doses de haxixe, 945 gramas de cannabis e uma balança de precisão.

Ontem, dia 29 de agosto, mais um homem foi detido por posse e cultivo de cannabis, no concelho Arganil.

No seguimento de uma denúncia, os militares realizaram diligências que culminaram na detenção do suspeito de 40 anos em flagrante delito, a tratar da plantação de cannabis. Do material apreendido, destaca-se 31 plantas de cannabis; 87,5 gramas de cannabis e uma caixa em plástico transparente que servia de estufa.

O detido foi constituído arguido e será presente ao Tribunal Judicial de Arganil para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação.

As ações contaram com os militares do Posto Territorial de Arganil e os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial de Arganil.




Mulher despista-se e embate contra posto de combustível em Oliveira do Hospital (com vídeo)

O posto de abastecimento do Grupo Tavfer, localizado na Chamusca da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital, foi alvo de um embate de um carro, esta manhã, pelas 7h43.

 

O posto de combustível, na Estrada Nacional 17, ainda sofreu grandes danos, contudo a condutora do veículo envolvido não sofreu ferimentos e “saiu pelo próprio pé”.

À Rádio Boa Nova, Luís Duarte, funcionário do estabelecimento, adiantou que, pelas 7h43, uma mulher com cerca de 30 anos entrou em despiste depois de se tentar desviar de um cão. Segundo o funcionário, a condutora seguia no sentido Oliveira do Hospital – Seia. “Entrou pelas bombas adentro. Não conseguiu controlar a viatura”, explicou.

“A minha preocupação foi logo desligar todo o sistema elétrico por causa de ignições, para que não houvesse alguma explosão e chamei logo os bombeiros”, adiantou Luís Duarte.

Por sua vez, Nuno Pereira, do Grupo Tavfer, ao qual as bombas pertencem, referiu que ainda não se sabe o valor dos prejuízos, contudo espera ver a situação normalizada o mais depressa possível pois, tendo em conta o movimento da estrada, é importante que o posto de combustível esteja apto para uso.

Em declarações à Rádio Boa Nova, o responsável adiantou que brevemente os técnicos vão avaliar os danos e, mais importante que isso, é a segurança das pessoas. “Tem de ser tudo verificado para não haver ninguém em risco”, disse.

Ciente de que as bombas estarão encerradas ainda alguns dias, Nuno Pereira espera ver a situação normalizada o mais depressa possível.




Colisão em túnel de Figueiró dos Vinhos faz 6 feridos. IC8 condicionado

Seis pessoas ficaram feridas, na manhã desta quinta-feira, na sequência de uma colisão entre dois veículos ligeiros de passageiros no túnel de Figueiró dos Vinhos.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria, o acidente, que aconteceu no sentido Pedrógão – Pombal, está a condicionar o trânsito no IC8, nesta faixa de rodagem.

As vítimas, que sofreram ferimentos ligeiros, vão ser agora transportadas a uma unidade hospitalar.

O alerta para o acidente deu-se às 8h40. No local estão 21 elementos e nove veículos dos Bombeiros de Figueiró dos Vinhos, Pedrógão, Ansião e Castanheira. Além destes operacionais, também estão militares da GNR a acompanhar o decurso do acidente.




Nove concelhos da Guarda, Castelo Branco e Faro em risco máximo de fogo

Nove concelhos dos distritos da Guarda, Faro e Castelo Branco apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo estão hoje os concelhos Monchique, Silves, São Brás de Alportel, Tavira, Alcoutim e Castro Marim (Faro), Penamacor (Castelo Branco) e guarda e Sabugal (Guarda).

O IPMA colocou também vários concelhos de Faro, Beja, Portalegre, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Bragança e Coimbra em risco muito elevado de incêndio.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade por nuvens altas nas regiões Centro e Sul até meio da manhã.

O céu vai apresentar-se geralmente muito nublado no litoral a norte do Cabo Raso até meio da manhã, nebulosidade que poderá persistir em alguns locais da faixa costeira da região Centro.

Durante a tarde, prevê-se um aumento de nebulosidade no interior Norte, Centro e Alto Alentejo, com probabilidade baixa de ocorrência de aguaceiros e trovoadas no Norte e Centro.

A previsão aponta também para vento fraco, soprando moderado do quadrante oeste durante a tarde, sendo de noroeste moderado entre os cabos Raso e Carvoeiro.

Está ainda prevista neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral a norte do Cabo Raso e pequena subida da temperatura máxima.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 13 graus Celsius (em Braga e em Viana do Castelo) e os 21 (em Faro) e as máximas entre os 22 (no Porto) e os 36 graus (em Évora).

Em Oliveira do Hospital, os termómetros variam, hoje, entre os 13 e os 29 graus.




Coimbra: Mulher morre afogada na praia fluvial de Palheiros e Zorro

Uma mulher, com cerca de 50 anos, morreu, ontem, afogada numa praia fluvial de Coimbra.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra, a vítima estava a praticar paddle, “andava em cima de uma prancha”, movendo-se com auxílio de um remo no rio Mondego, quando caiu à água na praia fluvial de Palheiros e Zorro, a montante da ponte da Portela, concelho de Coimbra.

A vítima era natural de Casal da Misarela, da freguesia de Torres do Mondego, onde se situa a praia.

O alerta para a ocorrência foi dado pouco antes das 18h30, o que fez deslocar para o local meios de socorro e de emergência médica.

“Tentaram reanimar a vítima” em terra, mas confirmaram depois que “já estava sem vida” quando foi retirada da água, segundo o CDOS de Coimbra.

O corpo foi removido para as instalações locais do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses.

Estiveram no local meios dos Bombeiros Sapadores e Voluntários de Coimbra, GNR e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Este é o segundo caso em menos de uma semana numa praia fluvial de Coimbra. No final da semana passada, Gil Simões, um antigo chefe dos Bombeiros, de 66 anos, faleceu na praia fluvial do Rebolim.

Foto e vídeo: Notícias de Coimbra




Tondela: Homem detido por posse ilegal de armas

Um homem, de 64 anos, foi detido pela GNR em Tondela, por posse ilegal de armas.

Segundo a força policial, no âmbito de uma investigação pelo crime de violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito ameaçava, com recurso a arma de fogo, a ex-companheira de 37 anos.

Os agentes fizeram uma busca domiciliária e outra numa viatura, que culminaram na apreensão de duas espingardas de pressão de ar, uma outra espingarda, um punhal, 99 cartuchos, 17 munições de diversos calibres e seis detonadores pirotécnicos.

A operação contou com a colaboração do Núcleo de Investigação Criminal de Santa Comba Dão.




Falso alerta para acidente aéreo em Canas de Senhorim (atualizada)

O alerta de acidente aéreo, cerca das 16h00 desta quarta-feira, em Canas de Senhorim, no concelho de Nelas, foi um falso alarme.

A informação foi avançada ao Jornal do Centro por fonte da GNR, confirmando-se que não caiu nenhuma aeronave naquela localidade.

Entretanto, às 16h00, mais de 50 operacionais, acompanhados por 15 viaturas e dois meios aéreos, estavam mobilizados para o alerta. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu disse na altura que houve o alerta para a “queda de um meio aéreo”. Uma mulher deu o alerta às autoridades, mas tudo não passou de um falso alarme.

De acordo com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o alerta foi dado às 15h22.




13 detenções,  493 infrações e 81 acidentes na última semana no distrito de Coimbra

O Comando Territorial de Coimbra levou a efeito um conjunto de operações, no distrito de Coimbra, na semana de 20 a 26 de agosto, que visaram a prevenção e o combate à criminalidade violenta e fiscalização rodoviária.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a Guarda Nacional Republicana adianta que das 13 detenções em flagrante delito, 11 por condução sob efeito do álcool e duas por condução sem habilitação legal.

No que diz respeito a apreensões, as autoridades apreenderam 336 doses de haxixe; 5,5 gramas de MDMA; 34,78 gramas de liamba; três selos LSD; uma arma de fogo; 39 pares de óculos contrafeitos e três veículos.

Na fiscalização do trânsito, foram detetadas 493 infrações: 27 relacionadas com tacógrafos,  21 por excesso de velocidade, 15 por falta de inspeção periódica obrigatória, sete por uso indevido de telemóvel no exercício da condução e cinco por falta de cinto de segurança.

A nível da sinistralidade, há o registo de 81 acidentes, de onde resultaram dois mortos, cinco feridos graves e 44 feridos leves.

A GNR emitiu ainda 26 autos de contraordenações: 16 no âmbito da legislação da proteção da natureza e do ambiente e dez no âmbito da legislação policial.

Ainda nesta semana de operações, as autoridades realizaram 20 ações de sensibilização no âmbito florestal, tendo sido sensibilizadas 77 pessoas.




Casal morre afogado na praia de Cortegaça em Ovar

Um casal caiu ao mar, hoje, em Cortegaça, concelho de Ovar, e acabaram por morrer afogados. O local não era vigiado.

Segundo o comandante dos bombeiros de Ovar, a mulher e o homem terão cerca de 50 a 60 anos. O corpo do homem já foi resgatado, mas o da mulher ainda não, uma vez que, apesar de estar localizado, devido à maré alta não foi possível aos bombeiros fazer a recuperação do corpo.

Há ainda a registar ferimentos ligeiros em dois nadadores salvadores que tentaram salvar o casal e que têm escoriações, depois de terem sido “projetados pela ondulação contra as pedras”.

Segundo revelou à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Esmoriz, do distrito de Aveiro, o alerta às autoridades foi dado por volta das 12h00 por um civil que se apercebeu de um casal sexagenário em risco de afogamento numa zona costeira de difícil acesso em Cortegaça, logo a sul da Praia dos Pescadores, em Esmoriz.

No local estão 20 homens apoiados por 7 veículos e um meio aéreo, de acordo com a página da Proteção Civil, pelas 14h35.




Gerry Lyubenova foi a vencedora do 5º Festival Internacional da Canção da Serra da Estrela

A búlgara Gerry Lyubenova foi a grande vencedora do 5º Festival Internacional da Canção da Serra da Estrela (FICSE), festival que contou com a participação de 48 crianças e jovens, provenientes de 10 países. Por sua vez, Georgiana Panaitiu, da Roménia, recebeu o Grand Prix Junior.

Os resultados desta quinta edição foram anunciados durante a Gala Final, que decorreu no passado dia 24 de agosto, onde para além da atribuição dos “Grands Prix”, foram consagrados os três primeiros classificados dos 4 escalões a concurso.

No grupo mais jovem a concurso, o 1º escalão (até aos 9 anos), mas de grande talento, o pódio foi ocupado por Denisa MOLDOVAN (Roménia), cabendo o segundo lugar a Mirtel Katrina Kits (Estónia), e o terceiro ao português Guilherme Vieira.

A senense Joana Almeida foi a vencedora na categoria dos 10 aos 13 anos, seguida da portuguesa Júlia Ochôa, que ocupou o segundo lugar, e de Stefania Petric (Roménia), em terceiro. Foram ainda dedicadas menções honrosas a Irina Lopes (Portugal) e Joosep Käär (Estónia).

Na faixa etária dos 14 aos 17 anos, a búlgara Simona Krusteva arrebatou o primeiro lugar. As restantes posições foram ocupadas por Wanda Helene Ollep (Estónia), em 2º lugar, e a portuguesa Beatriz, em terceiro. Vanessa Siwy (Polónia) e Rugile Kairyte (Lituânia) foram distinguidas com menções honrosas.

No quarto escalão, acima dos 18 anos, Magdalena Choluj, da Polónia, conquistou a primeira posição, Patricia Montes de Oca, da vizinha Espanha, a segunda, e Sarah Jsun, da Roménia, ocupou o terceiro lugar. Patrícia Domigues (Portugal) e Lari Antunes (Brasil) foram merecedoras de menções honrosas.

Na ocasião foram ainda concedidos os prémios especiais “Cidade de Seia”, a Íris Silva (Portugal), “Carreira”, a Sergey Savenkov (Rússia), “Serra da Estrela”, a Beatriz Alves (Portugal), “Especial Promessa”, a Beatriz Montero (Espanha), “Revelação”, a Mario Krastev (Bulgária) e o prémio “O mais jovem”, a Rachel Mai (China).

O FICSE é promovido pela Câmara Municipal de Seia, com o apoio da União das Freguesias de Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros e do Turismo do Centro Portugal, tendo como patrocinadores as empresas: Belaserra – Medição Imobiliária, Hotel Rural & Spa Abrigo da Montanha, Vinhos do Dão Casa da Passarella, Grupo Bel, Marques Barraqueiro, Bee Creative, Crédito Agrícola, Estúdios Visor, Interbeiras – viagens e turismo, Hotel Alicante, Queijos Matias, Queijos Lagos e Museu do Pão.




46 Candidaturas para usufruto da verba da conta solidária do Município de Oliveira do Hospital

Até à data limite da conta solidária, a 28 de junho de 2019, foram submetidas 46 candidaturas.

Na última reunião pública do executivo municipal, José Carlos Alexandrino, presidente do Município, adiantou que a conta solidária conta com um saldo de 73 522,94 Euros, sendo que “já não tem depósitos há muito tempo”.

Segundo o autarca, “o valor solicitado por 39 candidaturas é de 119 214 Euros”, o que representa uma diferença em relação ao saldo disponível, porém, mostrou disponibilidade por parte da Câmara Municipal em “fazer um esforço para concretizar o valor que falta”. “Aquilo que eu defendo é que, se virmos que há alguns casos que devemos resolver, independentemente do valor da conta solidária, a Câmara Municipal deve fazer esse investimento”, defendeu.

Na ocasião, salientou que os processos relativos às casas de segunda habitação e todas as restantes candidaturas são analisados por uma “comissão completamente independente, sem nenhum político ou da estrutura política, para tornar o processo o mais transparente possível”. “O regulamento está publicado em Diário da República e as candidaturas passam por uma comissão organizada porque depressa e bem não faz ninguém”, afirmou José Carlos Alexandrino.

O presidente fez questão de salientar que “até aos dias de hoje”, não foi “chamado nem notificado” a propósito de irregularidades nos processos das primeiras habitações.

“Nem um tostão foi mexido na conta solidária porque foi tudo com dinheiro orçamental, dentro das nossas competências”, justificou o autarca, reforçando que o Município “está disponível para investir algum dinheiro em casos que sejam justos”.




CCPOH promove 32º Cicloturismo Rota do Alva no dia 1 de setembro

O Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital (CCPOH) promove, no próximo dia 1 de Setembro, a 32ª edição do Cicloturismo Rota do Alva.

A iniciativa, organizada pela Secção do Pedal do Clube, é um dos eventos cicloturísticos mais antigos da região centro, com partida e chegada em Oliveira do Hospital, junto à sede do CCPOH. O percurso é de dificuldade média e conta com 45 quilómetros.

Os cicloturistas passarão por Oliveira do Hospital, São Paio de Gramaços, Penalva de Alva, São Sebastião da Feira, Alvoco das Várzeas, Ponte das Três Entradas, Vila Pouca da Beira, Vendas de Galizes, Nogueira do Cravo.

Quanto ao programa, pelas 8h00 será aberto o secretariado. Às 9h00, os participantes partem. Haverá um reforço a meio do percurso. Pelas 13h00 haverá almoço e, pelas 14h00, será a entrega de prémios.

As inscrições com almoço incluído têm o custo de dez euros, sem almoço e para acompanhantes, o custo é de sete euros.

As inscrições estão abertas até dia 29 de agosto e podem ser feitas através do endereço https://www.apedalar.pt/eventos/info/2365, dos emails [email protected], [email protected] ou através dos contactos 238 084 977 / 966 093 071.

O uso de capacete é obrigatório.




Chuva torrencial provocou 22 inundações na cidade De Viseu

O mau tempo, nomeadamente a chuva forte que ontem caiu em Viseu, provocou 22 inundações nas imediações do Palácio do Gelo, do Continente e nas zonas de Marzovelos e Orgens.

A estrada que liga o centro comercial Palácio do Gelo à freguesia de Repeses, no concelho de Viseu, esteve cortada por causa da forte.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), as fortes chuvadas e trovoadas sentiram-se sobretudo no concelho viseense. Outros locais foram igualmente afetados e muitos dos relatos foram feitos nas redes sociais.

Vários condutores denunciaram que a água estava quase a entrar nos carros no parque de estacionamento atrás do Tribunal de Viseu e na entrada do parque da Feira Semanal. Também as escolas Grão Vasco e Infante D. Henrique ficaram alagadas.

Outras situações denunciadas indicam a presença de água e lama na estrada localizada logo a seguir ao Hospital de S. Teotónio e na via que vai da rotunda da Volvo até ao supermercado Intermarché. Já a Ecopista do Dão encontrava-se submersa, segundo relatos de outro utilizador.

No dia de ontem, o distrito de Viseu  esteve sob aviso laranja, por causa da previsão de precipitação por vezes forte e granizo acompanhados de rajadas fortes de vento e de condições favoráveis à ocorrência de trovoadas, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Fonte e foto: Jornal do Centro




Dois mortos e dois feridos em atropelamento na Figueira da Foz

Um atropelamento rodoviário que ocorreu na noite desta segunda-feira em Pedros, no Figueira da Foz, causou dois mortos e dois feridos.

Segundo fontes do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra e da GNR, “três pessoas foram atropeladas na Estrada Nacional 109 em Pedros, freguesia do Bom Sucesso, Figueira da Foz”. Há o registo de duas vítimas mortais, um homem, de 48 anos, e uma jovem, de 19 anos, e uma criança de 12 anos que sofreu ferimentos graves e foi transportada para o Hospital Pediátrico de Coimbra”.

O homem era padrasto da jovem de 19 anos e pai da de 12 anos.

Segundo a mesma fonte, o condutor da viatura foi transportado ao Hospital da Figueira da Foz, com ferimentos ligeiros.

“Dois familiares das vítimas que estavam no local foram também transportados ao hospital, devido a indisposição”, acrescentou, referindo que o alerta para a ocorrência foi feito às 22h29.

A Estrada Nacional 109 foi cortada ao trânsito nos dois sentidos devido ao acidente, mas por volta das 01h29 foi reaberta.

As autoridades estiveram também a recolher indícios para apurar as causas da ocorrência.

Foram enviados para o local bombeiros da Figueira da Foz e de Cantanhede, INEM e GNR, num total de 24 operacionais e 10 viaturas.




Viseu: PSP investiga vaga de assaltos por esticão

Um homem foi assaltado recentemente  com violência em Viseu. O indivíduo foi roubado na Quinta do Bosque por três indivíduos, que terão atuado de cara tapada.

Como ofereceu resistência, o homem acabou agredido e teve de ser hospitalizado. Este é um dos casos de furto por esticão que foi denunciado à polícia, mas há outros que têm estado a ser reportados às autoridades.

No centro da cidade, junto ao supermercado Pingo Doce, uma mulher foi alvo de um furto por esticão e ficou sem um fio de ouro, tendo sido assaltada por uma pessoa.

A PSP de Viseu já tomou conta das ocorrências. A força policial diz que está a investigar pelo que não pode adiantar mais detalhes sobre estes casos, mas não descarta a hipótese destes dois assaltos poderem estar relacionados.

Recentemente uma outra mulher foi assaltada no interior da Igreja do Carmo, enquanto rezava.

A polícia garante que estas situações são raras na cidade viseense.

Fonte: Jornal do Centro




FCOH empatou frente ao Praiense. “O jogo foi todo nosso”, defende o treinador do Oliveira

Um empate por uma bola foi o resultado do jogo da 2ª jornada da Série C do Campeonato Nacional, que juntou em campo o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) e o Praiense.

Com casa cheia, cerca de 550 pessoas, o FCOH conseguiu somar mais um ponto na sua caminhada. Um autogolo do Oliveira inaugurou o marcador. A equipa da casa igualou o resultado com a concretização de uma grande penalidade, marcada por Zé Francisco.

No final da partida, numa análise de jogo, Miguel Valença, treinador do FCOH, referiu que se tratou de um “empate justo”, contudo, defendeu que a sua equipa “teve muitas mais oportunidades”. “Estivemos com mais ritmo no jogo e sempre por cima do Praiense”, disse.

Aos olhos do técnico, “na primeira parte, o jogo foi muito tático, respeitando o adversário”. “O Praiense chegou ao golo e, a partir daí, o jogo foi todo nosso e conseguimos chegar ao empate”, referiu Miguel Valença.

Tendo em conta “a difícil caminhada” que o Oliveira tem pela frente, o treinador mostra-se satisfeito pela conquista de mais um ponto.

“Estou muito orgulhoso dos meus jogadores, pelo trabalho que têm feito durante a semana e mostram ao domingo”, afirmou.

Quanto aos adeptos, que apareceram em grande massa, Miguel Valença defende que os mesmos “são uma mais-valia”. “Só todos juntos é que conseguimos alcançar o objetivo o mais rápido possível”, concluiu.

Na próxima jornada, dia 1 de setembro, o FCOH desloca-se a Leiria.

Veja ou reveja aqui o jogo

 




Cinco distritos sob aviso laranja devido à chuva, trovoada e granizo

Os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda e Castelo Branco estão hoje sob aviso laranja devido à previsão de aguaceiros, granizo e trovoadas, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Estes cinco distritos vão estar sob aviso laranja entre as 13h00 e as 21h00 de hoje devido à previsão de chuva, por vezes forte, de granizo e acompanhados de rajadas fortes de vento e condições favoráveis à ocorrência de trovoadas.

O aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, indica situação meteorológica de risco moderado a elevado.

Também por causa da chuva forte, granizo, vento e trovoada, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Coimbra, Portalegre, Évora e Beja vão estar entre as 13h00 e as 21h00 de hoje sob aviso amarelo.

De acordo com o IPMA, o aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, é emitido sempre que há uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para hoje no continente períodos de céu muito nublado, condições favoráveis à ocorrência de aguaceiros e trovoada até ao fim da tarde, em especial nas regiões do interior, podendo ser pontualmente fortes e de granizo.

A previsão aponta também para vento fraco, sendo moderado de noroeste no litoral oeste a sul do Cabo Carvoeiro, e soprando moderado do quadrante leste nas terras altas até meio da manhã.

Está também prevista neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral, pequena descida da temperatura máxima nas regiões do interior e uma pequena subida nas regiões do litoral Norte e Centro.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 13 graus Celsius (na Guarda) e os 20 (em Faro) e as máximas entre os 22 graus (na Guarda) e os 33 (em Santarém).

Em Oliveira do Hospital, hoje as temperaturas variam entre os 14 e os 26 graus.




Penacova: Explosão seguida de incêndio faz dois feridos graves

Uma explosão seguida de incêndio num apartamento em Penacova, distrito de Coimbra, provocou dois feridos graves e um ligeiro na manhã desta segunda-feira.

Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Penacova, António Simões, suspeita-se que a explosão tenha sido provocada por uma fuga de gás.

O interior do apartamento, situado em Cheira, ficou destruído. O prédio de três andares foi evacuado mas, pelas 12h00, as pessoas “já começam a voltar às suas casas”.

As três vítimas foram encaminhadas para os Hospitais da Universidade de Coimbra.

O alerta para os bombeiros foi dado às 9h36.

No local, estavam, às 12h00, 34 operacionais dos bombeiros, GNR e INEM, apoiados por 16 viaturas.




FCOH 1 – Praiense 1 – Transmissão em direto (Parceria com o FCOH)

Campeonato de Portugal – Série C – 2ª Jornada

FCOH empata em casa frente ao SC Praiense, num jogo que merecia mais.

O FCOH e a Rádio Boa Nova transmitiram o jogo em direto (parceria) no facebook e em radioboanova.pt




Projeto Limpa+: Jovens de Oliveira do Hospital recolhem lixo em defesa do ambiente

O Projeto Limpa+, criado por jovens de Oliveira do Hospital, tem sido implementado em várias zonas do concelho, em forma de voluntariado, com o objetivo de defender o meio ambiente.

Depois de Avô, Alvoco das Várzeas e S. Sebastião da Beira, hoje o local de recolha do lixo foi em S. Gião. Apesar de terem iniciado as recolhas nas praias fluviais do concelho, Tiago Amaral, um dos responsáveis, adiantou que o objetivo é o projeto “não ter fim e continuar ao longo do ano”. Referiu que percorreram as praias fluviais pelo facto de, nesta altura do ano, serem alvo de visita de muita gente e “pela facilidade de o lixo ir para o rio”.

Tiago Amaral referiu que, depois de um dia de recolha, enchem vários sacos com lixo, nomeadamente plástico, contudo, o que mais encontram são beatas.

Esta manhã, enquanto observava o lixo recolhido, José Carlos Alexandrino, presidente do Município de Oliveira do Hospital, elogiou o trabalho do grupo de jovens que demonstram ter “uma consciência cívica enorme”. “Tenho orgulho de ter jovens destes no nosso concelho”, afirmou.

Chocado com a quantidade de resíduos apanhados, o autarca reforçou que é “preciso mudar mentalidades para defender a paisagem e o património natural”. “Uma das coisas mais bonitas que o concelho de Oliveira do Hospital pode ter é as suas aldeias limpas”, defendeu.

No que diz respeito a números, o autarca adiantou que “a Câmara Municipal tem um prejuízo à volta de 150 mil euros na recolha e tratamento dos resíduos”.

Questionado sobre a hipótese de aumentar a tarifa, José Carlos Alexandrino defende que, em primeiro lugar, pretende “alertar consciências para que as pessoas façam a separação do lixo”. “Se nós conseguirmos fazer isso não precisamos de aumentar a tarifa”, justificou.

Recentemente o concelho recebeu novas ilhas ecológicas e, em vista, estão ações se sensibilização nas escolas e junto à população nas localidades.

O autarca relembrou que “o lixo separado gera receita” e, por isso, “a Câmara Municipal não precisa de pagar absolutamente nada”. Revelou, ainda, que no mês de agosto “a diferença entre a receita de resíduos é de 25 mil euros”.

“O tratamento e a recolha fica perto de 75 Euros por tonelada”, deu conta, afirmando que “ainda há um longo caminho a percorrer”.




FCOH recebe o Praiense. Treinador antevê jogo difícil mas garante que a sua equipa “está preparada”

O Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) recebe, no próximo domingo, 25 de agosto, o Praiense.

A partida, frente à equipa do Arquipélago dos Açores- Ilha Terceira, tem início às 11h00, no Estádio Municipal de Oliveira do Hospital.

Miguel Valença, treinador do FCOH, em antevisão deste jogo da 2ª jornada da Série C do Campeonato Nacional, prevê um jogo difícil pelo facto de o adversário ser um dos candidatos ao play-off, contudo revelou que a sua equipa “está preparada”.

Defendendo que esta semana os seus jogadores “estão mais confiantes”, o técnico acredita que o FCOH vai conseguir somar os três pontos no domingo.

Relativamente ao adversário, Miguel Valença refere que tem grande qualidade, afirmando que “talvez seja a equipa mais candidata aos paly-off desta época”.

“Vai ser um encontro muito difícil. Vamos ter muitas dificuldades, mas também estou convencido que vamos criar dificuldades ao Praiense”, disse, acreditando que “vai ser um jogo bem jogado”.

Quanto ao facto de o jogo se realizar às 11h00, Miguel Valença adiantou que se tratou de um pedido feito pelo Praiense e que a direção do FCOH aceitou “porque se compreende as dificuldades que a equipa tem ao nível dos voos”. “Tem que haver alguma sensibilidade nesse aspeto”, justificou, frisando que “será uma novidade” para a sua equipa. “O Praiense é uma equipa profissional que treina de manhã”, referiu o treinador.

“Espero que público apareça em grande massa para nos apoiar”, concluiu.




Região: Dois homens morreram devido a picada de abelhas ou vespas asiáticas. Dois casos em três dias

Um homem de 79 anos morreu, esta sexta-feira, depois de ter sido picado por um inseto no quintal da sua habitação em Oliveira do Bairro, Aveiro.

Fonte dos Bombeiros de Oliveira do Bairro, adiantou que suspeita-se que o idoso tenha sido picado por uma vespa asiática, mas não há ainda confirmação oficial.

O alerta para o incidente foi dado às 10h12 e, quando os meios chegaram, a vítima ainda se encontrava com vida, mas entrou em paragem cardiorespiratória.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro e a VMER de Aveiro.

O cadáver foi transportado para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Aveiro, onde será realizada a autópsia.

Se se confirmar, esta pode ser a segunda morte provocada por vespas asiáticas em Portugal em apenas dois dias.

Recorde-se que, na quarta-feira, um homem morreu em Cadima, no concelho de Cantanhede, havendo suspeitas de que tenha sido picado por uma vespa asiática. A vítima, com mais de 50 anos, pode ter sofrido um ataque de insetos quando estava a trabalhar numa vinha.

O coordenador municipal de Proteção Civil de Cantanhede disse que foram encontrados “alguns exemplares de vespa velutina, mas havia também abelhas” próximo do corpo.

A presidente da Junta de Freguesia de Cadima, Marise Pessoa, contou ter sido informada de que o falecido “era alérgico a picadas de abelhas” melíferas.

O resultado da autópsia feita a este homem também ainda não é conhecido.